Connect with us

Um e-mail disparado pela agência recrutadora de atores +Add Casting gerou revolta na internet. Na mensagem, a empresa descreve a necessidade de encontrar um “ator negro muito bonito” para participar do elenco principal da série “3%”, primeira produção brasileira da Netflix, mas diz que “consciente do grau de dificuldade”, vai aceitar a inscrição de “bons atores, lindos, que não sejam negros”. O texto se espalhou pelas redes sociais e foi repudiado por coletivos artísticos, pela própria Netflix e pela produtora Boutique Filmes, que assina a realização da série.

LOJA DC 4

“Estamos em busca de um ator para compor o elenco protagonista da série e gostaríamos de receber as indicações de vocês. Precisamos de um ator jovem, na faixa dos 20/25 anos, muito bonito. A direção gostaria que ele fosse negro, então o ideal seria ter um ator negro e muito bonito, mas conscientes do grau de dificuldade, faremos teste também com os bons atores, lindos, que não sejam negros”, diz parte da mensagem.

netflix-serie-brasileira-infosfera

Na última quinta-feira, atores usaram as redes sociais para repudiar o e-mail. Em uma carta assinada virtualmente, dezenas de artistas classificam a convocação como naturalização do racismo. “Ninguém é racista no Brasil, nem o próprio racista. Triste ironia… Então por que ainda se surpreender e se revoltar com um e-mail de uma produtora que pedia auxílio para encontrar um ator protagonista negro(a) para uma série de TV, que pede para que se busque um negro(a) bonito(a) e ressalta que esta é uma árdua tarefa, pois é muito difícil encontrar um negro(a) bonito(a)?”, questionam os atores, em parte do texto.

Um grande problema também aconteceu, no Facebook, a produtora tentou se desculpar e acabou gerando mais revolta, pois na primeira declaração ela reconhece o teor racista do e-mail e pede desculpas, logo depois, através de uma edição ela disse que as pessoas “equivocadamente mal interpretaram como racista” o e-mail. Gerando ainda mais comentários negativos.

cats

A + Add Casting, gostaria de pedir desculpas pelo e-email que foi enviado convocando atores para o teste de elenco e…

Posted by + Add Casting on Quinta, 29 de outubro de 2015

A Netflix se manifestou em repúdio à mensagem. “O e-mail sobre o teste de elenco de  3% foi enviado sem o conhecimento ou aprovação da Netflix, e contradiz tudo em que acreditamos. Junto à Boutique Filmes, estamos trabalhando para tomar as devidas providências, e lamentamos o que aconteceu”. A série “3%”, que tem previsão de estreia para 2016, é estrelada por João Miguel e Bianca Comparato