Connect with us

cinema

Em entrevista exclusiva ao CDL, Afonso Poyart fala sobre 2 Coelhos e como foi dirigir Antony Hopkins

CDL RIO. Reportagem de Natalia Lessa  com fotos de Luan Lopez.

LOJA DC 4

O jovem diretor Afonso Poyart estreia no cinema hollywoodiano com o suspense sobrenatural Presságio de um crime (Solace) estrelado por Antony Hopkins e Colin Farrell. Na trama, o agente do FBI Joe Merriweather (Jeffrey Dean Morgan) precisa desvendar um assassinato em série e recorre ao médico aposentado Doutor John Clancy (Antony Hopkins) para ajudar nas investigações com suas visões premonitórias. Enigmas, quebra-cabeças, mistérios e todos os clichês do universo thriller marcam a entrada do diretor no circuito internacional.

Crítica do filme Presságios de um Crime.

Mas, antes do diretor se aventurar em terras estadunidenses, seu primeiro trabalho como cineasta, em Dois coelhos (2012), agradou o público com uma linguagem criativa utilizando a inserção de animações e efeitos visuais inovadores ao cinema brasileiro, suficiente para chamar atenção de produtores americanos e receber uma série de propostas. Publicitário por formação, começou a carreira em comerciais e videoclipes, agora pretende se envolver como roteirista nas próximas produções.

 

Em entrevista exclusiva ao CDL, ele comenta sobre o cinema hollywoodiano, a relação com Hopkins e o lançamento de uma versão americana de seu primeiro longa, Dois Coelhos.

Cabana do Leitor: Como foi dirigir um nome de peso como o Antony Hopkins?

A relação ator/diretor é uma relação de confiança que aos poucos se conquista. No começo foi difícil, houve um estranhamento do tipo: “Quem é esse jovem ‘de fora’?” Mas depois alcançamos uma relação bacana. Ele é muito paciente e generoso, está sempre preparado para as cenas.

Cabana do Leitor: Qual a diferença entre fazer cinema em Hollywood e fazer cinema no Brasil?

Fazer cinema é difícil em qualquer lugar. A diferença principal de Hollywood é o dinheiro envolvido, que também traz uma responsabilidade maior, o tamanho da produção e o alcance. Em contraponto, no Brasil, o sistema é mais empírico e intuitivo. Hollywood exige um planejamento impecável.

afonso 3

Cabana do Leitor: Qual sua expectativa para a versão americana de Dois Coelhos?

A minha expectativa é ver pronto e lançado. Eles estão na segunda fase do roteiro e eu acompanho como o produtor executivo, sem grande envolvimento, mas tenho curiosidade de ver o resultado final.

Com grandes orçamentos e maior visibilidade, as produções internacionais têm seduzido diretores brasileiros nos últimos anos. Dentre eles: José Padilha (Robocop), Fernando Meirelles( O Jardineiro Fiel) e Walter Salles (Diários de Motocicleta).

Presságios de um crime (Solace) estreia hoje no Brasil.

Continue Reading
Click to comment

Basta usar o cupom CDLLOJADCCOMICS