Connect with us

cinema

Critica do filme “Os Vingadores: Era de Ultron” SEM SPOILER

Antes de ler, eu não acompanho quadrinhos, a crítica aqui é minha enquanto admirador da Marvel e D.C. mais tarde sai a crítica dos entendedores do assunto Leandro e Algustin, que são viciados em HQs.

LOJA DC 4

‘Vingadores: Era de Ultron’ provavelmente era o filme mais esperado do ano. Mas seria mais, muito mais, se a Marvel não tivesse entregado todo o filme através dos trailers e spots de Tv.

Para os fãs de quadrinhos o filme é um deleite. Desculpem não consigo mentir. O filme tem uns buracos de roteiro meio esquisitos principalmente em relação a origem do Visão. Temos cenas de ação clássicas dos filmes Marvel (ah sim Omelete a Marvel também tem cenas de ação “genéricas”). A Wanda e Prieto/Mercúrio (pobre Prieto) aparecem bem. Wanda não leva o filme nas costas (uma pessoa me disse que leva). O filme é denso no roteiro (em relação a novas informações, do Universo Marvel)  mostra o lado mais humano de alguns dos heróis mais poderosos da Terra, mas sabe quando se sai do cinema com aquela sensação de vazio? Sim, saí assim. Faltou alguma coisa a mais, não sei dizer se foi no roteiro, na direção ou no próprio vilão Ultron.

Relacionado: Crítica do filme “Os Vingadores: Era de Ultron”  COM SPOILER

Achei o primeiro filme um pouco melhor, talvez eu tenha sentido isso devido ao fato de que o primeiro filme dos Vingadores aquela dose de êxtase com a reunião dos heróis Marvel em um unico filme fosse uma coisa nova. Passou o frenesi, então a Marvel poderia apresentar uma coisa nova. Senti que não apresentou. O filme não é como o primeiro, parece diferente, porém peca justamente nisso. Joss Whedon poderia ter feito um filme melhor que o antecessor, mas optou por fazer algo diferente do primeiro filme, nisso senti o filme inferior, mas não se preocupem, achei pouca coisa.

O vilão Ultron tenta incorporar a ironia de Loki talvez mais bem usada por Tony, mas a sua própria origem parece meio confusa ao longo do filme, não entendi como a sua inteligência artificial poderia ser obtida através de um objeto que foi usado no primeiro filme, a relação confusa ente a IA e o objeto me pareceu estranha. Ele se revolta contra o seu criador e contra a própria humanidade, admira a capacidade dos humanos evoluírem e tem senso de humor. Temos participações de diversos outros heróis de outros filmes, porém o que me deixou um pouco empolgado foi o fato de uma leve referencia ao Magneto no filme.

Temos cenas românticas entre Os Vingadores, temos cenas engraçadas e temos ação como não se poderia deixar de ser, o problema e que o filme pareceu ser apenas um trampolim para uma coisa maior, Ultron apenas passou, não criou um legado como Loki, na verdade entre eu e o Leandro (que vai fazer a outra crítica com spoilers) faltou justamente um Loki da vida no filme, Ultron não é Loki e nem poderia ser, mas senti falta de um bom vilão. O Visão sim, este surpreende e na minha opinião rouba a cena, seja em uma luta ou na sua própria apresentação ou seja dando uma lição de moral bem dada nos Vingadores pegando uma coisa peculiar. Os irmãos Wanda é Pietro, aparecem e também fazem suas apresentações, mas não sustentam o filme, suas participação são boas, mas só boas. O que sustentou o filme pra mim foi a reapresentação dos heróis juntos, por isso pecar no roteiro é o de menos.

O filme tinha tudo para me surpreender e me deixar muito feliz, se não fosse a Marvel criar um monte de spots, trailers infinitos e pequenas cenas dispensadas ao longo das últimas semanas. As melhores cenas os trailers entregaram, acredito que só o final do filme foi salvo pelo derramar de informações que a Marvel fez. Os risos dispensados na plateia, nem pareciam de jornalistas, pareciam de fãs da Marvel, pois o maior comediante foi o Ultron e acredite ele não é o LokiMais tarde sai mais uma com Spoiler, não percam.

Continue Reading
4 Comments

Conheça nossa comunidade no G+