Connect with us

e-Sports

Exódia da Keyd oblitera a sensação do campeonato Kabum

LOJA DC 4

A segunda série deste domingo trouxe o embate mais interessante do fim de semana, com a primeira colocada e invicta equipe da Kabum! contra a terceira colocada VivoKeyd, que havia sido derrotada na última semana e viu seus adversários diretos se distanciar no topo da tabela. Em duas partidas rápidas e bem executadas, VivoKeyd tira a invencibilidade da Kabum e embola o topo da tabela.

Na primeira partida da série vimos uma Kabum muito diferente da maneira como se apresentou nas semanas anteriores do CBLoL, com jogadas atípicas e chamadas controversas, além de um péssimo jogo por parte do caçador Felipe “Ranger” Brombilla com o campeão Skarner e do meio Matheus “Dynquedo” Rossini com o campeão Ryze, o que, em grande parte, tem a ver com ótimas atuações do meio da Keyd Gabriel “tockers” Claumann com a campeã Cassiopéia e de seu caçador Gabriel “Revolta” Henud que utilizou a campeã Sejuani. O jogo foi muito equilibrado e movimentado, com um enfoque muito grande das duas equipes na rota inferior, tanto da Keyd que buscava neutralizar o melhor jogador da Kabum Alexandre “Titan” Lima quanto por parte da Kabum, que queria que seu atirador crescesse na partida e pudesse ter um impacto grande no jogo. A Keyd levava vantagem no ouro e nos abates enquanto a Kabum se mantinha na partida através da investida dividida de seu topo Lucas “Zantins” Zanqueta com o campeão Trundle, conhecido por destruir as torres com muita facilidade. Tudo indicava que o jogo seria longo e balanceado, até que, aos 20:02 minutos de partida, imediatamente após o aparecimento do Barão Nashor no mapa a Kabum fez uma chamada para iniciá-lo contando com a habilidade ultimate de “Dynquedo” para teletransportar todos do time para dentro do covil, jogada inteligente e que quase funcionou, exceto pelo fato de que o incrível “Revolta” roubou o bônus e ainda eliminou o meio da Kabum com a ajuda de seu time. Dali em diante o jogo não teve mais equilíbrio e a Keyd conseguiu destruir o Nexus adversário pouco tempo depois e nem mesmo mais um Quadra Kill por parte de “Titan” foi capaz de salvar a partida.

A segunda partida foi ainda mais controlada por parte do Exódia, já que conseguiram, novamente, um foco na rota inferior e, desviando toda a atenção do caçador da Kabum para essa rota deixaram “tockers” e “Dynquedo” disputando em si o domínio da rota do meio, o que gerou uma grande vantagem para o jogador da VivoKeyd, já que havia escolhido o forte Azir, campeão sobre o qual tem muito domínio. Mesmo com o atirador  “Titan” e seu suporte Marcelo “Riyev” Carrara tentando comandar a equipe em direção à vitória, o time da Kabum pareceu perdido, estando sempre um passo atrás da Keyd em suas decisões e na execução de seu plano de jogo, além de não terem um posicionamento correto na maior parte das lutas em equipe. A partir de uma luta muito bem feita por parte da VivoKeyd, o time conseguiu conquistar o bônus do Barão e, como o meta no momento está muito voltado para a combinação desse bônus com o item Flâmula de Comando, algo que praticamente não tem nenhum tipo de contra-jogada, o Exódia conseguiu empurrar a rota inferior destruindo todas as torres e o inibidor, até que a Kabum decidiu comprar uma luta que não tinha condições de vencer e acabou vendo sua invencibilidade ir por água abaixo.

Na última semana do campeonato a VivoKeyd enfrenta a equipe da CNB, ainda sonhando com a classificação em primeiro lugar, apesar de precisar de uma combinação improvável de resultados para tanto. Já a Kabum tem pela frente a fraca INTZ, tentando consolidar sua liderança e a classificação direta para a grande final do CBLoL.

Comments