Connect with us

cinema

Analise do segundo teaser de “Jogos Vorazes: Esperança”

LOJA DC 4

Na manhã de hoje, (9 de julho), a Paris filmes lançou mais um teaser relacionado a primeira parte do último filme da saga Jogos Vorazes. O filme, que terá o título Jogos Vorazes – A Esperança – Parte 1, tem data de lançamento prevista para o mês de novembro desse mesmo ano.

Esse é o segundo Teaser do filme e conta com a mesma temática. Como se fosse mensagens da Capital para os Distritos sobre a revolução que estivera ocorrendo em Panem. A maior surpresa desse teaser está no final.

No primeiro teaser, o presidente comenta sobre seu sistema elegante, sobre o quanto o povo é importante para a capital e agradecer seu povo que os alimenta, recompensando-os dando proteção e parte do que os distritos produzem, apesar de pouco, muito pouco. No fim Snow Reforça que se houver uma revolução quem vai padecer não será a capital e sim seu povo.

Mas ai ele lança a solução, a união do povo e da capital contra os revolucionários.

“Sei que ficarão, comigo, conosco, com todos nós. Juntos; como um só. Panem Hoje, Panem Amanhã, Panem Para Sempre.”

Não mudou nada para o segundo pronunciamento, só que ao invés de falar, resolveram mostrar o que eles são e podem fazer.

No início do discurso de Snow já vem a imagem de vários Pacificadores armados, entretanto, apesar de tentarem embotar o medo sobre a população o presidente tentou reforçar aquela possível união. Tentou. No meio do pronunciamento a imagem começa a se distorcer é um dos revolucionários surge na tela, é Beetee.

“Testando, Testando, Testando… Aqui é Rebelde do Submundo.”

Ai vem a surpresa. Beetee conseguiu invadir o sistema elegante e seguro da capital para lançar sua mensagem. A intenção é justa e a surpresa é eminente. De fato podemos esperar uma grande produção do filme.

“Repito, esta é uma transmissão pirata do Distrito 13 com uma mensagem.”

 

LOJA DC 4

Físico, nerd, quadrinheiro e dono do Enquadrinhados - enquadrinhados.blogspot.com.br Sua frase preferida é “Só pode haver um”. Qualquer dia desses ele perde a cabeça.