Connect with us

cinema

Editora Aleph – 5 livros de ficção científica que você precisa ler

LOJA DC 4

A 24ª Bienal Internacional do Livro acabou, mas as novidades e discussões sobre o evento ainda estão repercutindo. No sábado (03), a Editora Aleph realizou um bate-papo e os temas debatidos foram sobre cultura pop, games, transmídia nos dias atuais, literatura nacional, perspectivas de mercado, e no final falamos dos cinco livros de ficção científica que você não pode deixar de ler indicados pelos representantes da Aleph.

Confira abaixo a lista com os títulos interessantes de ficção científica que você precisa conhecer:

O JOGADOR N°1 – Ernest Cline

o jogador n 1

SINOPSE: Um mundo em jogo, a busca pelo grande prêmio. Você está preparado, Jogador número 1?
O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto. Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS; o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de easter-eggs que premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los, e Wade acabou de encontrar o primeiro deles.

O livro vai ganhar uma adaptação para o cinema dirigida por Steven Spielberg.

O FIM DA INFÂNCIA – Arthur C. Clarke

o fim da infância

SINOPSE: Nos primeiros anos da Guerra Fria, uma raça intelectual e tecnologicamente superior ao homem desce dos céus para governar a Terra. Diferente do que se poderia imaginar, os invasores não pretendem escravizar a humanidade. Ao contrário, eles acabam conduzindo-a a um período de prosperidade jamais visto, em que não mais existem a fome, a marginalidade, as doenças e a guerra. Benevolentes, parecem querer sinceramente o melhor para os seres humanos. Mas os Senhores Supremos têm suas regras: não é permitido a ninguém conhecê-los, e a exploração do espaço está terminantemente proibida. Como afirma seu enigmático líder, “as estrelas não são para os homens”. Com muitas conquistas e poucos focos de resistência, a humanidade capitula diante do invasor. O homem abdica de seu dinamismo e poder criativo e deixa de aspirar a qualquer coisa que não o prazer e o entretenimento. O mundo está em paz, mas um indefinível mal-estar ainda assombra os corações humanos. Para aqueles que resistem, torna-se evidente que os Senhores Supremos têm algo a esconder, que têm um objetivo maior. No transcorrer de duzentos anos de história após sua chegada, alguns de seus segredos serão revelados, outros permanecerão ocultos até que a humanidade esteja pronta. Até que uma missão seja cumprida. Até que a raça humana conheça o destino que lhe foi traçado.

O livro inspirou grandes obras cinematográficas, dentre elas o “Independence Day” de 1996, uma das cenas do livro é utilizada no filme.

O JOGO DO EXTERMINADOR – Orson Scott Card

o-jogo-exterminador-livro

SINOPSE: Ender Wiggin é uma criança de seis anos de idade, quando é recrutado para a Escola de Combate Espacial. No futuro criado por Orson Scott Card, a humanidade está em guerra com alienígenas invasores, e muitos dos combates são travados em outros sistemas solares, distantes do nosso. Como não existe uma tecnologia de voo mais rápido que a luz, nessa ficção científica, os muito jovens são recrutados porque eles estarão maduros quando estiveram em batalha ou quando retornarem à Terra. Usar crianças-soldados como personagens também foi um modo do autor afirmar que toda guerra é um processo de destruição da inocência. O Jogo do Exterminador (Ender`s Game) é a história de Ender Wiggin, em quem os comandantes militares colocam todas as suas esperanças, e do que ele sofre para sobreviver ao processo de brutalização psicológica imposto às crianças na Escola de Combate.

O livro foi adaptado em 2013 por Gavin Hood (X-Men Origens: Wolverine) e o elenco conta com Harrison Ford, Viola Davis e Asa Butterfield.

minority-report-a-nova-lei-philip-k-dick-book

SINOPSE: Este livro traz uma coletânea de contos de Philip K. Dick, mestre da ficção científica e criador de histórias como ‘Blade Runner’ e ‘Vingador do Futuro’. No total o livro contém dez contos escolhidos entre o melhor do trabalho deste escritor criativo e irônico. A primeira história é ‘Minority Report’, que mostra um mundo futurista onde não há crimes, pois eles são previstos antes de acontecerem. O detetive John Anderton descobre que foi indiciado como futuro criminoso e começa uma corrida contra o relógio para solucionar sua própria infração. Entre outros contos presentes estão – ‘Impostor’, ‘A Segunda Variedade’ e ‘Podemos Recordar por Você, por um preço razoável’.

O livro foi adaptado para os cinemas pelo diretor Steven Spielberg e estrelado por Tom Cruise.

ANDROIDES SONHAM COM OVELHAS ELÉTRICAS? – Philip K. Dick

androides-sonham-com-ovelhas-eletricas

SINOPSE: Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente, coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas. Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro; um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira. Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava.

O livro inspirou o filme Blade Runner, do diretor Ridley Scott.

 

Revisado por: Bruna Vieira.

Lorena S. Ávila, é sonhadora, mas principalmente realizadora. Futura Jornalista (e sabe-se lá as profissões que a vida lhe reserva). Ama o mundo das possibilidades. Nerd, fã de Tolkien, cinéfila, seriática e maníaca por livros. Blogueira no Penso, Logo Assisto. https://www.facebook.com/Pensologoassisto/

Comments