Connect with us

cinema

“50 Tons Mais Escuros” E.L. James quer mais controle na sequência

50 Tons de Cinza agora é um mega sucesso nas bilheterias, todo agora mundo está olhando para o eventual sequencia, o que pode demorar um pouco mais do que pensávamos.

De acordo com fontes dentro da produção, E.L. James e os executivos da Universal estão discutindo detalhes da sequencia e atrasando assim a produção do filme. Em poucas palavras James quer mais controle. Ela quer escrever o roteiro, embora ela não tenha experiência nisso.

A diretora Sam Taylor-Johnson e a roteirista Kelly Marcel não estão definidas para retornar para a sequênci. James  e Taylor-Johnson teriam lutado constantemente sobre cada decisão do filme.

Não se sabe exatamente o quanto de controle James tem no filme. Outros autores como J.K. Rowling e Stephanie Meyer realmente não exercecem muito controle criativo sobre as adaptações cinematográficas de seus livros, eles permitem que os cineastas façam suas próprias coisas mais ou menos.

Você acha que um autor deve estar no set todos os dias  e tomar decisões para a versão cinematográfica de suas histórias?

Fonte: Variety

Continue Reading
2 Comments
  • Graziela Ferreira

    olha, eu vou pegar como exemplo histórias que eu li e gostei e que foram completamente modificadas no cinema, como Harry Potter, Percy Jackson e Crônicas de Nárnia, se bem que o último não conta muito, pois o autor está morto! Mas eu penso em J.K Rowling que penou para ver seu livro publicado e que quando finalmente conseguiu não esperava nada além de um crítica positiva e olha tudo o que Harry Potter conquistou, mas o caso é que com tanto sucesso que seu trabalho rendeu eu duvido que ela tenha se preocupado com as modificações feitas em sua história,(que não foram poucas!) já que ela tinha uma legião de leitores fiéis que provavelmente lhe escreviam todos os dias dizendo que preferiam muito mais seus livros do que os filmes, por que quem ama literatura sempre vai pensar assim, salvo raras exceções… (como o fato de eu gostar mais de Drácula no filme do que no livro, oops!) A autora de 50 tons de cinza só está provando ou melhor confirmando pra todos que sua história não é um trabalho feito com seu coração e sim um produto, uma mercadoria sobre a qual ela precisa ter total controle! Acho que no fim das contas ela inspirou Cristian Grey em si mesma! Eu tentei ler o livro, não consegui passar da perda da virgindade da Anastácia, simplesmente não desceu, teve uma hora que eu queria quebrar a tela do meu note (sim, eu baixei o livro, pelo menos não desperdicei o meu dinheiro) e depois disso comecei a ler o Silêncio dos Inocentes, aposto que o Thomas Harris foi outro que não deu a mínima se o filme foi 100% fiel ao livro, afinal de contas, o Hannibal Lecter se garante, né!

  • Pingback: '50 Tons de Cinza' atores exigem sete dígitos para sequencia()

Basta usar o cupom CDLLOJADCCOMICS

O CDL é hospedado pela DreamHost

Copyright © 2018 Cabana do Leitor.