Connect with us

cinema

A nova “modinha” é falar mal de Star Wars: O Despertar da Força

Edilson Cândido Rezende

Published

on

LOJA DC 4

Não tem jeito, sempre que algo espetacular é lançado e mesmo que a maioria das pessoas tenha gostado, sempre existe um grupo de pessoas que diz “não gostei”. As vezes estas pessoas simplesmente falam para serem notados e terem alguma relevância em um contexto social, outras tem críticas verdadeiras, outras, são simplesmente, invejosas.

Desta vez, além das criticas que vieram da internet, pessoas conhecidas vieram a deram suas opiniões a respeito do filme. Claro que muitos dos críticos vieram com argumentos  desconexos, mas quando a palavra vem de pessoas que deveriam entender melhor do que falam, bom, ai a coisa desanda não acham? Max Landis é roteirista e escritor de quadrinhos, ajudou a escrever roteiro de Poder sem Limites, ele disse o seguinte sobre Star Wars: O Despertar da Força  em uma entrevista.

“A grande maioria vai ver o filme e absolutamente amar Star Wars Episódio VII. No entanto, um filme não é nada sem as críticas: A conveniência de encontrar a Millennium Falcon e o sabre de luz de Luke no momento certo. A capacidade de Rey de lutar contra Kylo Ren em pé de igualdade sem nenhum treinamento”

“Há uma reciclagem da Trilogia Original no filme. Alguns dizem que essa reciclagem é necessária para preencher a lacuna entre a geração antiga e a nova, já que os jovens fãs estão sendo introduzidos agora”.

Suas queixas me pareceram tão sonsas quanto os seus argumentos, parecia dizer o tempo:

“Eu poderia fazer melhor…”

star-wars-episode-vii-the-force-awakens-hd-wallpaper-finn-rey-and-poe

Eu particularmente não sei se ele viu o mesmo filme que eu mas no filme eu percebi que Kylo Ren levou um tiro de Blaster e aguentou de pé, e tiro de Blaster consegue derrubar mais que um stormtrooper, e isso afetou ele na batalha. Quanto a Rey “sem nenhum treinamento” derrubou Kylo, não poderia ter explicação mais fácil, Rey aprendeu a lutar, vemos isso no filme algumas vezes, em Jakku podemos ver que ela não é nenhuma mocinha em perigo, viver em um local tão adverso, é lógico e claro que ela teria que aprender a se defender, vemos ela usando o bastão, nem precisamos falar que Kylo ainda é um guerreiro que não terminou seu treinamento. Rey não dominou a força, ela simplesmente teve um lapso dela, posso dizer que Anakin teve a mesma “sorte” na trilogia anterior em vários momentos, mesmo sem treinamento para pilotar os veículos que pilotou. Partindo de toda a mitologia envolvida, não acredito que o roteirista em questão não se atentou a estes detalhes.

Aprendemos que as vezes para se estar na mídia, para gerar polemica, precisamos falar mal de algo para ter polemica, ainda mais de uma coisa que amamos, ou ir na contra mão daquilo que todos estão fazendo. Exemplo se eu falar que Quarteto Fantástico foi um ótimo filme, iria gerar uma polemica porque a maioria “odiou o filme” e se eu falo mal de Star Wars: O Despertar da Força, estarei indo na contra mão também e gerando polemica. É uma maneira eficiente de aparecer, de estar em evidencia. Claro, ninguém é obrigado a seguir uma corrente, mas pelo menos siga a sua com o minimo de coerência, se não fica feio.

LOJA DC 4
Comments