Connect with us

séries

Critíca| Ozark “Como você faz para lavar todo esse dinheiro?” *SEM Spoilers*

LOJA DC 4
Hoje estreou mais uma superprodução da nossa querida Netflix, não estamos falando de mais alguma temporada de alguma série da empresa, estamos falando de talvez a melhor série original já feita por ela desde de House of Cards, bom pelo título você já deve imaginar que estamos falando de OZARK.

Ozark era uma série que eu não esperava muita coisa por ser algo que vemos muito em filmes e até mesmo em Breaking Bad, mas OZARK foi diferente de tudo que já assisti nesse universo de séries. Sinceramente, fiquei tão apaixonado e ligado a trama que simplesmente maratonei os 10 episódios sem me cansar, o que hoje em dia é algo muito difícil e o grande responsável por essa fluidez com toda certeza foi o incrível roteiro e história.

Um bom roteiro é uma coisa que com certeza Ozark possui, apesar de ser um pouco previsível em certos momentos, mas nada que estrague sua incrível aventura no mundo da lavagem de dinheiro. Apesar disso, em outros momentos, ele ainda consegui te surpreender muito, fazendo você ficar de boca aberta, e até mesmo acelerar seu coração nos momento de paz e tranquilidade, algo incrível que não via em uma série a muito tempo. Existe uma coisa muito especial no roteiro que vai com toda surpresa te fazer pensar e falar “Ai, meu Deus, então foi assim que isso aconteceu”. Não vou dizer como isso acontece nos episódios para não estragar a surpresa.

Para ter um bom roteiro você vai precisar de uma ótima história, e é isso que OZARK entrega a você, você deve estar pensando “Mas já vi histórias parecidas”, eu garanto que você nunca viu algo parecido com Ozark. A série tem um novo jeito de te apresentar ao mundo das drogas, dos carteis e tudo relacionado, especialmente a lavagem de dinheiro. A série em certos momentos você consegui ver que ela tem tons de Breaking Bad e House of Cards, duas séries de peso!

Uma coisa que sempre presei em uma série é o desenvolvimento dos personagens, e OZARK trabalha isso sem ser um jeito forçado e no tempo certo. Sem demorar demais para evoluir os personagens e também não os desenvolvendo no primeiro ou segundo episódio. A série coloca uma grande profundidade nos personagens de um jeito simples e fácil de acompanhar de uma maneira que não fica cansativa. Alguns personagem tem ligações com eventos do mundo real e outros estão se tornando parecidos com as pessoas desse acontecimento. Isso causa ainda conexão com a série.

Uma coisa que sempre me surpreendi como a Netflix sabe escolher os atores ideias para suas séries, durante toda a série os atores dão um show de atuação, em alguns momentos as atuações dos atores mais jovem que fazem os filhos(a) do casal chega a ser impressionante pela idade deles, e com o ótimo roteiro que tiveram todos do elenco seja principal ou secundário conseguiram dar o máximo de suas atuações e me deixar realmente impressionado com a capacidade deles conseguirem passar a sensação de que aquilo não é um personagem, mas sim eles mesmos.

A produção da série é incrível com um ótimo jogo de câmeras a escolha de filtros mais dark e uma montagem impressionante podemos ver que a Netflix realmente investiu muito nessa série, parabéns a produção da série!

OZARK tem tudo para ser uma das melhores séries da Netflix, e até mesmo uma das melhores séries do ano sem sombra de dúvidas.

Hoje (21) vamos estar Ao Vivo na página do CDL no facebook tirando dúvidas sobre e conversando com vocês não percam. Hoje, às 22 horas.

Comments