Connect with us

Missão Impossível é o que nós chamamos de típico cinema Hollywoodiano. Sempre há a necessidade de balancear o romance (normalmente previsível) com as cenas de ação (meio fora da realidade). Nos filmes anteriores, nós víamos cenas não muito verossímeis e em alguns casos, o filme fugia da proposta central, a ação. Entretanto, Missão Impossível: Nação Secreta é um dos melhores, se não o melhor, filme da franquia.

LOJA DC 4

A trama começa com um membro do alto escalão da CIA terminando com a agência secreta de espionagem IMF, exatamente no momento em que a equipe de Ethan Hunt (Tom Cruise) está juntando peças do quebra cabeça para provar a existência de uma grande ameaça. Eles se referem ao Sindicato, um grupo de ex-espiões, dados como mortos ou desaparecidos, que abandonaram o país de origem para executar um plano terrorista um tanto particular.

missaoimpossivel5naçao-2

Mesmo sendo procurado pela CIA, Hunt encara a missão mais impossível de sua vida. Ao tentar coletar provas de que o Sindicato existe, todas as habilidades de Ethan são postas à prova. Seu deslocamento invisível pelo mundo, sua resistência física e principalmente a emocional, pois mesmo dissolvido, o time de IMF se junta à Tom Cruise na busca de um dos vilões mais impenetráveis dos filmes, e nem sempre os planos correm de acordo com o planejado.

Falando especificamente do elenco do filme, o entrosamento entre a equipe foi excelente. Tom Cruise mostrou que voltou para ficar. Além de interpretar o personagem principal, Cruise produz, ajuda no roteiro, na escolha dos diretores e faz suas próprias cenas de ação. Tudo para deixar o filme o mais real possível. Quem roubou a cena também foi a atriz Rebecca Ferguson, que interpretou a impactante Ilsa Faust. A personagem é uma das mais interessantes da trama, pois oscila entre mocinha e vilã no decorrer do filme e só no final entendemos para que time ela torce. O lado cômico ficou por conta de Simon Pegg, que dá vida a uns dos melhores amigos de Ethan, o inteligente Benji. Além de ser um hacker, Benji auxilia Hunt no campo.

0059990.jpg-r_x_600-f_jpg-q_x-xxyxx

Christopher McQuarrie, diretor do filme, conseguiu exercer seu trabalho de forma incrível. Conciliando ação com elegância, uma das melhores passagens do filme se passa em uma ópera em Viena, onde ele conseguiu juntar de forma harmoniosa a trilha sonora clássica com os compassos impactantes das lutas. A perseguição em alta velocidade, clichê desse tipo de filmes, também ficou impactante.

Missão Impossível: Nação Secreta traz a franquia de novo para o topo dos filmes de ação. Tom Cruise mostrou o motivo de ser um dos melhores galãs de Hollywood e que Missão Impossível voltou com tudo. Com o sucesso de MI5, é possível que o intervalo entre um filme e outro não se estenda tanto como de costume. E para o bem de todos e a felicidade geral da nação, o mês de agosto poderá se orgulhar de alguma estreia!