Connect with us

cinema

Existe uma conspiração para que não seja filmado O Símbolo Perdido?

Edilson Cândido Rezende

Published

on

LOJA DC 4

O Símbolo Perdido seria adaptado para os cinemas logo depois de Anjos e Demônios, mas o diretor Ron Howard anunciou que não dirigiria e o roteirista Steven Knight pediu demissão. O próprio Brown assumiu o trabalho e em 2013 todos os planos foram abandonados de uma vez pela Sony.

Trailer do filme Inferno:

O que me parece ser bem estranho, O Símbolo Perdido para quem não sabe, lida com a grande e enigmática maçonaria e tem a seguinte premissa:

 Chamado por seu amigo Peter Solomon para dar uma palestra em Washington, Robert Langdon viaja até a capital americana, mas ao entrar no palco para iniciar a palestra descobre que tudo aquilo foi uma forma de atraí-lo até ali para iniciar uma busca por um antigo portal místico que tornaria possível a Apoteose. Robert vê-se então forçado a colaborar com Mal`akh, vilão que esquematiza todos os passos de Langdon para que este decifre e revele o segredo da Pirâmide Maçônica, para que assim Mal`akh tenha acesso ao poder da lenda dos Antigos Mistérios. No desenrolar da trama Robert recebe ajuda de Katherine Solomon, irmã de Peter que está sendo mantido refém pelo vilão da história. Katherine é uma pesquisadora de um novo ramo da ciência, a Noética. Juntos vão decifrando os segredos escondidos na Pirâmide e se aproximando cada vez mais do grande Símbolo Perdido, palavra que quando entendida daria ao homem um poder sobre-humano.

Essa é a sinopse oficial, porém ao lermos o livro conseguimos associar várias figuras da história dos EUA, a maçonaria, e com um detalhe: “é tudo verdade”. Ficção e fatos históricos se misturam a leitura, ouso dizer que O Símbolo Perdido é melhor que Inferno, livro que esta sendo adaptado agora ao cinema. O fato do filme não ter sido feito é respondido pelo diretor Howard “Cinematograficamente, Inferno pareceu o próximo passo e nos empolgou muito. Mas O Símbolo Perdido é muito interessante e algum dia será aproveitado. Roteiros já foram escritos, mas nenhum fez com que eu, Tom [Hanks] e [o produtor] Brian Grazer nos olhássemos e disséssemos: ‘Precisamos filmar'” 

O Simbolo Perdido - Walpaper

Óbvio que não precisamos do livro para saber que a maçonaria exerce grande poder sobre a vida das pessoas e até mesmo da humanidade, tendo em vista que grandes figuras politicas e do campo empresarial que ditam de certa forma como serão nossas vidas são desta sociedade secreta. O que levanta suspeitas, na minha opinião, é que de fato “forças ocultas” trabalhem para que o livro jamais seja adaptado. O que é uma pena, tendo em vista que  O Símbolo Perdido é um dos maiores romances que já li na vida e não será tão cedo, pelo visto, adaptado. Os argumentos usados pelo diretor não convencem, tendo em vista que O Código Da Vinci e Anjos e Demônios possuem temáticas parecidas e lidam com a mesma organização “A Igreja Católica”, sendo adaptado em tamanha velocidade. 

O Símbolo Perdido é uma obra histórica, uma pena que para todos os romances de Dan, os roteiros estavam ótimos, e o que justamente poderia render como o mais polêmico de todos “tendo em vista as verdades históricas inseridas” não deve sair das páginas de um papel.

Revisado por: Bruna Vieira.

LOJA DC 4
Comments