Connect with us

cinema

Crítica Alvin e os Esquilos: Na Estrada

LOJA DC 4

Dirigido por Walt Becker, Alvin e os Esquilos: Na Estrada, o quarto filme da franquia, traz de volta a diversão vista no primeiro filme dos esquilos cantores. Depois do fiasco que foi o último filme, a essência das confusões causadas por Alvin retorna nesse, o entretenimento não ficou forçado e as risadas saem com naturalidade. 

As Esquiletes não recebem muita atenção nesse filme. Elas viajam para serem juradas de um reality show de música famoso nos EUA, e só retornam para o grande final.

esquiletes

Após uma tentativa de organização de uma festa surpresa para Dave, que obviamente não deu certo, Alvin, Simon e Theodore são apresentados a nova namorada do pai, Samantha (Kimberly Williams-Paisley) e no pacote conhecem o filho dela, Miles (Josh Green), que já em um primeiro contato mostrou que tornaria a vida dos esquilos um inferno. Afastados da música por conta da preocupação de Dave, que está trabalhando na produção do álbum da nova sensação do momento, a cantora Ashley (Bella Thorne), Alvin e seus irmãos não gostam da ideia de ter Miles na família, e após acharem um anel de noivado com Dave, eles de juntam com Miles, que também não tem interesse no casório, para impedir o pedido. No caminho de confusões, os esquilos conhecem James Suggs (Tony Hale), que vai os perseguir durante toda a viagem e proporcionar bons momentos de risada. 

maxresdefault

Mesmo após uma primeira má impressão, os esquilos e Miles vão gostando um do outro durante a longa viagem até Miami, impulsionado pelo talento musical de Miles, que durante o percurso canta com Alvin, Simon e Theodore para conseguir umas gorjetas para continuarem a viagem.

Sobre a parte musical, embora na minha opinião pudessem ter sido inseridas mais músicas, os covers dos esquilos animaram e foram bem enquadrados no roteiro. O que me chamou a atenção foi a variedade de estilos musicais. Desde música eletrônica até country, passando por clássicos dos anos 80, a trilha sonora do filme foi bem diversificada e agrada a todos os gostos. O auge do filme foi o sucesso de Bruno Mars cantado pelos esquilos no berço do jazz americano, a cidade de New Orleans.

181063

 

Uma novidade surgiu nesse filme. O grande final sempre traz os esquilos cantando uma música famosa, mas dessa vez, a escolha foi uma música original. Isso mesmo, nada de covers. Alvin e os Esquilos escreveram junto com Miles a música final do filme, e contaram com a ajuda das Esquiletes para proporcionarem uma surpresa bem emocionante para Dave, que dessa vez dá certo.

Alvin e os Esquilos: Na Estrada estreia no dia 24 de dezembro nos cinemas e vale a pena ser conferido, até porque tenho certeza que todos estão morrendo de saudades do “AAAAAAAAAAAAALVIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNNNNN!!!!!!!!”

tumblr_lxcypclHOV1r9d2x0o1_400

LOJA DC 4
Comments