Connect with us

cinema

Alien Covenant “O pior filme do ano até agora e um dos piores que já vi na vida”

LOJA DC 4

Sei que a franquia Alien tem uma legião de fãs ao redor do mundo, o Xenorfo é um dos personagens mais assustadores já criados pela 7° arte e Alien: O 8º Passageiro é um dos clássicos do cinema, mas, infelizmente, tudo o que falei até agora está no passado.

Alien Covenant, possui erros do começo ao fim, simplesmente os argumentos para plot do 1º, 2º e 3º ato estão errados, a única coisa que salva o filme, além da atuação simpática, mas pouco explorada da protagonista Daniels (Katherine Waterston), e o sempre enigmático Michael Fassbender como David e Walter são os efeitos especiais.

Essa crítica possui spoilers, então leia por sua conta e risco.

Os erros listados como forma de artigo é o que de fato acaba com o filme, tornando protagonistas idiotas, com escolhas idiotas, com abordagens idiotas e ideias mais idiotas ainda.

Erro do 1º ato.

A história se desenvolve depois que a nave levando colonos para um novo planeta tem um pequeno acidente depois de ela absolver muitos neutrinos, parte da tripulação acorda, incluindo o capitão, eles consertam a avaria da nave e assim sua missão poderia prosseguir, sendo assim o capitão descobre um novo planeta, que não estava nos dados coletados sobre aquela parte da galáxia, ele observa que o planeta está em uma zona habitável. Assim sendo, ele convence toda uma tripulação a ir até este planeta afim de explora-lo. Os levando a um planeta desconhecido, completamente fora do curso da missão levando risco a toda a sua tripulação de maneira desnecessária.

Leia a nossa segunda crítica do filme Alien Covenant

Erro do 2º ato

Na verdade são dois erros, o capitão além de descer até este planeta, resolve levar cerca de 8 pessoas para a exploração, isso faria sentido se ao menos levasse uma quantidade pequena de pessoas para que pudesse analisá-lo afim de catalogar o planeta e deixar que outras pessoas depois o olhassem. Mas não, ele decide levar cerca de 70% das pessoas que estão acordada na missão de exploração. Trazendo novamente um risco desnecessário a sua equipe.

O segundo erro do 2º ato é simplesmente a ideia básica, você não conhece o planeta, ele é desconhecido e simplesmente por mais que se tenha oxigênio ali, ele precisa ser averiguado com cautela, mas não, o diretor Ridley Scott achou que estava em um filme de fantasia, ignorando fatos científicos, para fazer estes personagens desembarcarem em um planeta sem qualquer material especial. Sem uma máscara, sem nada. No mundo que vivemos pegamos gripe pelo ar, em um planeta desconhecido, que tipo de doenças pode nos infectar? Para ele nenhuma. Alias, o que infecta boa parte da tripulação é o vírus.

Erro do 3º ato

No filme temos dois Michael Fassbender como Walter e David: Walter é um andróide sintético criado pela Weyland Corporation, que auxilia a tripulação a bordo do Covenant. David era um andróide anterior, menos avançado, anteriormente membro da tripulação da destruída Prometeus. Estes dois no final lutam, no fim um deles vence, a protagonista Daniels, decide que quem venceu foi Walter por questões físicas… Mas isso basta? O que você faria no lugar? Perguntaria algo íntimo ao androide para que tivesse certeza de qual venceu não é? Não, a protagonista tão madura e inteligente não pergunta, e este é o plot do 8° passageiro. Ou seja… Toda a historia de Alien se baseia em atitudes idiotas, roteiro idiota e personagens idiotas.

Me desculpem, mas Alien Covenant só enterra a franquia e trata o público como pessoas ignorantes e burras que não se importam com a coerência de uma historia que se propõe a ser científica.

Alien Covenant estreia dia 11 de maio.

LOJA DC 4
Comments