Connect with us

Colunistas

Esquadrão Suicida foi o filme que a crítica pediu

Edilson Cândido Rezende

Published

on

LOJA DC 4

Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.

Lá vamos nós para outro artigo de opinião relacionado ao Universo DC nos cinemas.

Longe de criar polêmica em torno do Rotten Tomatoes (agregador de críticas e, não necessariamente, um site que as faz), temos aí o filme Esquadrão Suicida, que já está levando range de todos os cantos possíveis. Tem até crítico dizendo que o filme é pior que Lanterna Verde e o reboot do Quarteto Fantástico. Não preciso dizer que muitos desses críticos aprenderam que é muito bom levar fama ou ganhar alguma notoriedade ao tentar acabar com filmes que possuem uma base de fãs muito grande. Mas, felizmente, opinião é uma coisa que deve ser respeitada (desde que a critica seja respeitosa a você como fã e ao público em geral).

1ª Crítica do Esquadrão Suicida 

Me lembro que quando saiu Batman vs Superman: A Origem da Justiça, um crítico do UOL escreveu o seguinte: “Batman vs Superman é o lixo do lixo.” Talvez haja uma explicação para isso, ontem na cabine de Esquadrão Suicida, encontrei alguns amigos de alguns sites, uma delas não estava nem aí para o filme, meio que se viu obrigada a estar porque a pessoa que iria a cabine de imprensa teve problemas e não conseguiu chegar a tempo, então ela de improviso estava ali. Ela disse que curtia muito cinema francês e filmes cult e que não gostava de filmes de heróis, sejam quais fossem as editoras ali representadas, era uma pessoa indiferente.

Uma vez eu vi um filme chamado Entrevista, que tem a seguinte história: Pierre Beders (Steve Buscemi) é um conceituado jornalista de política. Quando é designado para entrevistar Katya (Sienna Miller), uma famosa e bela atriz de novelas, fica muito ofendido, pois não era para ele estar ali, ele odiou, pois era muito mais respeitoso estar entrevistando figurões da política do que uma jovem atriz de novelas.

Muitos dos críticos que eu conheço, não queriam estar ali, se sentem ofendidos. Ainda ouvi alguém dizer “queria estar na sessão de Ben Hur, pena que mudaram para São Paulo, agora estou aqui”, veículos escolhem mal quem deve ver o filme para analisar segundo os seu gosto, e a parte pessoal dessa galera muitas vezes passa longe do profissionalismo, falo isso porque conheço.

Filmes da Marvel tem uma única formula: diversão, pouco se lixando para o que os seus fãs de quadrinhos vão achar. Graças a Deus a DC se preocupa com isso, mas não deve ser uma coisa que deve continuar, infelizmente a crítica molda estes filmes á sua maneira. Muitos criticaram a Warner por mais uma vez mexer na edição do filme, mas por que a Warner seria culpada se os críticos querem ir para um show de comédia stand up, do que ver um filme sério de heróis? Críticos querem acordar cedo e se divertirem com um filme, rirem um pouco, esquecerem da vida pacata que levam em uma redação e a Disney entrega isso todos os anos a eles e o público e não cansa. Por que culpar a Warner por querer fazer o mesmo? Mas no fim, quem se prejudica é eu como fã de HQs.

Fãs de quadrinhos que odiaram Batman vs Superman: A Origem da Justiça por ser um filme sombrio (isso por si só é um paradoxo, a DC sempre foi sombria, não lembro de uma HQ da DC estilo Teletubbies) e agora temos o que eles queriam: diversão e humor, você ri no filme do começo ao fim, não tem um roteiro aparentemente complexo, temos um vilão genérico como os filmes da Marvel fazem. Algo do tipo “vamos dominar o mundo ou galáxia”, coisa que BvS tentou mudar mas foi criticado pela tentativa.

Em suma, Esquadrão Suicida é um filme genérico, com vilão e roteiro genéricos. É o filme que a crítica e alguns fãs queriam, agora apreciem o resultado.

Revisado por: Bruna Vieira.

LOJA DC 4
Comments