Connect with us

Fãs de alto perfil e meios de comunicação vão parar de dar cobertura a Game of Thrones, após a cena de estupro de domingo.

Relacionado: Review Game of Thrones T05 E06 

Relcionado: Sophie Turner E George R.R. Martim comentam cena de estupro

A cena em questão subiu rapidamente para o topo da longa lista de cenas controversas de Game of Thrones e deixou suas conseqüências. Assistindo Sansa Stark ser estuprada por seu novo marido Ramsay Bolton (enquanto Theon foi forçado a assistir) tem feitos varios fãs considerarem a abandonar a série.

Entre esses espectadores é a senadora americana Claire McCaskill, um democrata de Missouri, que muitas vezes trabalha com questões enfrentadas pelas mulheres. Farta com a cena de estupro, McCaskill chamou o episódio de “passeio rochoso” de Game of Thrones.

A senadora McCaskill não é a única aborrecida com Game of Thrones. Jill Pantozzi, editora-chefe da cultura geek-hub feminista The Mary Sue, oficialmente decidiu retirar toda a cobertura da série .

“Após o fim do episódio, eu estava eviscerado. Eu me senti mal do estômago. E então eu estava com raiva “, Pantozzi escreve, em um artigo explicando sua decisão. “Meu próximo pensamento foi: ‘Eu vou ter que gastar parte dos próximos seis meses, explicando por que isso foi uma coisa ruim’. Ainda haverá aqueles que ainda não o consideram como estupro. “

A frequência como ocorre estupro em Game of Thrones contribuiu fortemente para a decisão do Pantozzi. Além de Sansa, Daenerys, e possivelmente, Cersei Lannister, varias outras personagens têm sido vítimas de violência sexual na série .

“Algumas vezes você fica aborrecida com algo que você ama até o ponto de abandonar tudo”, explicou Pantozzi. “Isso é onde eu me encontro atualmente em relação a Game of Thrones. A equipe do The Mary Sue sente o mesmo. Você pode se sentir de forma diferente. “

A declaração de Pantozzi é forte e adequada para a gravidade dos recentes acontecimentos em Game of Thrones. A dependência da série em relação ao estupro e violação sexual de personagens femininas se tornou um hábito distinto e deplorável. O CDL através do nosso colunista Matheus Oliveira continuará a fornecer cobertura da série, na esperança de que as coisas poderão melhorar, mas apoiar plenamente o programa em relação aos recorrentes casos de estupro, está fora da nossa linha de pensamento, pois temos varias colunistas do sexo feminino e os administradores do site Edilson Cândido Rezende e Carla Rocha em nome de todo o site de maneira veemente, condena as recorrentes cenas de estupro de Game of Thrones.

Continue Reading
286 Comments
  • Alexandre Vieira

    Pessoal doente, desde que começou a série já sabem como é, e agora querem falar isso? Pelo amor de deus né? E outra, Se está tão aborrecida assim, mostra que o seriado é bom, que realmente trás o sentimento vivido por certo personagem para sua própria pele. GOT é o melhor seriado de televisão atualmente, é bobagem e besteira, tem filmes piores e não falam absolutamente nada. O que falta na cara dessa gente é vergonha em arrumar algo para fazer. Alias, “Feminista”, ta explicado… Conheço gente que ama a série e não reclama, mas as “Feministas” sempre tem que encontrar um alvo…

  • alex

    Agora mesmo tem um monte de mulher sofrendo com o estado Islâmico, pq elas não protestão contra isso, só podia ser estas Feminazis.

  • Kauê Paes

    Quando a Daenerys casou com o Drogo foi a mesma coisa, e cadê as criticas?

  • loumier27

    Porra, é uma história que se passa na ideia média fictícia e é um retratação disso. Estupros eram comuns.

  • Carlos Antonio Domini Vilas Bo

    O engraçado é que Homem na serie é queimado vivo, empalado, enforcado, decaptado, esfolado, capado, morto em combate , esfaqueado, flechado, etc. Não vejo ninguém chorando, mas basta alguma mulher sofrer violência que começa o chororó. A serie é sobre uma sociedade medieval, é logico ululante que vai ter violência, porque é sobre um período de selvageria e violência sendo que a real idade media foi o período mais violento da historia do ocidente, se não querem ver violência vão assistir os ursinhos carinhosos. Reclamar de violência numa serie violenta que retrata uma época violenta é quase uma piada, e uma piada hipócrita porque homem se fode de todo jeito na serie, mas ai é claro que não tem problema porque é só homem descartável morrendo.

  • Isso é ficção, fodam-se as fãs. Cheio de coisa errada acontecendo na vida real e elas se revoltando com uma obra que é baseada em atrocidades e barbariedades desde seu início. É como ir a um show do Canibal Corpse e se revoltar por eles não terem tocado uma música do Justin Bieber, não faz o menor sentido =P

  • Hugo Bastos

    Já leram os livros? NÃO? Então leiam, bando de desocupados vitimistas que adoram ficar de mimimi.

    Quando a Daenerys queimou uns caras lá em Mereen, quando o Theon teve seu brinquedo arrancado, ou quando o Oberyn virou pasta, ninguém falou nada. Ah, mas não pode encostar em mulher, né?

    Não vão fazer falta.

  • Caíque Amorim

    Esperava o que em uma era medieval? Comédia Romance? não fode porra.

    ‘Quando a Daenerys queimou uns caras lá em Mereen, quando o Theon teve seu brinquedo arrancado, ou quando o Oberyn virou pasta, ninguém falou nada. Ah, mas não pode encostar em mulher, né?’

    falou tudo Hugo Bastos.

    • Luiz Otavio

      Exatamente isso! Bando de moralista escrotos! usam isso pra aparece na mídia! A série retrata a era medieval e a mulher era tratada como lixo muitas das vezes… então qualquer fato histórico que depreciar a mulher eles vão dar ataque de pelanca? Me poupe!!

    • Reptile

      Porque essas coisas que você citou eram feitas a homens, agora que é mulher o trem do “mimimi” não tem freios.

  • Raquel Henriques

    Afinal, na idade média todos os homens eram cavalheiros, gentis e dóceis! O cara só estuprou a Sansa! Pff o que ele fez ao Theon ou a esposa anterior a Sansa não foi nada! Estupro não pode, agora, caçar uma garota com cachorros, sim! Esfolar um homem e mutila-lo, idem!
    Decepar outro e por a cabeça de seu lobo no lugar da sua, também!

    Hipocrisia ta mandando beijos. –‘

    • Cibele de Carvalho

      “Eu estou estou digitando com os pés, porque com as mãos estou aplaudindo.”

  • Dalete Zaine

    Sou mulher,e to achando esse mimimi desnecessário.Ah para,isso é de longe ,a coisa mais ..impactante mostrada na série.Como o colega ali disse,porque que não cuspiram fogo quando mostram mutilação,assassinato de crianças,cabeças esmagadas??repetindo,sou mulher, e não me sinto incomodada…

  • Fran Molina

    Enfiar espada na barriga de uma grávida tá de boa então, né? Por favor, façam a todos um favor e parem de assistir.

    Hipócritas da porra.

  • Levi Constancio

    Como se CADA episódio de GoT não fosse assim né?! A injustiça com o Ned, as crueldades de Joffrey, a luta de Oberyn, e por ai vai… A série foi feita pra provocar o ser humano e mostrar a ele seu pior lado, mas parece que tem gente que não percebeu isso ainda.

  • joão victor

    me pergunto onde essa galera burra tava quando cortaram o pal do theon fora… ou quando esfaquearam a barriga duma gravida, cortaram fora a cabeça do ned stark, e que tal quando a sansa tava sendo espancada pelo joffrey, ou quando o joffrey tava matando umas putas? e quando o joffrey tava humilhando o tyrion? a cena que o cão mate na cabeça de um pai de família e rouba a prata dele… de fato amigos, ainda bem que essa gente burra parou de assistir (y) estupro de fato é errado e qualquer pessoa com bom senso sabe disso, tanto que no episódio eles demonstraram isso como um ato vil e nojento de um personagem vil e nojento, agora querer me dizer que a serie faz apologia ao estupro?? meu deus, onde esse povo todo estava quando CORTARAM O PAU DE UM CARA FORA??? vão tomar no cu… gente burra é osso…

  • Vão tarde. Vão querer mesmo censurar o livro? huahuahuahuahuahuah

  • Igor Cunha

    Bom….independente de tal público a série vai continuar sendo um sucesso mundial,logo será que esse público fará falta ?

  • Lisiane Lima

    hahaahahahaha que gente idiota.

  • Edu

    Ainda não vi a nova temporada, mas acho q tanta gente sofre nessa
    série. Homens, mulheres, crianças, adultos e etc…Pra mim tem todo um
    contexto. Muitas coisas horríveis acontecem. Se fosse pra deixar de ver a
    série, era mais justificável deixar de ver desde o começo. Acho meio
    imbecil…Cada vez mais eu acho q se quer criar um audiência constituída
    apenas de retardados. Galera não sabe separar mais nada…Não assisti,
    mas pelo oq foi descrito, muita coisa pior aconteceu na série. Falam de
    ser algo constante, mas acho q o terror tbm é terror por ser constante.
    Se for por constância e gratuidade, as séries ou mesmo cinema estão
    cheios disso. Daqui a pouco pedem pro Jason matar só uma pessoa por
    filme, pq matar mais pessoas é desnecessário. Mesmo com toda essa
    violência gratuita, game of thrones, traz um universo bastante próprio, a
    série sem dúvida não é uma repetição. Vale muito a pena.

  • Lisiane Lima

    hahahahaaahha .. mas é cada uma ..não vão fazer falta ..bye bye

  • Marcos Xavier

    A HBO nao liga para cenas fortes pq a receita dela é unicamente de assinantes e nao de publicidade (que nao existe no canal). A unica forma de isso influenciar a HBO é se esse ofendidos forem muitos e cancelarem a assinatura do canal. MAS EU TENHO CERTEZA que esses babacas que tao falando isso baixam por torrent . Entao p4* no c* deles.

  • raíssa jacob

    Entendo os argumentos, e vou dizer o que disse pra um amigo: Acho que as pessoas não entendem que isso é retrato de uma série baseada em um modelo de sociedade completamente diferente do nosso. Temos que ser maduros pra entender e discernir isso.

    • Pamela

      O problema Raíssa, é que a HBO está saindo do contexto, eles estão acrescentando estupros e mais estupros desnecessários, como no caso da Cersei, no livro é claríssimo que ela aceita o ato já na série ela não me pareceu aceitar, fora as outras coisas que não fazem parte da história que o Martin criou.

  • Alexandre A. Campioti

    Eu acho essa serie uma merda, mas mais merda ainda é essa cambada de hipocritas e demagogos que agora querem fazer boicote contra uma serie de tv?, sabe onde realmente acontece estupros e violencia? no mundo real, mas se meter com o mundo real da trabalho e nao da ibope pra site né?

  • Adriano Beidacki

    E
    por que não abandonaram na primeira temporada? Onde uma menina é
    vendida pelo irmão para um bárbaro em troca de um exército, um guri foi
    morto por que o príncipe não foi com a cara dele e outro sofreu uma
    tentativa de homicídio por ter visto um ato incestuoso da rainha? Não
    entendi, esse pessoal tava vendo teletubbies daí mudou de canal e pensou
    que era a mesma série? Que tipo de problemas mentais esse povo tem?

  • Adriano Beidacki

    A Cersei não foi estuprada pelo Jamie, ela fez por que quis, nos livros isso é bem claro. Na série isso fica implícito.

    • Pamela

      No livro fica claro que ela aceitou o ato, na série não.

    • Bob

      no enterro do joffrey no livro e na serie, nao foi exatamente pq ela quis, mas ela cede no meio do caminho…

  • Adriano Beidacki

    O que são “Fãs de alto perfil”? Agora esse povo tá se achando melhor que as multidões de fãs que curtem a obra do Martin? Ai por que eu sou alto perfil, vocês tem tudo que me seguir nhé nhé nhé! Se eu me atirar no poço, vocês tem que vir atrás mimimi! Ahh VÃO SEF$%#!

    • Pamela

      E “fãs de alto perfil”, são fãs públicos, fãs que tem seguidores. Tais como Barack Obama, Beyoncé entre outros.

  • Foda-se.

  • Pingback: Sophie Turner e George R.R. Martin comentam cena de (SPOILER) do último episódio de 'Game of Thrones'()

  • Lui Spin

    Já vão tarde. Bom que não reclamam mais.

    Os livros e a série é violenta, não só com as mulheres. Homens, crianças, idosos, animais também sofrem.

    • Victor Rodrigues De Oliveira

      Ai n kra, com animais n… kkkkkkk

      • Lui Spin

        Não? E os lobos dos Starks que morrem?

  • Axel Gaita de Foley

    Aiai, essa gente que acha que era medieval era só poesia e rosas sendo atiradas de janelas.

  • Caio

    Foda-se, foda-se, foda-se, foda-se, foda-se, foda-se, foda-se, foda-se, foda-se

    • Rodrigo

      HUAHUAHUAHUAHUAHUAH

  • Diego

    Tava demorando. O pessoal do politicamente correto até que tentou entrar no barco da moda, mas não aguentou.

  • Raphael Malta

    Falaram que vão deixar de ver exatamente porque são pessoas públicas. Querem mostrar de alguma forma que estão indignados com isso e falam que não vão mais assistir, mesmo sabendo que é uma série da idade medieval e entendem que esse tipo de coisa acontecia na época. Tenho certeza que vão continuar assistindo “escondido”.

  • Fernando Caninéo

    O patrulhamento não dorme. Por esse raciocínio se vetariam filmes que mostrassem a crueldade da escravidão. Que a violência nos choque para que não permitamos voltar a acontecer e jamais prevaleça.

  • Alexandre M. Janciauskas Jr.

    Vão todos tomar no cu, tentando alto promoção encima da série, bando de fdp, certeza q fazem umas baixarias na cama e querem mostrar pudor, é só sair uma sextape deles q a gente fica sabendo como pensam de verdade esses hipócritas, mamem me!!!!

  • Matheus Larrubia

    Tudo feminista chata, já era de se esperar.

  • lixobm1 nada

    tentando se promover em cima de uma série famosa esse lixo de site e vc seu colunista de jornal de cidade de mil habitantes vai tomar no seu cu

    • Mrvideogame Leonardo Griebler

      velho ele só transmitiu a noticia ele mesmo não criticou a serie só
      falou fatos que estão acontecendo em relação a ela até não vi no texto a
      opinião pessoal dele sobre a cena

  • KawaiiBets

    Deveria ter vergonha de escrever uma coisa dessas

    • Mrvideogame Leonardo Griebler

      Ele só transmitiu a noticia ele mesmo não criticou a serie só
      falou fatos que estão acontecendo em relação a ela até não vi no texto a
      opinião pessoal dele sobre a cena

      velho ele só transmitiu a noticia ele mesmo não criticou a serie só
      falou fatos que estão acontecendo em relação a ela até não vi no texto a
      opinião pessoal dele sobre a cena

  • MeSSJoKeR

    “Como posso fazer para alavancar meu website?”
    “Já sei! Vou escrever um texto, no mínimo, idiota sobre um tema em alta para gerar acessos! Sou um gênio!!”

    – Edilson Cândido Rezende
    Estudante de Direito, Escritor, Produtor, Editor e Presidente Do Site Cabana do Leitor.

    • Mrvideogame Leonardo Griebler

      velho ele só transmitiu a noticia ele mesmo não criticou a serie só falou fatos que estão acontecendo em relação a ela até não vi no texto a opinião pessoal dele sobre a cena

      • MeSSJoKeR

        “A declaração de Pantozzi é forte e adequada para a gravidade dos recentes acontecimentos em Game of Thrones. A dependência da série em relação ao estupro e violação sexual de personagens femininas se tornou um hábito distinto e deplorável. O CDL através do nosso colunista Matheus Oliveira continuará a fornecer cobertura da série, na esperança de que as coisas poderão melhorar, mas apoiar plenamente o programa em relação aos recorrentes casos de estupro, está fora da nossa linha de pensamento, pois temos varias colunistas do sexo feminino e os administradores do site Edilson Cândido Rezende e Carla Rocha em nome de todo o site de maneira veemente, condena as recorrentes cenas de estupro de Game of Thrones.”
        Você leu o texto?

        • Mrvideogame Leonardo Griebler

          Sim mas essa é uma frase que esta entre aspas no caso é uma citação não que ele mesmo tenha falado isso

          • MeSSJoKeR

            Você é penas um imbecil que repete a mesma coisa o tempo inteiro ou um troll. Qualquer que seja a opção correta, não vale a pena continuar discutindo.

  • Victor Sena

    chora mais feminazis

  • Fabio Guolo

    “A frequência como ocorre estupro em Game of Thrones…”
    Vou te contar um segredo: isso acontecia com MUITO MAIS FREQUÊNCIA na idade média, período análogo ao retratado na série. Posto isso, Game of Thrones apenas retrata uma realidade que já existiu em nossa sociedade e não é responsável por tal realidade, muito menos faz apologia para que estupros aconteçam. Nada mais. Na verdade não vejo propósito algum nessa crítica e como fã jamais deixaria de assistir a qualquer série por ela retratar certas realidades que existem ou já existiram, sejam quais forem. Os ofendidos, provavelmente compactuam com o jargão popular “o que os olhos não veem o coração não sente” ou talvez nunca tenham sido fãs de verdade do autor, livros e série. Vai saber…

  • Rodrigo

    Olha, será um favor pessoas que pensam assim parar de acompanhar, assistir e fornecer cobertura da série. Outro dia vi exatamente o contrário em outro site que o seriado tem a temporada mais leve até agora se comparado com as outras 4. “A HBO está saindo do contexto do livro”, que bom, fique só com os livros então, deixe a serie pra quem gosta. Acho que “todo o site” inclusive os ilustres Carla Rocha e Edilson Cândido Rezende deveriam assistir “Spartacus” pra saberem o que é estupro e violência.

  • Mrvideogame Leonardo Griebler

    Ele só transmitiu a noticia ele mesmo não criticou a serie só
    falou fatos que estão acontecendo em relação a ela até não vi no texto a
    opinião pessoal dele sobre a cena

  • Claudio Guio

    A série é baseada em uma idade média fictícia… vcs queriam o que??? povo mais chato…..

    • suelensuu

      Tinha dragão na idade média fictícia?
      Não. Mas colocaram assim mesmo. Logo, não tem justificativa definitiva do porquê ficar enfiando tanta cena de violência sexual e de forma tão gráfica. Agora tudo é chatice?

      • Julio C.

        Idade média FICTICIA. Dicionario priberam da lingua portuguesa `fic·ção: 2. Invenção fabulosa ou engenhosa.

        Se voce se sente ofendida com a serie, ou nao gostou do que viu, simplesmente pare de assistir a série. Não há motivo para voce vir aqui tentar impor suas ideias moralistas com o intuito de censurar a série. A televisão e qualquer outra forma de entertenimento deve ser livre, e nao ficar sempre sendo censurados por pessoas com a cabeça do tamanho de uma uva.

      • Vitor França

        SIIM! É Chatice, porque as ocorrências de abuso sexual,estupro e violência sexual de um contexto geral,eram EXTREMAMENTE Verificadas na idade média. visto que não havia punição pra tal,e as mulheres eram objetos.

      • Max Leme

        HDUASDHUASDHUSAHDUSA acho q ela n sabe oq significa ficticia kkkkkkkkkkkkkk

      • João Marcos

        Tu sabes oq significa fictícia ?

      • Gualtiero

        Game of Thrones é proibido para menores de 18. Contém cenas de: Incesto, estupro,
        tortura, assassinato, traição, manipulação. A história de Game of Thrones não é uma simples alegoria, porém retrata muito bem a as qualidades e defeitos humanos REAIS como: busca por glória, ganância, honra, amor, fanatismo, coragem, medo, vaidade, ira, vingança, etc.. Além disso, Westeros(continente ) vive um sistema de
        governo baseado no feudalismo, vivenciado na Idade Média.
        Sugiro que parem de assistir mesmo. Essa série não foi feita pra quem não enxerga o lado mal do ser humano e não consegue se controlar.

        • Luiz Loyola

          Falou tudo ,e tem mais no livro e bem mais detalhado,ai fico pensando imagina se fosse igual no livro meu deus ia ter essas mal comidas que iria morrer de inveja .

      • Lukas Centini Argolo Cassali

        Sua imbecil de merda!!!!!! Poderia ter até o exterminador do futuro montado no Barney dinossauro se o autor quisesse!!! Por isso mesmo que é “”””FICTÍCIO””””” não sabe o significado dessa porra e vem argumentar o que aqui???? VAI TOMAR NO MEIO DO SEU CU SUA IDIOTA!!!! Existe uma coisa chamada livre arbítrio!!! Eu mesmo nunca assisti 1 apisódio se quer dessa série pq não gosto!!! é só fazer o mesmo sua filha da puta!! não corta o barato de gosta da série!!!!!

        • Camila Costa

          nossa omi, parabéns, você ultrapassou todos os limites do desrespeito às minas. parabéns mesmo.

      • Luis Fernando

        O dragão faz parte do legendário da Idade Média real, normal que fosse apresentado como um ser real em uma época fictícia. Mesmo que não seja uma idade média real seria a época mais próxima em que poderíamos situar a série em nosso mundo. E essa foi uma época extremamente cruenta e violenta. Uma série com valores modernos naquela época soaria totalmente inverossímil. Isso sem contar que a violência não poupa ninguém lá, seja animal, criança, homem ou mulher. E nem deve poupar, não é uma série engajada.

  • Gualtiero

    Game of Thrones é proibido para menores de 18. Contém cenas de: Incesto, estupro,
    tortura, assassinato, traição, manipulação.
    Tudo o que se passa ali, não foi criado pela série ou pelo autor. São produtos da mente humana que existem há muito tempo.
    Sugiro que parem de assistir mesmo. Essa série é sobre disputa de poder, e tudo aquilo que envolve. Não foi feita pra quem não enxerga o lado mal do ser humano.

  • Jonny Brandão

    qm quiser para de assistir vai com deus q se foda

  • Fernando Pinheiro

    Ahhhh!!!!
    Santa babaquice, Batman!!! Desde de quando arte, seja ela qual for, tem
    que ser politicamente correta e didática? Se querem assistir algo
    “certinho”, assistam os desenhos clássicos de conto de fadas do
    Valdisnei. E mesmo assim, não terá cena de estupro, mas terá a
    princesinha, fofinha e submissa que tem como o maior objetivo de vida encontrar o príncipe
    encantado. Pelo jeito não se pode então fazer filmes onde se tem psicopatas, ladrões, estupradores, assassinos, loucos, … . E se fizerem, tem que ter um final feliz e não mostrar nada? Sexo só pode ser papai com mamãe e com lençol por cima? Mostrar um cena de estupro, não é incentivo a tal. Alguém quando assiste uma cena de assalto, glorifica o assaltante e sai por aí assaltando? É uma obra de ficção e pode ou não retratar a realidade. Que mundo essa galera vive?
    Existem personagens femininas fortes na série e existem as que não o são. C’est
    la vie. A cena em questão insinua mais do que mostra e retrata um cara
    totalmente psicopata. Quando Ramsay Bolton capou o Theon, houve algum reboliço para não se seguir a série? Depois de tantas temporadas, alguém ainda não
    entendeu qual é da série? A violência na série é compatível com a obra literária e não poupa ninguém, seja mulher, homem, criança, anão (rsrs), animais, … etc. Por que, quem não gosta, insiste em
    assistir e se “chocar”? Wonderland certamente não faz parte de Westeros. Sejamos politicamente corretos nas nossas vidas reais, no mais, me poupem de tanta asneira e falso moralismo. Bye

    • Kayanne Incarnato

      Exatamente! Compartilhei o link e vim ler os comentarios. Dividimos a mesma ideia.
      Obras literarias. Fim.

      • Fernando Pinheiro

        Pois é, a esquizofrenia da revolta seletiva sem noção está rolando solta. É tanta energia gasta a toa discutindo e de forma tão limitada, que não sei se rio ou se choro. Pensando bem, é melhor gargalhar. rsrsrsrsrs. Que venham mais cenas “polêmicas” nos próximos episódios !!

  • Jaqueline Leobet

    Eu acho eh pouco…uma pesquisadinha rapida nos instrumentos de tortura da idade media já da uma ideia que a coisa era bem mais forte…

  • Cícero V. A.

    Quanto mimimi….

  • Laura Lena B

    Ai por favor esses comentários, porque homem acha que pode opinar em questão de estupro? Sério, você não tem como sentir o que uma mulher sente então boquinha fechada, e ainda tenho que ouvir que é frescura, meu, vou chamar chute no saco (que a dor não chega NEEEEEEEEEEEM perto) de frescura, para de mimimi machinho. Sério, eu tento não xingar vocês e não ser estúpida mas a minha paciência tem limites. Outra, Daenerys e Cersei não foram estupradas nos livros, porque o diretor da série fez essas cenas virarem estupro? Eu acho que no caso da Sansa, foi mega forte, e SIM FOI UM ESTUPRO, mas se não foi criado do nada, aquele Ramsey é um demônio e não uma pessoa. Mas fico mt triste que transformaram duas cenas em estupro sem necessidade, isso sim.

    • João Vítor

      Eu diria também que é mega forte vista fora de contexto, mas a serie já habituou a esse nível a 5 anos, porque a revolta surgiu só agora? Não me lembro de petições quando foi a Daenerys…

      • acredito que isso foi a gota d’agua principalmete pq sansa nao deveria estar em winterfell.

      • nicolau

        Foi pq era a sonsa stark

    • kelven

      Simplesmente desligue sua tv e não assista mais, ja que está incomodada com a série.
      É só uma série de tv, não realidade para gerar tanta polêmica

    • nicolau

      esse comentário é bem misandrico. Querer calar o homem pq n temos vagina, querer calar a boca d opiniões.Imagina c fizessemos isso com vcs mulheres. Kd sua lberdade d expressão?Vcs n sao super a favor disso? Ops esqueci, é só qnd lhes convem

      • Camila Costa

        exceto que misandria não mata, mas misoginia sim. Mas não, não. Vamos reclamar da misandria COMPLETAMENTE JUSTIFICÁVEL das minas.

        • lucas

          sua doente como misandria mata e misoginia nao mata? doença so pode

          • Camila Costa

            Querido, você leu errado. Eu disse que misandria não mata. MISOGINIA SIM. Milhares de mulheres morrem por segundo NO MUNDO por causa da misoginia. Porque macho acha que pode matar só porque é mulher. Acha que pode bater só porque é mulher. E doente? Doente é você, que pelo visto não sabe ler e interpretar uma frase perfeitamente clara.

          • Camila, se 1000 pessoas morressem por segundo no mundo em 1 dia teriam morrido 86 milhões de pessoas, em 1 semana a América do Sul já estaria deserta e em 1 mês seria a extinção humana hahahahahah

          • Camila Costa

            Ai querido, se você leva tudo ao pé da letra o problema é seu. Mas beleza, vou explicar porque tá difícil macho entender as coisas hoje em dia: isso se chama exemplificar. Exemplificar com fatos, pra ser mais exata. Pode até ser que não morram milhares de mulheres por dia, mas você sabia que a cada 10 mulheres, 6 serão/foram estupradas? Isso é um dado que você pode jogar no google pra encontrar. 70% dos estupros são cometidos por familiares, namorados e conhecidos. Fora a violência doméstica, que PODE NÃO terminar em estupro, mas deixa um grande trauma na vida.
            Então, assim, pra uma cultura que já é enraizada NO MUNDO, passar uma cena embelezada numa das maiores séries dos últimos tempos, que já tem histórico de ter um publico machista, É MUITO PROBLEMÁTICO. Porque galera vem tentando arrumar desculpa pra uma cena que não existe, que foi gratuíta, que foi desnecessária, que foi chocante. “Ela não disse não”, “Ela já tá casada”.
            Machistinhas fãs de GoT vão começar a achar que ficar calado é consentir. Vamos deixar claro? Ramsay é sádico, louco, psicopático. Se ela tentasse lutar, provavelmente acabaria morta, e ela sabia disso. Não quer dizer que estava consentindo. E é justamente por todos JÁ SABERMOS que Ramsay é assim é que torna a cena ainda mais desnecessária. Ninguém precisava disso pra comprovar a crueldade dele.
            “Ela já tá casada”. Beleza. Onde é que tá o contrato de que casar implica e obriga ato sexual? Se ela quiser deitar e dormir, ela que deite e durma. O cara, por mais casado a ela que esteja, não tem o direito de relar um dedo num fio de cabelo dela se isso não for consentido.
            Então, pois é. A cena é desnecessária. A cena perpetua uma cultura pela qual lutamos para terminar. A cena embeleza o estupro e faz parecer bonitinho, quando na verdade é traumático, é crime. A cena arruma justificativas para algo que o único culpado foi Ramsay, e não a Sansa calada, ou casada, ou de vestido, ou no quarto dele, ou whatever;

            Espero que isso tenha iluminado um pouquinho sua mente, miga.

          • Primeiro vc disse “pelo visto não sabe ler e interpretar uma frase perfeitamente clara.”, agora você apela para simbolismos. Eu chamo isso de falácia.

            Sobre a discussão do estupro na série, deixo vocês se debaterem, no meu entendimento essa é uma obra de ficção, logo não deve sofrer interferências políticas ou morais, assim como não pedimos menos traição nas novelas e menos homicídios nos files de ações.

          • lucas

            sua doente fala que eu li errado e fala a mesma coisa que eu disse como uma mata e a outra não? que mentira agora homem mata mulher por ser mulher mas mulher não mata homem ? kkk acho que um psiquiatra pra você.

          • lucas

            sua ignorante não sabia que havia um grupo por ai matando só mulher kkkkk você só me faz rir mas me fale como misandria não mata? ou esquece das feminazi que falaram que deveria extreminar 90% dos homens ou que deveria castra todos os homens? e milhares de mulheres morrem por segundo? kkkk além de idiota não saber fazer conta morre em média 5 mil mulheres ao ano enquanto morre 55 mil homens por ano e ainda fala que misandria não mata?

    • Carlos Eduardo Pessanha

      Difícil e ter que ouvir “Ai por favor esses comentários, porque homem acha que pode opinar em
      questão de estupro?“, sabendo-se que por mais que em menor numero, homens também são estuprados, e crianças independente do sexo, também são violentadas com frequência por estranhos ou parentes. Homens podem sim opinar em questão de estupro, desde que seja de forma construtiva. Se não for de forma construtiva, ate mesmo a opniao de uma mulher sobre o assunto e descartável. “Sério, você não tem como sentir o que uma mulher sente então boquinha fechada“, somente quem passa por uma situação desse tipo, sabe o sentimento que é, independente de sexo ou gênero. Essa é minha humilde opinião.

    • Quem articulou o fim da escravidão no governo não foi um escravo (nem sequer um negro). Quem defendeu a liberdade ao voto das mulheres não foi uma mulher. Quem apresentou a primeira proposta em defesa a liberdade sexual não foi um gay. E você quer mesmo censurar alguém “só pq essa pessoa não passou por determinada experiência”? Facepalm épica para sua tentativa de impor censura, na próxima apresente argumentos, menos segregação, por favor.

      • Simone De Abreu Pereira

        Ivan, seu argumento é falacioso. Claro que não foram as minorias que legitimaram a conquista de suas árduas lutas, afinal eles eram MINORIAS e portanto, não detinham o poder. Mas obviamente foram eles que lutaram para que os poderosos decidissem apoiá-los. O que está em questão aqui não é morte ou violência, mas o que esta NATURALIZADO socialmente e o quanto o seriado pode aumentar essa naturalização. Ngm sai por aí arrancando cabeças, ou capando homens, MAS ESTUPRANDO, sim. É disso que estamos falando. Enquanto o GOVERNO gasta milhões em campanhas contra o estupro, um seriado assistido por milhões de pessoas, tanto na TV fechada quanto na internet, destroem todo um trabalho de conscientização. Segregação é exatamente o que o seriado está fazendo.

        • Vc tem idéia que o seriado é uma reprodução de um livro fantasioso, né? Ou devemos acabar com os homicídios do filme Mercenários para inibir a violência? Ou acabar com as novelas para inibir traição?

          Você concorda que não são as minorias quem legitimaram as conquistas, então pq um homem em defesa das mulheres não pode “opinar em questão de estupro” como dito pela Laura? Qual apelo eu empreguei na falácia?

          • Feracitus

            e a feminista correu.

    • Edu

      Acho muito caída essa ideia de q uma mulher pode falar por todas as
      mulheres a respeito de estupro e o homem não. Então ninguém fala sobre
      política sem ser político, ninguém fala de drogas sem ser drogado. Na
      sua lógica ninguém pode se preocupar com ninguém q nasceu em condições
      diferentes. Sobre as diferenças entre o livro e a série, o q c diz pode ser até plausível de fato, se não foi estupro no livro. Ao mesmo tempo, não é a primeira vez q coisas diferentes ou mesmo indesejadas foram feitas em adaptações. Talvez valesse a pena ter menos estupros, mas talvez valesse ter menos muitas coisas na série. Acho q quando se trata de terror, tbm é terror pela constância. A forma como a pessoa vai ser influenciada, se do lado do oprimido, do opressor ou nenhum dos lados, é muito mais questão da educação do indivíduo. Ele não precisa da série para influencia-lo, pois em todo lugar ele v isso. Acho q depende muito mais da cabeça da pessoa. E acho até meio retardada essa dificuldade de ler contextos. Game of thrones, tem todo um contexto para milhares de atrocidades, mas acho não se pode esperar q audiência tenha mente tão fraca, embora pelo visto tenha.

  • june

    Querem combater a violência contra mulher por favor parem de ficar policiando de forma ditatorial e imbecil obras da literatura e vão ter contato com mulheres vitimas de violência.Conheço mulheres que foram estupradas e não perdem o tempo com mimimi desnecessários.Mudem a lei e punam com rigor estupradores ao invés de ficar na internet falando merda.

    • Luan Borges

      Sério que você está dizendo que a reclamação de uma vítima de estupro é “mimimi desnecessário”?

      • Hudinho Machado Bjj

        Luan Borges o que esse povo tá falando do estrupo na série Game of Thrones que não aconteceu na vida real, é mimimi desnecessário foi isso que ele quis dizer, em vez de trabalharem e mudar as leis para que não aconteça na vida real, ficam com mimimi desnecessário na série.

      • andre mota

        para de interpretar da forma que você quer e não como realmente é dito….

  • David Santos

    frescura da porra

  • Arya

    foda-se 1000x

    • Camila Costa

      basicamente você tá dizendo que o problema não é PERSONAGENS FEMININAS SENDO ESTUPRADAS GRATUITAMENTE, mas sim uma mortezinha sem graça?
      Ah, tá.
      Miga, prefiro morrer.

      • Marco Ribeiro

        “Personagens femininas sendo estupradas gratuitamente”… e se fossem personagens masculinos sendo estuprados estaria tudo bem pra você? só nesse comentário já dá pra ver que você se preocupa mais com abominar o estupro contra a mulher do que abominar o estupro como prática independente de contra quem… O problema é quando o feminismo começa a tentar proteger a mulher (o que acho certo, principalmente nos dias de hoje onde as pessoas estão [ou pelo menos deveriam estar] mais esclarecidas) e ao fazer isso difere a mulher do homem de uma forma que esquece que ambos são da mesma raça.. e que ambos merecem respeito… que tal menos “violência contra a mulher” e mais “contra a violência em si”… todos sairíamos beneficiados… (o que não responde minha opinião a respeito do assunto de GoT.. essa opinião também está escrita mas em outro post aqui..)

        • Camila Costa

          Eu falei no feminino porque nenhum homem foi estuprado na série. Isso não quer dizer que ‘homem tudo bem’. E mais, meu caro, mesmo os homens que são estuprados (e sim, eu abomino o estupro de homens também. Aliás, abomino o estupro a qualquer ser vivo) são estuprados POR OUTROS HOMENS em sua grande maioria (note que não estou dizendo que mulheres não estupram. Estou dizendo que a maioria esmagadora dos estupradores é composta por homens). Então, antes de querer silenciar o movimento feminista por leituras mal interpretadas (até porquê, qual seria o motivo de falar sobre estupro de homem em relação a essa série de TV se nenhum homem é estuprado aqui?), primeiramente se informe. E não tente defender homem. “menos violência contra a mulher”??????????? Como assim? Passamos nossas vidas inteiras sendo subjulgadas, menosprezadas, abusadas e intimidadas APENAS POR SERMOS MULHERES. Falemos de “menos violência em si” quando a mulher for devidamente respeitada como PESSOA.

    • Fábio Monteiro

      Não concordo inteiramente com Nayara, mas tá aí um argumento de uma mulher inteligente. Oh Furiosa, tá vendo a diferença?

  • Bia Wundrack

    A merda não é o que acontece com personagens ficticias, mas o que acontece diariamente, varias vezes ao dia e com mulheres bem reais! Isso pra mim é cegueira seletiva, longe dos olhos, longe da realidade! TEM Q MOSTRAR ESTUPRO SIM! Este debate precisa estar presente para enfrentarmos o problema.

    • Rafael

      Parabéns! Penso o mesmo. TODAS as três cenas de estupro de GoT enfatizaram o quanto que aquele ato cometido foi vil e repugnante, jamais (ao MEU ver) usando uma abordagem fetichista do tipo: veja como é sexy assistir a um estupro. Sempre se mostrou o sofrimento de quem é vítima. Foram cenas repulsivas, que causam mal-estar? Claro que sim, esse era o objetivo, e qualquer pessoa que não enxergue a crueldade (e estupro é apenas mais uma das ferramentas de crueldade pelas quais os personagens de GoT passam) de tais atos deveria fazer tratamento, assim como também deveriam fazer tratamento as feministas que escreveram textos devendendo que GoT é um “Guerra contra as Mulheres”, pois a série não glamouriza estupro em nenhuma momento, sempre fica evidente (para pessoas com algum senso crítico) que é um ato abominável.

  • nicolau

    O q o GoT devia mudar é parar d dar tanta atenção a cenas d sexo. Sabemos q tem mt sexo na idade média, mas n precisamos ver isso 40% do tempo do episódio rs

  • Leandro Araujo

    Em quanto todo mundo ta preocupado com as mulheres violentadas na ficção (fazem isso só pra chamar a atenção que eu sei), tem outras sendo violentadas na realidade…

  • Douglas Quintanilha

    1° A HBO é canal fechado, ninguém esta sendo forçado a assistir… não gosta? tem cenas pesadas demais? Muda de canal ou desliga a TV!!!
    2° Se não consegue diferenciar ficção de realidade então não reclama e nem fica de mimimi para ganhar atenção bancando defensor dos fracos e oprimidos.
    3° Quer ajudar na luta contra violência sexual ou qualquer outra causa? Tira a bunda da cadeira e vai fazer alguma coisa de útil para melhorar a sociedade, porque ficar atras de um computador criticando seriado ou novela ajuda em p%#$& nenhuma. Violência sexual, independente do sexo e idade das vítimas é uma triste realidade, tentar censurar qualquer cena fictícia não vai acabar com os crimes da vida real, apenas vai evitar de lembrar de um assunto ruim.
    4° E ninguém vai se tornar estuprador ou defender tal crime porque uma série mostrou uma cena de estupro; Ninguém vai se tornar homossexual porque a novela das 9 mostrou beijo gay; Ninguém vai se tornar assassino por causa de jogos violentos.

    • Marco Ribeiro

      Concordo plenamente… coisa mais ridícula essa de ficar de mimimi pq “ai meu deus.. a série (que se passa em uma época fictícia, num mundo fictício, com personagens fictícios) está incentivando e/ou banalizando o estupro, não posso deixar isso acontecer! temos (nós mulheres) que ser unidas e blablabla.. não podemos deixar isso acontecer… (como se o pior inimigo das mulheres não fosse as próprias mulheres [admitam.. vcs competem entre si com ferocidade de uma forma quase animal.. todos os dias.. o tempo todo..já a centenas de anos.. provavelmente milhares…])” e as pessoas que aparecem nos noticiários todos os dias que de fato foram estupradas na vida real? essas pessoas que estão de mimimi também ficam escrevendo notas de repudio nos sites, no face e querendo fazer abaixo assinado por cada uma dessas vitimas também? Lhes pergunto se ao invés de as feministas fazerem marcha contra a violência contra a mulher, pq não fazem uma marcha contra a violência em si..? independente de sexos.. pq uma vez que acabe a violência em si, nem a mulher nem o homem iriam sofrer.. mas não… a mulher que tem que ser a protegida… já vi diversos vídeos de experimentos sociais… onde em alguns deles o cara apanha da namorada em publico e fica todo mundo rindo… fofocando… olhando.. dai quando o homem finge que vai bater na mulher aí aparece 9849238423 protetores pra fazer “justiça”… a “justiça” não deveria ser igual?? ou já virou um caso igual ao do negro que pode usar uma camisa escrito 100% negro e ninguém vê nada de mal (afinal ele está dizendo que tem orgulho de sua raça “apesar de tudo” [como se fizesse muita diferença na integridade e capacidade de uma pessoa a cor da pele dela…]) mas um branco não pode usar uma escrito 100% branco pq se não ele é um neo-nazi…. Pelamor.. a sociedade está doente… E digo mais, é exatamente o exemplo que o Douglas colocou.. ninguém se torna tal coisa por assistir outra… eu sempre joguei jogos violentos.. gta..e etc… e nunca tive propensão a roubar um carro ou um caminhão e sair atropelando todo mundo…. também sempre assisti Spartacus (que por sinal tem cenas muito mais fortes de estupro e violência com ambos os sexos do que em GoT e que não teve nem a metade de todo esse mimimi) e mesmo assim nunca tive nenhuma vontade de sair arrancando cabeças e estuprando todo mundo… O “politicamente correto” hoje em dia saiu de uma atitude correta e positiva pra sociedade e passou a ser uma espécie de doença… as pessoas estão cada vez piores com isso.. daqui a pouco se uma mulher sair na rua e for atravessar a rua e o motorista do carro estiver com pressa e não esperar e passar primeiro que ela, ela vai processar e escrever notas de repúdio falando que ele não respeitou ela pq ela é mulher e mimimi… e isso não é nem só com feminismo.. é com tudo… em todas as áreas….

    • andre mota

      é tudo para elas alimentarem o próprio ego…

  • Rodrigo S. Rosa

    o que eu li… “mimimimimimimimim crycrycrycrycrycrycry mimimimimimimimim crycrycrycrycrycrycry mimimimimimimimim crycrycrycrycrycrycry mimimimimimimimim crycrycrycrycrycrycry mimimimimimimimim crycrycrycrycrycrycry e mais mimimimimimimimimimi.”

  • Leonardo Silva

    E quanto ao cara que teve o rosto esmagado pelo Montanha, o soldado decapitado no episódio 1, o Ned Stark, Robb, o bebê da Daenerys sacrificado em um ritual de magia negra, o filho do fulano morto e arrastado a mando do pirralho Joffrey, mais bebês sacrificados aos montes, mas dessa vez pra se tornarem White Walkers, outro ali estribuchado e estripado, quanto a isso tá OK porque foi com homem…

    … agora com mulher é inadmissível…

    Ah, femimimiministas, vão arrumar uma pi… lha de louça pra lavar, vai (ia escrever outra coisa mas deixa). aff.. >:(

    • Renato Santos

      Castrar homens sadios e escravos, por puro prazer, tmbm não tem problemas. “Castrar o Theon Greyjoy? ah, grandes coisas… ele merecia!”

    • Mônica #NOCONTROL

      Foi por essas coisas que abandonei a série na 3ª temporada, é faltou estômago mesmo…não suportei tanta insensibilidade,frieza…afinal, é só um livro de um escritor psicótico…quem disse que eu tenho que dizer amém pra ele? grande escritor pq?Just bullshit..assistir barbárie, assisto o noticiário…

      • Leonardo Silva

        Insensibilidade, frieza, selvageria e barbárie… Tudo isso faz parte da natureza REAL dos seres humanos, que apenas escondem esses traços por trás das máscaras sociais que criamos.

        A grandiosidade de George Martin está justamente em desnudar essa realidade diante dos nossos olhos em uma narrativa impecável e fiel do que é nossa espécie quando submetida às pressões “certas” em ambientes desprovidos de justiça, onde o Estado de Direito é para pouquíssimos privilegiados (as vezes nem isso) e onde superabunda a oportunidade de se fazer o “mal” sem que haja o controle social e a possibilidade de se pagar por seus crimes.

        Os estupros coletivos e os genocídios que os dothraki fizeram aos povos que foram dominados por eles (em especial aos lhazaren – que levou uma bruxa deles a se vingar de Khal Drogo e seu filho não-nascido, os fazendo morrer incapacitados), a morte das criancinhas em massa nas vilas subjulgadas e tantas outras atrocidades cometidas em nome de interesses próprios em nada se diferem do mundo real. Se duvida, estude a nossa história, ou apenas observe o que o ISIS faz com as nações dominadas hoje em dia, só para exemplificar.

        De certa forma esse tipo de obra faz as pessoas refletirem um pouco sobre o mundo real e sobre a si mesmas. Não é como se o autor fizesse apologia ao comportamento, muito pelo contrário, ele apenas expõe visceralmente e em praça pública aquilo que todo mundo teme e gosta de esconder, para que cada ato e desfecho possa ser escrutinado e devidamente julgado por sua audiência.

        No fundo, a obra nos faz sentir até mesmo uma certa necessidade de urgência em sermos melhores uns com os outros, apenas para que ao compararmos nossas vidas com o espelho que cada personagem é, não nos identifiquemos ou temamos nos identificar com aqueles que apresentam as piores desvirtudes.

        O mundo não é perfeito, a justiça nem sempre chega, pessoas boas podem cometer crimes terríveis dadas as circunstâncias apropriadas e o bem nem sempre triunfa no final. É essa a mensagem precisa da obra. E cabe a nós a capacidade de lidarmos com esse tipo de realidade, porque ela é o que é.

        Em uma coisa você tem razão: não é uma obra pra ser vista por qualquer um. Não é para criancinhas, para os fracos de espírito, para os pseudo-púdicos horrorizados melindrosos, ou para os adultos infantilizados, é para pessoas que não tem medo de encarar os demônios da existência de frente e que não precisam viver cercadas de alegorias lúdicas pra fazer de conta que nesse mundo não existem atrocidades, nem mentiras, nem traições, que naquele reino de fantasia parece se tornar tão próximas de várias das histórias aqui de nosso mundinho real.

        O único problema com a sua crítica final é exatamente a falta de capacidade crítica literária. Pelo que vejo, você não teve muito senso para ir além do básico-basicão do texto e absorver a essência daquilo que é transmitido, ao comparar uma tão rica e profunda narrativa a um reles e razo catálogo documentante de imagens grotescas, que em tese seria a mesma coisa de uma notícia fria do um jornaleco folhetinesco policial qualquer. Ou seja: o único problema final de sua “crítica” aqui demonstrada, foi exatamente a total ausência dela.

        No mais, cada um assiste o que quer mesmo. Só não vale ficar viajando em cima e tentando depreciar aquilo que notadamente não se compreendeu bem. A obra em si é qualquer coisa, menos medíocre, e nisso até quem não gosta dela tem que dar o braço a torcer. Então isso que você fez no final não é uma crítica válida, mas sim apenas um tipo de expressão qualquer típica de um “hater”, que critica apenas pra querer odiar e ser do contra, seja por que motivo velado e pessoal você tenha para o querer odiar que for.

        Abs.

    • Fábio Monteiro

      Mitou mano!

  • Hustlerboy

    O problema no fundo não é o estupro… ja teve coisas bem piores antes como citaram… é que nego se apega ao personagem e não quer ver ele “sofrer” é dai que surge a maioria desses mimimi “coitada ela não merecia isso” o que faz ainda essas pessoas que reclamam…mais retardadas.

    • furiosa

      O problema é o estupro SIM!
      O estupro que NEM NO LIVRO ACONTECEU!
      Não aconteceu o estupro da Sansa, da Cersei e da Daenerys!
      Então o problema é sim o estupro usado pra dar audiência, pq parece que as pessoas que assistem a série adoram ver uma mulher ser estuprada!
      Coisas que não acontecem no livro e NÃO TEM relevância pro desenrolar da trama são usados PQ VCS SÃO UM BANDO DE MISÓGINOS E MACHISTAS E ESTUPRADORES DOS INFERNOS

      • Fábio Monteiro

        Mulheres adoram mulheres serem estupradas para justificar a insanidade do feminismo.

        • furiosa

          Migo ta faltando tanta vírgula aí nessa sua frase que eu não consegui entender nem o que vc quis dizer, apesar de saber que o que quer que seja, é uma opinião de macho escroto que sente tesão ao ver uma cena de estupro e fica culpando os outros 🙂

          • andre mota

            ”MISÓGINOS E MACHISTAS E ESTUPRADORES DOS INFERNOS” moça você está nos desrespeitando e dando chiliques ao invés de argumentar,além do mais esta fazendo algo que é crime CALÚNIA

          • andre mota

            e se esconde atrás de uma identidade falsa…tipico de covardes cuidado se alguém de pega você paga indenização e ainda vai pra cadeia…

          • Fábio Monteiro

            Macho com escroto você quis dizer. Vocês feministas estão tão acostumadas a verem homem baixarem a cabeça pra vocês com medo do que vão achar deles, que se espantam quando outros expões sua opinião. Aí vem criticar a falta de vírgula, quando na verdade foi cortado uma parte da frase, mas não faz argumento lógico nenhum, apenas a velha costumeira revolta feminazi com vitimismo.

      • Balder

        Na verdade, no livro ocorreu o estupro tanto da Cersei como da Daernerys, mesmo que não tenho sido descrito explicitamente. Ficou aquele ar de dúvida. Mesmo assim, é óbvio que o que fazem na série é apelativo para chamar atenção, não haja dúvidas quanto a isso, no entanto coincide com a a ambientação geral dos livros. Eu apenas leio porque realmente não gosto de várias coisas que eles ilustram, mas também não acharia certo exibir todo o tipo de barbáries que aparecem (e são inventadas) na série e excluir outras. Não vejo problema em esse tipo de coisa ser retratada, pois fingir que não existe não fará ela parar, mas justamente ser retratada que permite a discussão do que é certo ou errado, admissível ou não.

      • andre mota

        cortar o pau de boa mas estupro ja é demais né? a minha querida você vai chorar demais diante de Deus…. melhor mudar agora porque depois pode ser tarde

      • Guilherme Minozzo Cintrão

        “Coisas que não acontecem no livro e NÃO TEM relevância pro desenrolar da trama são usados PQ VCS SÃO UM BANDO DE MISÓGINOS E MACHISTAS E ESTUPRADORES DOS INFERNOS” EAUHEAUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEAUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHAE E RIR PRA NÃO CHORAR retardada.

      • Rafael

        Tu não leu os livros pra falar sobre eles. O estupro da Daenerys aconteceu e é impossível alguém que leu os livros dizer que não foi estupro. A cena de sexo da Cersei aconteceu, um pouco diferente, mas nem tanto assim, e da Sansa também aconteceu, porém com a
        Jeyne
        Poole também (melhor amiga da Sansa). O que aconteceu foi que a Sansa
        substituiu a “falsa Arya” que casou com o Ramsey Bolton, e no livro, a
        cena foi MUITO pior do que na série. A história da Sansa nos livros JÁ ACABOU e eles optaram em pegar a trama da Jeyne.

  • Alessandro

    Uma série do tempo da idade média e querem que naquele tempo tenham direitos humanos e defensores das mulheres! Ah me poupe, se não gosta, muda de canal.

    • furiosa

      Realmente eles retraram a Idade Média de uma forma tão verossímil não é mesmo?
      Principalmente a parte dos dragões, da muralha de gelo, dos White Walker, tudo isso existia na Idade Média né?
      Por favor, vamos parar de pensar que estupro é normal pra série pq “era Idade Média, mimimi” e tem diversas coisas que NÃO EXISTIAM NA IDADE MÉDIA!!!
      Bando de machistas misóginos

      • Alessandro

        Não é machismo jovem! Isso é uma obra de ficção! Quando eu disse que é idade média só estava retratando um tempo semelhante ao nosso, até pq o mundo deles é outro. Imaginário!!! Por isso existem tais coisas que realmente não existem! Vamos parar de ser politicamente corretos até em coisas que não existem. Se você não gostou, não veja. Como já disse um outro aqui: Não é pq eu vejo um criminoso matar uma pessoa que eu vou sair por aí matando também.
        E não houve esse mimimi cry cry cry todo quando caparam Theon!!! Ah pára né. Dá um tempo!

        • furiosa

          Dá um tempo você seu otário!
          O primeiro argumento que vcs tem é sobre a Idade Média e aí não conseguem sustentar UMA resposta com essa bosta de argumento!
          Vcs só querem ver cenas de estupro QUE NÃO ACONTECEM NO LIVRO pq são um bando de tarados misóginos e queriam estar no lugar do cara! Vcs que defendem essas cenas são podres!!!
          Se a cena tivesse qualquer relevância para o desenrolar da história, se tivesse acontecido nos livros, ai eu não falaria absolutamente nada! Agora é violência gratuita!
          Mas deturpar os livros como esses porras desses roteiristas estão fazendo não há quem aguente (a não ser que vc seja um depravado e sinta tesão em ver esse tipo de coisa).

          • Alessandro

            Eu não defendo o estupro e odeio quem faz isso.
            Se tá nervosinha com o que aconteceu, vai chorar com o produtor da série.
            Agora, vai ver filmes da Disney, vai, talvez te faça sentir melhor.
            Passar bem e se achar ruim, vai cheirar saco por ai.

          • furiosa

            Não defende o estupro? Tá fazendo o que até agora então?
            Eu não to nervosinha com o que aconteceu não seu machinho escroto, eu to muito nervosa! Pegam a melhor série atualmente e CAGAM COMPLETAMENTE em tudo relacionado as personagens femininas, que nos livros são mulheres fortes e que realmente tem uma trama, não apenas ficarem peladas e serem estupradas!
            Agora se vc não sabe argumentar e tem que apelar pro “tá nervosinha?” mostra o seu nível intelectual de OMI QUE GOSTA DE ASSISTIR ESTUPRO SIM!
            Eu vou fazer o que eu quiser, pq vc não manda em mim, posso assistir filme da Disney quanto ficar aqui o dia inteiro acabando com todos os seus argumentos misóginos!
            E quanto a cheirar saco, sério que esse é o seu melhor argumento? Só não fico com dó de vc pq vc gosta de estupro, senão até sentiria uma pena!
            Espero que vc não passe bem 🙂

          • Alessandro

            Tá nervosa? Vai pescar.
            Tô pouco me importando com o que pensa ou deixa de pensar feministazinha de merda. Enquanto você está se moendo por dentro de raiva estou aqui só de boa vendo você destilar sua raiva, teu ódio e te chamando de otária. Se você acha que eu gosto de ver estupro, continue achando seguidora da Maria do Rosário.

          • furiosa

            Não vou pescar não querido, prefiro ficar aqui!
            Vc não percebeu que vc não manda em mim e em nenhuma outra mulher?
            Pode me chamar do que quiser, de feministazinha de merda, do que quiser! Nada vai mudar o fato de você gostar de estupro machinho escroto, NADA!
            E o quanto mais vc nega, mais mostra o estuprador depravado que você é, já que nem parar pra pensar o quão errado foi eles mudarem a livro pra fazer essa bosta vc conseguiu!
            Você além de estuprador é burro! hahahahahahaha

          • Gabriel

            Não li os livros ainda, então não dou a mínima se tão seguindo ou não a história. Mas essa cena de estupro adicionou muito sim. Sansa estava começando a confiar em si mesma, e agora tudo que ela construiu desmoronou. Ela viu que ainda está a mercê de alguém. Como ela vai lidar com isso?

            A cena fez com que o nojo que sentiam do Ramsay aumentasse (nojo do personagem, porque o ator está atuando de maneira explêndida), e que a “pena” que sentiam da Sansa chegasse a um nível muito maior.

            Desnecessário? Talvez. Mas o fato é que na TV você pode passar sensações e emoções que um livro não consegue. Não me senti confortável assistindo a cena, mas repito: Adicionou mais profundidade a personagens que já eram interessantes.

          • Flávio Augusto Mezadri Pizzol

            Concordo e ainda adiciono que teve todo o foco na reação do Theon, que deve se tornar um forte aliado da Sansa…

          • Gustavo Santos

            Nossa caralho que guria doente! Vai se tratar! Psiquiatra tem aí pra isso! Da onde o cara disse que gosta de estupro? o___o Ninguém gostou da cena! A única coisa é que tem gente que sabe diferenciar realidade de ficção!

            Ai agora só porque o cara deu a opinião dele, vem umas merdinhas chamando de o cara de burro, de machista misógino, isso é doença hein!

          • Almôndega

            Impressionante como você diz que quer discutir civilizadamente mas chama o cara de estuprador e burro. E ta meio que óbvio que ninguém ta defendendo estupro aqui! Só estão bravos por causa dessa hipocrisia feminista que reclama de estupro numa serie, que tem mutilação de órgãos genitais. Sério que em uma série LOTADA de violência, que passa em canal fechado (ou seja, assiste quem quer) você reclama por aparecer estupro?

          • Jhoon

            Não sei porque ainda existe esse “mimimi” de “há não existe isso no livro” acho que desde o inicio ficou claro que isso é uma adaptação e não uma cópia do livro, os roteiristas não tem obrigação de seguir o livro ao pé da letra.

          • Francisco Miranda

            Meu, essa mina é DOEEEENTEEEE,totalmente abalada psicologicamente,estive acompanhando todas as suas mensagens e é quase inacreditável,e lamentável como pessoas como você sujam um movimento legítimo em defesa das mulheres,todos aqui estão falando sobre como a série mostra muitas outras cenas de violência com crianças,com homens,e com mulheres não seria diferente,mas só reclamam agora,se vc não compreende as analogias então vc que é um ASNO,uma ANTA ignorante ao extremo,alem de burra por não entender,ainda chama os caras de depravados e tarados estupradores? Vc não tem noção do nível de DEMÊNCIA que a sua mente abalada chegou,se vc foi estuprada quando criança,ou depois de mais velha e ficou assim,a culpa não é de todos os homens do mundo,vai dialogar com psiquiatras e não aqui,questionando uma série que esta sendo o que sempre se propôs a ser,então segundo a sua mente retardada, se eu sou fã da série de filmes do Jason é pq eu sinto prazer real em ver pessoas sendo mortas com uma serra na vida real? Ou pior ainda,que eu mesmo as mato nas horas livres como um hobby? Acusar alguém de ser estuprador com uma base rasa assim é muito sério,o problema é VC,olhe para dentro de si e da sua mente DOENTE,sua babaca infeliz 🙂

          • Bem vindo ao neofeminismo, elas literalmente foderam com a defesa das mulheres por um mundo mais igualitário.

          • Alessandro

            Falou e disse, Francisco!

          • Diego Sanches

            Pronto, agora se fizerem um filme situado na África bo tempos onde havia comércio de escravos não vão poder colocar negros sendo escravos… Era só o que me faltava mesmo viu povinho cú doce. Se a série se baseia numa ficção e fantasia com inspiração na idade média (onde mulheres eram desvalorizadas e atrocidades aconteciam no mundo, não somente com elas ) e a série quer impactar mostrando coisas que não se vê porque ninguém mostra qual o problema, todos sabem que a série é bem explícita, então não achem que seria o normal ver a daeneris como uma Imperadora numa época em que mulheres seriam tratadas como inferiores, mas mesmo assim ela é assim porque é uma obra de ficção, então parem de ser Zé ruela, querer censurar tudo o que não lhe favorecem porque vocês não tem esse direito e pau no c* de vocês

          • Fábio Monteiro

            Típico argumento feminista. Estilo Maria do Rosário. Você acabou de acusar Alessandro de estuprador. Cuidado com o que vc fala. Pode ser processada. E vai ficar ainda mais furiosa!

          • Priscila Lameira

            deixa ele chorar aqui, ó

          • furiosa

            MIGA TE AMO

          • Priscila Lameira

            tamu junta o/

          • Flávio Augusto Mezadri Pizzol

            1) Tesão em quê? Seu argumento começa falho, porque não mostraram o suposto estupro da Sansa (que segundo a moral daquele mundo imaginário não é visto dessa maneira) e focaram na reação do Theon à cena, sendo que isso sim será importante para o decorrer da temporada.

            2) Série é série e livro é livro, como o próprio autor falou. A série já está alcançando os livros e os autores estão tendo que arrumar maneiras de contar a história. Ao meu ver a cena foi importante por conta do Theon e para reforçar o quanto o Ramsay é filha da puta. Observe que não estou defendo o estupro ou o machismo e sim a existência de uma cena para a história. Você não tem como afirmar que a cena não terá relevância e também não pode dizer que não é importante porque não ocorre no livro… Tudo geralmente tem um motivo calculado para estar ali, assim como a morte de Sir Barristan (que também não ocorre na obra original) serviu para que a Daenerys tomasse algumas decisões no seu núcleo.
            3) As personagens femininas continuam sendo bem representadas, sendo que a própria Sansa já deve começar a dar a volta por cima e mudar o jogo dela já no próximo episódio. Infelizmente, ela não teria como fugir da noite de núpcias com o babaca lá sem dar na cara e teve que se sujeitar a algo ruim para depois se vingar ou qualquer coisa do tipo que vai acontecer.
            4) Você poderia me explicar, porque o suposto estupro da Daenerys lá na primeira temporada também não gerou essa comoção toda?

          • Rodrigo Corrêa

            Agora você falou o ponto fulcral da questão… assino embaixo… deturpação feita por roteiristas somente pra garantir audiência de doentes… inadmissível defender a cena…

      • Priscila Lameira

        GoT não é Idade Média, é fantasia. Seria Idade Média se fosse uma obra de ficção retratando um período histórico. Quem usa esse argumento falacioso de Idade Média para justificar cenas de estupro na série que NUNCA aconteceram nos livros é porque quer ver cernas de estupro de qualquer jeito. Me poupe.

        • furiosa

          Exatamente!
          E ainda ficam bravinhos quando a gente aponta isso e nos mandam “cheirar saco!” hahaha é realmente uma maturidade que eu vou te contar, desses OMI.

          • Priscila Lameira

            a gente espera oportunidade de um debate sério e construtivo e dá de cara com essas babaquices. depois perdemos a paciência (porque né, tem limite) e somos silenciadas senso chamadas de feminazis, histéricas, etc. Difícil viu?

          • furiosa

            Sim, esperamos argumentos diferentes de “Idade Média”, mas esse é o máximo que conseguem pensar, ai a gente fala qualquer coisa e só lemos “nervosinha”, “desliga a tv”, cada argumento mais 5ª série que o outro!
            Não dá pra argumentar com OMI, é impossível miga

          • Priscila Lameira

            miga, omi é foda, mas vou te falar que me dói mais ver as minas concordando e silenciando as irmãs 🙁

          • Lucas Lima

            Primeiro, a serie desde o começo propôs algo fora dos padrões, ai temos cenas de incesto, crianças sendo empurradas de janelas, crianças sendo caçadas e mortas, decapitações e outras coisas… Acho que isso aparecer em uma serie que desde o começo se mostrou ser cruel não só com uma pessoa ou genero em si, mas com todos que fazem parte do universo fantasioso e normal.. isso e só mimimi de quem não quer ver coisas que contradizem seus conceitos… E sobre ela ser ambientada na idade media, realmente é sim… tem muita caracteristicas quem estão fortemente explicitas que o autor dos livros se baseou no periodo da idade media…

          • Priscila Lameira

            Não, não é Idade Média, se “baseia”, mas não é, não é ficção histórica, não se passa em nossa realidade, Terra, Europa, séculos V a XV, é fantasia, procure informações acadêmicas sobre esses estilos. Não tranforme a queixa de quem você discorda em “mimimi”, reduzir o debate a isso é infantil, é feio, é escroto. Não concorda, apresente argumentos maduros, enriqueça a conversa. A queixa não se resume a violência seletiva, se refere à insistente descaracterização de personagens femininas na série, que no livro são completamente diferentes e isso tá cagando a história, e o estupro é só uma faceta desse problema, foi a gota d´agua pra muitos.

          • Lucas Lima

            Mostrei pontos que a serie sempre apresentou esse tipo de natureza cruel,mas nunca foi manifestado nenhum protesto quanto a outras cenas, porque só agora e nessa cena especifica foram se manifestar? porque não antes? quando Theon teve seus orgãos cortados, ou quando Ned foi decapitado de forma cruel? ou em muitas outras cenas que poderia passar o dia citando aqui??? isso e só por causa dessa onda de feminismo. porque pelos fatos apresentados a maioria que se incomodou com essa cena foram as que se intitulam feministas, nesse post mesmo posso tirar partes que os incomodados deixam isso bem claro… Sobre a serie não seguir o livro, isso e mais que obvio, até porque Martin não escreve os roteiros do mesmo e disse que a serie tomaria rumos diferentes do livro…

          • Priscila Lameira

            Repetirei novamente para ver se fixa: queixa não se resume a violência seletiva, se refere à insistente descaracterização de personagens femininas na série, que no livro são completamente diferentes e isso tá cagando a história, e o estupro é só uma faceta desse problema, foi a gota d´agua pra muitos.

            Ninguém em momento nenhum desmereceu outras violências, inclusive se você quiser reclamar delas te dou todo apoio, é um direito seu. Só não venha tirar o meu alegando demérito por ser movido por ideiais feministas, porque fica parecendo papo de machinho incomodado.

          • Rodrigo De Almeida Barradas

            É uma série muito violenta em qualquer aspecto? É sim.. e eu me pergunto até que ponto a mídia de modo geral fica satisfazendo fantasias sádicas criando séries que só crescem a partir de violências. As pessoas não percebem que isso influencia sim na construção da subjetividade do ser humano ficarem se expondo apenas a violência desmedida e naturalizando esse processo. E não entendem que o autor está sim influenciando a construção da subjetividade da sociedade como um todo. Violência contra mulher históricamente sempre existiu. Ai as pessoas mais “intelectualizadas” se mostram contrárias a aceitar esse tipo de violência, ou qualquer outro tipo, e os imbecis vem dizer que estamos de “mimimi”.. A série está sim incentivando violência e violência contra mulher, porque fora do contexto medieval, o que fica é o que está subentendido na série.. Veja bem, varias mulheres ja foram abusadas ao longo de GOT, Daenerys é um exemplo. E como se desdobrou a questão? Os roteiristas colocaram-na “gostando” do estupro, querendo mais (independente de fantasias sexuais, que concordo que hajam, e existam mulheres sim que queiram e gostem de ser estupradas), só o que se vê no desdobrar das personagens é o “gostar” de ser estuprada, o “querer” ser estuprada.. Isso é claramente reprodução do machismo, do controle do corpo da mulher pelo homem. E as pessoas precisam entender que isso não deve ser uma coisa comum! As que gostam disso que se satisfaçam com seus parceiros, mas não podemos generalizar cara, e começar a educar a sociedade e as pessoas a reproduzirem isso com naturalidade.

          • Thales Prado

            você é tão inteligente quanto à pessoa que acha que ver gays se beijando vai tornar seus filhos gays e tem uma interpretação bem errada do got

          • Gustavo Santos

            É fantasia, mas é baseado na Idade Média, assim como Senhor dos Anéis e possíveis outras séries, na verdade tudo isso é baseado em D&D, que também é uma fantasia, MAS isso não quer dizer que por ser fantasia não exista coisas ruins, como violência, estupro, mutilação.

            Ninguém está desmerecendo ou querendo tirar teu direito e de outras mulheres de reclamar, eu apenas acho que isso é demais. Não é papo de machinho incomodado, eu tenho várias amigas que são feministas e estão achando que tem gente exagerando, que tem gente pirando em cima de algo que nem de verdade é.

            São ideias feministas onde vocês estão sendo extremistas. Pessoas tem opiniões diferentes, e vocês fazem grande caso disso, porque no momento que alguém chega e fala “ai caguei pro estupro da Sansa” já chamam de machistas e qualquer caralhada a quatro.

            “Ah, mas a Sansa NÃO foi estuprada no livro” Pois é, ela não foi, mas não esqueçam que isso é apenas uma adaptação do livro na série, é normal que algumas cenas não tomem o mesmo rumo. Poderia ter acontecido qualquer coisa com a Sansa, ela poderia ter sido morta, ela poderia ter matado o Ramsay naquele momento… Ela poderia ter feito qualquer coisa que não fosse o estupro, mas ninguém sabe se esse estupro ou não vai ser vital pra Sansa tomar Winterfell, ou crescer como personagem, ou qualquer outra situação que faça dela uma personagem melhor.

            “Ah, mas ninguém fica de boa depois de ser estuprado” É, acredito que ninguém ficaria de boa depois disso, mas acho que isso depende do psicológico de cada um, o que pode gerar um acesso de vingança na Sansa e ela derrubar eles.

            Eu só acho que acho que essa discussão toda em cima de uma cena é totalmente desnecessária e eu acho que quem é fã de verdade não vai deixar de assistir a série por causa disso. É a mesma babaquice dos fãs do Daryl no The Walking Dead “se o Daryl morrer eu paro de olhar”.

          • Beatriz Moreira

            Você leu os livros? Você consegue entender que a crítica é ao fato de terem alterado o plot da Sansa pra servir pro desenvolvimento de outro personagem com menor importância que a dela, e enfiar um estupro onde não existe na história da SANSA? Não houve protesto quando Ned morreu e Theon foi castrado porque isso existe no livro, o que você está apresentando é uma falsa simetria do caralho. Nossa reclamação é sobre um problema constante na representação de personagens FEMININOS na série, sobre a diferença entre essa representação na transposição do livro pra tela, se você tem algum problema com a representação de algum personagem masculino, se junta aí e reclama, mas não venha jogar nas mulheres a responsabilidade de assumir suas lutas.

            Agora os problemas do mundo são culpa do Feminismo? Poupe sua honestidade intelectual, né? Tirar só o que te convém do argumento alheio pra apresentar um ponto raso é fácil, discutir com o mínimo de embasamento já é mais complicado.

          • Guilherme Minozzo Cintrão

            E se escreve HOMEM sua boçal.

          • Priscila Lameira

            ui ui ui, o OMI ficou incomodadinho pelo visto. vai à merda seu babaca sem educação! não entende qual o contexto do que tá sendo escrito vai se informar!

        • Guilherme Minozzo Cintrão

          Eu quero ver cenas de estupro sim, se aderir a história e ao personagem. parar de falar merda.
          Muuuito das Crônicas de Gelo e Fogo foram retirados de ideias reais da idade média (Guerra das rosas), Sim é uma ficção, mas o que faz a séries ser boa é essa ligação com a realidade, como pessoas reais reagiriam aos fatos do livro/série.
          Não gostou? NÃO ASSISTE, uma série foda não precisa de fãs idiotas como vcs.

          • Priscila Lameira

            Idiota é você que não consegue nem desenvolver uma linha de raciocínio coesa com o debate. Vai pro banheiro tocar punheta, seu babaca.

          • Guilherme Minozzo Cintrão

            Vc que faltou aulas de interpretação, meu comentário é uma resposta direta ao seu.

            Vou mesmo, meu corpo minha regras 😉

      • Henrique Azevedo

        kkkkk porque todas as feministas tem uma visão fechada do futuro, presente e passado? Você fala que estupro na idade média não era normal, você fala que dragões e etc, não era real, você viveu a idade média pra poder provar que tudo isso não é verdade? Vivemos numa realidade paralela, onde a verdade nem sempre é verdade e nem a mentira sempre é mentira.

        • Luci Correia

          Cara vc acredita em dragões? Hahahaha me dá um pouquinho desse bagulho aí que deve ser do bom 😛

    • Raquel Henriques

      “GoT não é Idade Média, é fantasia. Seria Idade Média se fosse uma obra de ficção retratando um período histórico. Quem usa esse argumento falacioso de Idade Média para justificar cenas de estupro na série que NUNCA aconteceram nos livros é porque quer ver cernas de estupro de qualquer jeito. Me poupe.”

      Jeyne é uma personagem presente na história desde o livro 1, viveu em Winterfell e era melhor amiga e aia de Sansa. Nas mãos do cruel bastardo, ela sofre isolada no castelo após o casamento, passa por diversas humilhações e é até mesmo estuprada.

      Oi? Nunca teve estupro? Ah, ok! 😀

      Sinceramente, vejam mais filmes medievais! Coração de Dragão, alguém já assistiu? Ou algum RPG medieval. Dragões não existem, sim, mas ao menos vocês tem idéia de como e quando começaram as lendas?

      O autor sabia perfeitamente da cena e já está de saco cheio de gente como vocês que apenas reclamam! A série é diferente do livro, a série tem adaptações e mudanças como praticamente toda obra literária que vai para a tv/cinema. A atriz ficou animada com o desafio que seria a cena, a mudança da personagem.

      Mulheres eram tratadas como objeto, sim! E em algus países ainda é assim, infelizmente.

      Aqui houve uma época em que mulheres valiam menos que uma vaca, éramos materiais comercializaveis. A série fala disso. Em casamentos arranjados não era um mar de flores, a série se passa nessa época e mimimi nenhum vai mudar.

      Parem de falar que tudo é falácia e tentem enxergar com imparcialidade, ao menos uma vez.

  • Fábio Monteiro

    Quando Theon teve seu pênis cortado, ou na primeira temporada uma criança foi empurrada de cima de uma torre, não vi nenhuma feminista alegar que era violência de mais. Feministas e feministos só defendem o direito de um sexo. Hipocrisia.

    • Luciana Rodrigues

      É por este motivo que passa em canal fechado não é mesmo? E assiste quem quer…E tem mais a moda do povo agora é apelar pra tudo que é violação dos direitos disso e daquilo. Afz assiste quem quer…

    • Luci Correia

      Eu acho que o problema nem é a cena de estupro. É usar essa tática manjada toda vez pra chocar e mudar a perspectiva de um personagem e diminuir a influência ou poder das personagens femininas. Tipo. Falta de criatividade mesmo.

  • maniackgoh

    Decapitar… OK.
    Cortar partes do corpo… OK.
    Queimar pessoas vivas… OK.
    Matar crianças… OK.
    Milhares de mortes com cenas barbaras… OK.
    Cortar o “pau” de um cara… OK.
    Estuprar mulheres… MEU DEUS QUE SERIE LIXO NÃO VOU MAIS ASSISTIR ESSA MERDA QUE PREGA A VIOLÊNCIA.

    Lógica! A gente não se vê por aqui!

    • andre mota

      Além do que se eles não gostam é só largar poha não pedir pra fuder uma obra prima só pra inflar o próprio ego…

    • John Lennon Barcelos

      Além do que o seriado é passado na idade média. Mas ok…

    • Diego

      E fora que o estupro nesse caso foi sexo forçado na noite de núpcias. Quem em são consciência achou que o RAMSEY BOLTON seria carinhoso ao tirar a virgindade da noiva????

  • Gabriel Manhães Barreto

    A série tem apelado para algumas cenas pra manter a audiência, inclusive deturpando a história contada no livro, já não é a primeira vez. Independentemente do tipo de violência, no último episódio foi o estupro da Sansa, que não acontece no livro, no anterior a morte do Barristan, que também não ocorre no livro. É complicado, é ficção de fantasia mas retrata vários elementos medievais como castelos, vassalos e suseranos, casamentos arranjados entre famílias para unir casas, nomeação de cavaleiros, entre outros. Se existisse um código de leis do GoT, segundo a moral e os costumes de Westeros, nenhum desses três casos é um estupro.

  • tinha que ser as feministas que não gostam de p… ops, vou ser processado!

  • vão assistir ao filme do pelé!

  • Daniel Duarte

    Os desenhos da Disney tão aí pra quem não quer assistir violência (que
    na série acontece contra mulheres, homens, crianças, animais).
    Concluindo, esses mimimizentos (inclui-se o sujeito que escreveu esse texto) não aguentariam 10 minutos de Nelson Rodrigues…

    • Rafael

      No desenho da Disney que tem Dinossauros (não lembro o nome), a maioria dos dinossauros morreu durante uma fuga em que ele buscavam um lugar melhor pra viver. Inclusive a mamãe dinossauro. Eu estava no cinema e vi VÁRIAS crianças com cara de choro… hehehe. As vezes nem a Disney é tão boazinha também. Pergunta pro Bambi… E o Jornal Nacional émais violento que GoT.

  • Marilia Silva

    Eu sei que GOT é uma serie bem violenta, a cena da sansa em si não é tão chocante, mas para a história dela é porque parece que ela está regredindo a época que ela estava sendo abusada pelo joffrey.

    • Rafael

      Esperava um final feliz pra ela? Casando com o Ramsey Bolton? Todo mundo só se ferra na série / livro…

    • Diego

      Bom, aí pode até ser. Eu também não gostei dessa reviravolta. Mas fiquei indignado desde que vi o rumo que estavam criando, um capítulo antes. Não foi uma cena de estupro que “abriu meus olhos”. E outra: sexo nupcial não era um mar de rosas no mundo de GoT. Dá pra ter essa ideia vendo TODO O RESTO do contexto.

  • wilkins recalde

    não mexam no que esta bom, cada um assiste o que quer , se as cenas são muito chocantes pra vcs , caiam fora…ninguém ta colocando uma adaga no seu pescoço e obrigando vc assistir filho de puta!!!

    • Michonne

      educação…a gnt vê por aqui!

  • Pedro Rodrigues

    Tendo em vista que é uma série que trata de uma época medieval, não faz sentido que as pessoas reclamem disso. Sei lá, se fosse em uma série que tratasse dos dias atuais, concordaria 100% com as reclamações. Acho que tá faltando entendimento da época em que se passa a série.

    • Luci Correia

      Só que não é medieval, é fantasia épica. É inspirada, mas longe de ser a mesma coisa.

      • Pedro Rodrigues

        “Fantasia épica” é mais um motivo para não ter essa revolta toda.

      • Diego

        Se fosse como nossa era medieval mesmo, é bem provável que essa noite de núpcias fosse pública. Isso mesmo. Com todos os lordes observando pra ver se foi consumado mesmo. E o sangue da donzela seria exposto pra todo mundo ter certeza absoluta. Deal with it.

  • Matheus Marraschi

    Gente sensível é foda, né? Conheço pessoas que foram criados por vó, e não são tão choronas assim. Eu acho que parar de assistir a série, é um favor que eles fazem. Como aspirante a escritor, odeio fortemente pessoas que usam de pressões psicológicas como essa pra alterar a obra alheia a sua vontade. Não gosta, não assiste (a premissa é simples). Quer chorar? Sai da frente do computador e vai pra um travesseiro.

    • Luci Correia

      Eles alteraram a obra original também. Se você estivesse no lugar do R.R. Martin, como aspirante a escritor, você ia gostar? Tudo bem que é uma adaptação, mas que fosse uma inteligente, pelo menos.

      • Marcos André

        O Martin é revisor do roteiro dos episódios da série, logo ele concorda com as alterações feitas (ele inclusive escreve um episódio por temporada).

        A série está quase alcançando o final da Dança dos Dragões — o núcleo do Bran inclusive já alcançou, por isso não aparece nessa temporada –, então as alterações são feitas para afastar um pouco a série dos livros e não deixá-la 100% dependente deles, porque acredito que até a metade da sexta temporada ela já vai ter alcançado o final da Dança e, se ela ficar restrita a seguir apenas o que está nos livros, não terá mais conteúdo pra série até o lançamento de Os Ventos do Inverno (previsto só pro ano que vem). Então, sem mimimi. Se tá achando pesado, simplesmente para de assistir.

      • Eu

        Veja aí o que o próprio falou sobre o assunto:

        http://grrm. livejournal. com/427713.html

      • Matheus Marraschi

        Como dizer que não foi inteligente, se sequer esperaram os episódios seguintes? É extremamente equivocado dizer que não foi inteligente ou que foi gratuito, uma vez que somente nos episódios vindouros nós poderemos constatar se houve, ou não, uma evolução de cada um dos três personagens envolvidos na cena. Acredito que ela será o estopim pra tirar o Theon dessa síndrome de Estocolmo. Além do mais, o próprio Martin deu o aval da cena, e se pronunciou defendendo-a (o link tá como relacionado nessa matéria acima, que você acabou de ler).

        Aliás, falando em Martin e em violência gratuita, o livro está repleto delas. Tá cedo pra chorar, né? Vamos aguardar e observar a repercusão do ato na trama, sem mimimi. Que tal?

        • Marilia Silva

          Isso faz sentido mas quem liga pro Theon ? fizeram isso com a Sansa só pro Theon se redimir isso é ridículo.tomara que não seja isso

          • Matheus Marraschi

            Cedo pra dizer, cedo pra chorar, cedo pra reclamar, cedo pra tudo… Acho válido esperar e assistir. 🙂

      • Matheus Marraschi

        Martin tem acesso aos roteiros, deu o aval da cena, e se pronunciou defendendo-a (o link tá como relacionado nessa matéria acima, que você acabou de ler). Adaptação não-inteligente? Como sabe? Sequer vimos o desenvolvimento ou os atos repercutidos a partir da mesma no seriado. Ela ACABOU de acontecer!

        Tá cedo pra chorar, né? Vamos aguardar e observar a repercusão do ato na trama, sem mimimi. Que tal?

        • Luci Correia

          Na verdade a declaração dele não defende, nem condena a cena especificamente, ele só diz que na TV as coisas mudam e que os produtores estão se esforçando e etc… Tirou o dele da reta, né? Querendo ou não, graças à série ele ganhou o triplo de visibilidade nas obras, e é gentleman o suficiente pra não sair falando mal da equipe do roteiro. Porém, já é certo que ele vai se afastar ainda mais da criação dos episódios na sexta temporada.
          De fato é cedo. Mas não é a primeira vez que usam essa coisa do estupro para chocar e mudar a perspectiva de um personagem. O problema nem é a cena estupro, é a mesma motivação de sempre. Enfim, acho normal o pessoal começar a questionar. Nem todo mundo é fã cego e incondicional.

          • Matheus Marraschi

            A série não tem que ser 100% fiel ao livro, é outra mídia (essa comparação, embora inevitável, chega a ser ilógica). Eu acho que questionar esse tipo de coisa, é coisa de tia gorda que fica mandando cartinha pro Projac, querendo dar pitaco em como deveria ser o desfecho da novela. Aconteceu e pronto. Lide com isso, ou veja outro seriado. Como disse, não foi a primeira vez (e eu duvido que seja a última). 😉

          • Valdelite Rodrigues

            Cegueira tem limite!

      • Rafael

        O afastamento
        da série em relação aos livros é culpa do George RR Martin: como ele
        não lança os livros, a série precisa criar suas próprias histórias.
        Muitos personagens já chegaram no final do material dos livros, e outros
        que não chegaram tem a resolução de suas em aberto. Vale lembrar, essa é
        a antepenúltima temporada da série, serão apenas sete temporadas, não
        dá pra ficar esperando os livros.

      • Raquel Henriques

        Primeiro: Martin não é aspirante a escritor.
        Segundo: Ele permitiu as a

      • Raquel Henriques

        Primeiro: Martin sabe das alterações, está presente e participa dos episódios, sendo alguns escritos por ele.
        Segundo: Os produtores sabem todo o rumo que nós não sabemos que a série vai seguir, acha REALMENTE que eles dariam ponto sem nó?

    • Matheus Marraschi

      Eu acho, no mínimo, esquizofrênico uma pessoa querer que uma obra ficional, adaptada em um tempo-espaço que JAMAIS existiu, tenha alguma relação com o nosso contexto social atual.

  • Guarabira Guarabira

    Deveria ter deixado de assistir desde a primeira temporada, então…

  • Edu

    Não se trata de ser permitido por ser baseado numa época…Se trata de ser permito pelo contexto. Game of thrones, tem todo um contexto para milhares de atrocidades além do estupro e elas servem para contar a história. Muita gente tem dificuldade com a lógica do terror. Seja na ficção ou na realidade, pq elas não querem viver o terror e muitas vezes misturam as coisas. Muitas vezes ele é gratuito, é constante, ele causa mau estar. Não é a toa q se trata da vivência do terror. A gente é apresentado de várias formas a esse terror, seja na ficção, seja nos jornais, seja em casa e acho q se certo ou errado, o terror está presente como um fato e sempre se pode escolher um lado. Vc pode assistir game of thrones e querer ser o opressor, tanto como querer ser o oprimido q sobrevive, mas acho q isso depende muito menos da série e sim da cabeça de cada um. Não se pode culpa a série por isso e sim as mentes fracas, mas por isso q se deve investir em educação pra que não sejamos vitimas de séries ou do mundo mesmo. O grande problema tbm é querer continuar como vítima.

    • Valdelite Rodrigues

      Perfeito comentário!

  • Clamper

    É impressionante como tem RETARDADO no mundo que se ofende com qualquer merda.

  • Matheus Marraschi

    Eu acho, no mínimo, esquizofrênico uma pessoa querer que uma obra ficional, adaptada em um tempo-espaço que JAMAIS existiu, tenha alguma relação com o nosso contexto social atual. Além do mais, nem me venham com esse papo de que foi uma cena de violência gratuita ou uma adaptação mal feita, uma vez que somente os episódios vindouros nos mostrarão se haverá alguma evolução nos três personagens envolvidos, a partir da mesma. A menos que vocês sejam dotados de poderes de premonição ou sonhos proféticos, por favor, parem de chorar.

  • Matheus Marraschi

    Eu acho, no mínimo, esquizofrênico uma pessoa querer que uma obra ficional, adaptada em um tempo-espaço que JAMAIS existiu, tenha alguma relação com o nosso contexto social atual. Além do mais, nem me venham com esse papo de que foi uma cena de violência gratuita ou uma adaptação mal feita, uma vez que somente os episódios vindouros nos mostrarão se haverá alguma evolução nos três personagens envolvidos, a partir da mesma. Portanto, vamos evitar sofrer por antecipação e aguardar o desenvolvimento da adaptação? Tá cedo pra tanto mimimi…

  • Gustavo Santos

    Então simplesmente não olhe! 🙂

    Ninguém é obrigado a olhar Game of Thrones, mas o mais engraçado é como esse episódio gerou uma repercussão enorme… No Casamento Vermelho uma grávida foi esfaqueada e ninguém disse nada, Theon perdeu o pênis e ninguém disse nada, Bran ficou aleijado e ninguém disse nada.

    Eu não gostei da cena da Sansa “sendo estuprada”, não gostei de ver aquilo, mas sei separar realidade de ficção e tem gente que não está sabendo separar, estão levando tudo pro lado passional, maioria mulheres.

    Eu li vários comentários antes de falar algo, eu vi vários pontos de vista, mas a maioria dos comentários que eu li eram de mulheres reclamando a seguinte coisa “Em Game of Thrones, as mulheres são sempre diminuídas” bom se tratando de uma série/livro onde mulheres não tem tanta influência é normal que elas realmente sejam diminuídas, as mulheres que uma vez tinham poder eram de famílias ricas com influência e aí que nós vemos Danny, Cersei, Brienne, Margaery e por aí vai.

    Enfim eu acho muito desnecessário, já deu o que tinha que dar. Não gostou da cena? Não olhe mais, simples assim, ninguém está te obrigando a olhar.

    • John Lenonx da Silva

      Falou tudo !!!!

      • Lorraine Tavares

        Falou um monte de bosta requintada. A próprias personagens que você citou mostra o quão controversa é sua colocação. O desenvolvimento da Daenerys vai totalmente contra a posição política e econômica dela. Arya é uma personagem forte, assim como Brienne e Melisandre. As personagens femininas tem uma fortíssima influência, superando em muitos arcos a de personagens masculinas. E é muito falso simétrico o que você comparou com as mortes no casamento vermelho e mutilação de Theon, pois os estupros nada tem acrescentado ao desenvolvimento das personagens e ainda as afasta do enredo original. O estupro de Cersei foi a coisa mais aleatória que eu já vi na vida. Empobreceu a personagem que é muito mais forte na série que do seu algoz, que é um paspalho com sobrenome importante.

        • Gustavo Santos

          Bosta requintada? Porque seria bosta Lorraine? Porque minha opinião é diferente da sua? Porque você é feminista extremista e não pode ver uma cena “forte” que fica querendo criticar tudo que vê pela frente? Desculpa, mas vir falar que meu comentário é bosta requintada só prova o quão ofendida você ficou.

          Agora falando sério quem te disse que o estupro da Sansa não vai mudar o desenvolvimento dela? Você por acaso tem os scripts dos próximos episódios contigo? Tu leu eles pra afirmar que não vai mudar NADA na Sansa? Eu acho muito fácil vir falar porque é mulher, né.

          Atrás desses comentários tem muito feminismo por trás deles, o que mais engraçado é que as mesmas mulheres que reclamam da cena do estupro da Sansa são as mesmas que gostam de 50 Tons de Cinza.

          A mesma “bosta requintada” que eu falei, é a mesma bosta requintada que você está falando, é a mesma bosta requintada que tem naquele site da página do Game of Thrones que fizeram sobre a série ser uma “guerra contra as mulheres”, tudo isso é uma bosta requintada.

          Você citou as mesmas mulheres que eu citei sobre ter influência e ainda afirma que mulheres são mais fortes. Isso afirma o que eu disse, é feminismo extremista mascarado.

          Vou falar novamente que você, nem eu, sabemos se o estupro da Sansa vai mudar algo ou não. Talvez não mude, talvez seja estupro gratuito, mas isso acontece na vida real também e eles retratarão isso, uma realidade no qual a maioria do público feminino não está aceitado.

          Existem pessoas más que estupram pessoas de graça é o caso do Ramsay, ele é um personagem sádico ou tu achou que ele por algum acaso ia mudar porque se casou com a Sansa?

          Volto a dizer novamente não tem estomago pra GoT não olhe. 🙂 Mas quem sou eu no comentário que foi julgado por uma feminista, né? Sou apenas o cara do comentário “bosta requintada”.

          • Raquel Henriques

            “Existem pessoas más que estupram pessoas de graça é o caso do Ramsay, ele é um personagem sádico ou tu achou que ele por algum acaso ia mudar porque se casou com a Sansa?”

            Ele ia ver o amor verdadeiro nos olhos dela, desistiria de todas as maldades e o seu sobrenome e assim, viveria o verdadeiro e único amor!

            Duh, não era óbvio?

          • o problema é que no livro, o Ramsay simplesmente continua sendo o Ramsay, realmente… mas com uma outra personagem, que não tem sequer um capitulo no livro… uma personagem que não estava sendo construída… consegue perceber a diferença?! Tipo, eles nem se conheciam, e não teve cabimento algum o casamento deles… foi apenas uma desculpa para amenizar a cena… afinal, nos livros, eles casam?! não né… então tem uma motivação meio fajuta ai nesse meio…

          • Matheus Marraschi

            Seu problema é com o estupro ou com o envolvimento da Sansa? Porque a série de TV já envolveu diversos personagens em cenas onde eles sequer sonhavam em estar nos livros, e ainda assim a trama seguiu sem pirraça. Como também já contou com cenas que vão do estupro ao infanticídio, e ainda não houve 10% desse mimimi todo. Espera, cara… Se mais pra frente essa cena não for utilizada para o desenvolvimento ainda maior da Sansa (não falo de força ou maturidade, falo da construção da personagem como um todo), você volta pro computador e cospe sua indignação no facebook, vulgo, muro das lamentações. Ok?

          • Estou em dúvida se vc está usando mimimi, ou reclamando dele. Tá revoltado jovem?! calma. estou expondo meu ponto de vista sem tentar ser agressivo nem tentando forçar minha opinião, discussão saudável, ao contrário do que vc está fazendo blz?! calminho?! ok…
            Bora entender oq acontece? Bora!
            Guerra dos Tronos é, E SEMPRE SERÁ, uma obra de ficção. Quer queiram querem não ela NÃO é baseada em fatos reais. Entendemos isso? Opa! Ótimo. Podemos parar com justificativas históricas, ainda bem.

            O problema, não é exatamente o estupro de Sansa pq, se vc tiver a paciência de ler os livros, verá que temos mulheres fortes construídas ali.
            O problema da série e do “mimimi” ñ é com Sansa. É com a serie por inteiro, uma serie q está destituindo todo o poder feminino das personagens criadas por GRR Martin.
            Algumas perdendo sua identidade, como Sansa, Daenerys e outras nem mesmo existindo, como Ariane Martell e Asha Greyjoy.
            A gota d’água foi o estupro de Sansa. Pois foi dada a preferência da construção de uma personagem masculina, Theon, à continuação da construção da feminina, Sansa.
            Não tentem justificar com “Vc ñ sabe! Ela pode ficar forte depois disso”, afinal todos que leram o livro, lógico, podem afirmar que a graça dessa história é a coerência com o psicológico de cada personagem então vamos pensar: Vc é uma moça, que perdeu tudo. Perdeu casa, perdeu pai, mãe, irmãos. Vc foi maltratada, viu seus sonhos destruídos e a realidade mas dura e cruel esfolada na sua cara. Então vc volta p/ a sua casa, porém ñ há mais nada seu lá. Vc casa com um cara que te estupra na frente de outros na cama de seus pais. Vc vive com o agressor e com seus cumplices. Realmente, REALMENTE, vc acredita que há alguma estrutura psicológica ou força ali p/ se reerguer? Se houver uma “fortificação” da personagem, vc ve a lógica nessa fortificação ou só a série forçando a barra?
            E por fim toda forma de mídia tem um grau de influência e na serie ao invés de deixar as personagens femininas fortes, que ali já existem, eles optam por uma posição que reflete e explora o machismo da sociedade que existe, e camufla isso com contexto histórico e “motivos que virão mais pra frente”.
            E esse é o motivo do “mimimi”.

          • Dell Brito

            Só loguei no site para dar like no seu comentário. Acho que ele resolve bem tudo que está acontecendo. Parabéns pelo bom senso!

          • Vlw Dell Brito. Deixando bem claro que não sou senhor da verdade, apenas não achei nada mais coerente do que isso. Até agora só contra-argumentos mal amarrados que geram perguntas em looping que são gerados unicamente pelo gosto pessoal das pessoas, não por uma coerência em que me chegue a um fim. Esse comentário inclusive foi a resposta que minha namorada escreveu para uma pessoa que, como muitos, tratam a questão como “mimimi”. Ela é fã dos livros, e a série acompanhava meio que por cima, e ficou indignada. No inicio achei que ela estava exagerando, mas ela me explicou o motivo da indignação e para mim, fez todo sentido. Como neutro nessa “briga” não encontrei nada para rebater os argumentos de quem defende o assunto sobre essa ótica. Me arrisco dizer radicalmente que, o único argumento que defende o estupro, é justamente isso mesmo: ser a favor do mesmo. Mas é horrível demais aceitar isso porisso esse “ódio” velado ao tentar diminuir os argumentos de quem não concorda. Ninguém quer ser visto como defensor de algo tão abominável, e ficam perdidos em tantos argumentos vazios, que tentam mas falham em defender a opinião deles.

          • Gustavo Santos

            Cara foda-se se a série não segue o livro! Isso se chama adaptação! E muito menos o estupro foi gratuito, se for assim então que vão protestar por tudo que acontece em novelas que é tão podre quanto.

            Isso é falso moralismo e feminismo puro! O problema é que ninguém admite isso e fica se escondendo pra tirar o seu da reta.

            Pra quem não entendeu o porque desse recalque todo e dessa polêmica, é por causa disso

            “É com a serie por inteiro, uma serie q está destituindo todo o poder feminino das personagens criadas por GRR Martin. Algumas perdendo sua identidade, como Sansa, Daenerys e outras nem mesmo existindo, como Ariane Martell e Asha Greyjoy.”

            “Mimimi a série é machista, mimimi mulheres estão sendo pisoteadas, mimimi go go girl power, mimimi feminazis ownam na vida, mimimi não é ficção, mimimi guerra contra as mulheres”

            Na boa vocês enxergam merda onde não tem, tudo isso apenas pra gerar polêmica e pedir atenção, porque deve estar faltando em casa.
            Ninguém entende que essas coisas eram normal naquele tempo, era normal mulher não tem influência e as que tinham era por causa do nome que carregavam, mas não daí acontece uma cena onde uma mulher não se dá bem daí o povo caí em cima dizendo que é machismo, dizendo que tão contra as mulheres e blá blá blá. A própria atriz ADOROU a cena e vocês aí de mimimi. Eu hein…

          • Valdelite Rodrigues

            Exatamente, concordo em tudo! Se o roteiro tivesse que ser totalmente igual ao livro seria polêmico assistir cinqüenta tons de cinza … Aff….filminho mais ou menos menos

          • Dayanny Costa

            Vc tem feito os comentários mais coerentes, tenho preguiça dessa gente que engole qualquer porcaria porque “é adaptação” porque é “ambientada na idade média” aloow dragões, white walkers, wargs, escamagris, pode ter tudo isso, mas não pode ter poder feminino na tela né?! Dorne tá ridícula na série, e era pra ser foda, como justificar o fato de terem suprimido a herança do trono independentemente de gênero e levar junto a Arianne Martell? A série não se passa num contexto histórico real então por que suprimir as mulheres que tem poder nos livros e justificar com a violência da idade média? Gente que não questiona nada ‘veio ao mundo e perdeu a viagem’.

          • Exatamente esse o ponto Dayanny. Estão tirando o poder das mulheres do livro. Esse comentário “explicando pra quem não entende porra nenhuma” que eu coloquei ai, é o ponto chave. Mas está todo mundo ludibriado, pq a série é foda! tem coisas fodas acontecendo o tempo todo! caralho que demais!
            Mas não adianta tentar discutir com as pessoas. Estamos aqui expondo pontos. O que mais me incomoda, é o fato de terem pessoas com indignações pertinentes, embasadas mas que estão sendo tratadas como mimimi. Acho que devemos ter no mínimo de respeito pela opinião do próximo, desde que bem argumentada claro. Um “eu axo isso, axo aquilo” sem um embasamento que tenha coerência, ai sim é pode ser considerado um mimimi. Hoje em dia, “mimimi” está sendo usado para qlq opinião controversa ao que você acredita. Usa-se “mimimi” por falta de paciência de ver o outro lado ou mesmo falta de capacidade de entender ou gerar um contraponto coerente para se fazer uma discussão saudável.
            Resumindo: Não falem mal da minha série amada, senão será caçado, punido, torturado por isso.

          • Diego

            Considerando que dezenas de outros personagens foram torturados, estuprados, mutilados, esfolados, castrados, quebrados e destruídos psicologicamente, você quer me convencer que essa “indignação” toda não é seletiva?

            A galerinha do politicamente correto cansou da brincadeira, e estavam esperançosos de ver uma Sansa “empoderada”. Não souberam reagir ao casamento dela com o Ramsey.

            E o pior: a série e o livro sempre foram MUITO CLAROS sobre a violência da trama. MUITOS E MUITOS homens são tratados como lixo pelo enredo. Não é uma exclusividade das mulheres.

            E outra: se o Theon vai se reerguer de toda essa merda que fizeram com ele, você acha que a Sansa não é capaz de se recuperar de uma noite de núpcias forçada?

            Você não quer que usem justificativas históricas, mas quer que usem sua ideologia como base para o desenvolvimento da trama. É ridículo. Um cerceamento da liberdade criativa.

          • meu problema principal é com a presença da sansa.

            o que ocorreu com JP = fArya nos livros é horrível e isso é mais um motivo pelo qual mindinho não me desce.

            no entanto, esse era o papel que lhe cabia na trama.

          • os produtores destruiram a sansa e agora eles terão que “rebolar” pra mudar isso.

  • Gustavo Santos

    Ahahahah tinha que ser, tava demorando pra vir alguém postar essa bagaça.
    “Guerra contra as mulheres” cara, vocês são muito doentes, sério.

    Da onde Game of Thrones é guerra contra as mulheres? Vocês precisam deixar de ser feministas extremistas, isso faz mal. Já disse e volto a repetir, isso é uma ficção, ninguém está te obrigando a olhar, e é mais que normal que mulheres naquela época não tenham tanto poder como homens. É uma série machista? Pode até ser que seja.

    Se vocês não gostam de cenas assim, não olhem séries assim, ponto.

    É a mesma coisa com Batman, no arco da Batgirl ela é “estuprada” pelo Coringa, porém isso foi cartado porque a HQ da Batgirl tinha um público infantil feminino no qual era voltado e realmente eu concordo que não seria legal mostrar à uma menina de 10 anos no qual adora a heroína dela sendo abusada sexualmente e espancada.

    Agora em Game of Thrones já é diferente, ele tem uma faixa etária diferente, público alvo diferente, maioria é homem (não estou dizendo que mulher não possa olhar), mas logo é normal ver cenas pesadas, onde existe violência, estupro, morte e etc…

    Se ofender com isso é demais, é ser extremista e é isso que a maioria das pessoas estão sendo.

    Vou dar uma dica pra quem tá “horrorizada” com a cena do GoT: Larga GoT que logo Novembro tá aí com a série da Supergirl, que parece ser bem legal e bem leve. 😉

    • Priscila Lameira

      Nossa, cara, vc se deu ao trabalho de ler o texto? Pelo visto não né? Impressionada com a desonestidade intelectual de vcs, pelamor.

      • Gustavo Santos

        Tu é retardada né? Obviamente eu li essa merda de texto senão eu nem teria me dado ao trabalho de comentar sobre essa idiotice (Sim, idiotice mesmo!) sobre de Guerra contra Mulheres.

        Sério vocês são doentes porque qualquer coisa que alguém dica ao contrario vocês ficam falando “Ai desonestidade intelectual” ou “tu leu o texto?” SIM querida eu li a merda do texto. Tu leu o que eu escrevi? Não né? Tô impressionado com tua FALTA de inteligencia e BOM senso. -___-

        E ainda quer pagar de foda, por favor.

        • Priscila Lameira

          Eu não sou retardada, mas vc é um baita de um sem educação que não consegue sustentar argumento sem ser babaca. Sorry, com gente como vc eu não gasto meus neurônios. Beijo no coração e volte se aprender a se comportar ;*

          • Gustavo Santos

            Eu sou babaca sem educação? Tu tava com a outra chamando o cara de estuprada e eu sou o babaca? Vai se tratar.

          • Gustavo Santos

            Aham eu o babaca né? Tu tava com a outra chamando o cara de estuprador e eu sou o babaca? Sério, vai se tratar sua ridícula!

          • Priscila Lameira

            Oin, ti lindo defendendo os amigo omi hahahaha! Vê se cresce -.-

          • Gustavo Santos

            Tá eu não vou perder meu tempo com uma pessoa que não tem argumento. Vai lavar uma louça, vai.

          • Priscila Lameira

            Ain cara, jura que vc veio com essa? Lavar a louça? hahahahaha Vai você aprender a debater. Argumento eu tenho pra gente educada e minimamente inteligente. Mas fica tristinho não, certeza dá pra achar quem fale babaquice no mesmo nível que o seu para você ter com quem perder o tempo 😉

          • Gustavo Santos

            Priscila não adianta argumentar contigo, foram dados vários pontos sobre a cena e tu quando não tem mais argumento apela pra ser idiota e tentar debochar. Por isso sinceramente acho perca de tempo discutir com alguém do teu nível que não consegue nem se quer entender uma cena, onde não existe, onde a atriz ADOROU a cena (sim ela mesma disse isso), então é perca de tempo, tu só tá pagando de idiota e retardada aqui falando asneira. Se tu soubesse ainda argumentar com educação e sem deboche eu manteria uma conversa saudável contigo, mas eu acho que a educação acabou no momento que tu acusa uma pessoa de ser estuprador por defender a cena sendo que nem é pelo estupro, mas de boa aí eu não vou perder mais tempo, quer ficar falando aqui e fazendo deboche gratuito fique a vontade que eu nem vou mais dar meu ar da graça. 🙂

          • Priscila Lameira

            Pra quem disse que não ia perder o tempo comigo até que tá durando hein? 🙂 Se você tivesse lido o texto saberia que a queixa sobre a cena de estupro da Sansa é só uma faceta de toda a situação. E repetindo, argumento eu tenho pra gente educada e minimamente inteligente, e nunca para omizinho xatiado com feminista malvadona. Vai tomar seu leite com pêra e nanar que tá tarde.

          • Gustavo Santos

            É, vou tomar meu leite com pêra que eu ganho mais do que perder meu tempo contigo. o/

  • Voice

    Enfia o politicamente correto no uc

  • Raquel Henriques

    Ela (Sansa) casou-se com ele (Ramsay) não por livre e espontânea vontade. Diferente de Tyrion que a respeitou ele não tinha esta “obrigação”. Historicamente falando esta era a obrigação das mulheres, gerar herdeiros. Algumas eram treinadas antes para saber satisfazer o marido! Alguns podiam até ser gentis, outros não. Até anos atrás mulheres casavam assim que menstruavam e não tinham noção do sexo como nós hoje e sim, não era um conto de fadas.

    Na boa, quanto menos gente chata, mente fechada e retardada (afinal, é um retardo essa coisa de TUDO É MACHISMO MIMIMI, até parece que não sabem reconhecer o que realmente é machista em nosso mundo) assistindo a série, melhor. Vão lá dar audiência para as novelas da Globo!

  • Renato Oliveira

    SÉRIE DA IDADE MÉDIA E IMBECIS QUEREM QUE TENHA MARCHA DAS VADIAS E PARADA GAY LÁ..

    • Luci Correia

      Não é idade média. É fantasia Épica levemente inspirada na Idade Média. O que é bem diferente.

      • Rodrigo Pinheiro

        Tanto faz ‘-‘

      • Matheus Marraschi

        Exato! FANTASIA épica. Isto é, não precisa ter conexão alguma com o nosso contexto social atual. Tendo o aval do Martin, eles podem colocar estupro até como vírgula. E se isso fere sua moral, é melhor fazer que nem os revoltadinhos citados na matéria e não assistir mais.

        • Luci Correia

          Sim, de fato parei de ver, tô só nos livos mesmo. Não feriu minha moral, só achei falta de criatividade o estupro. Recurso batido de roteiro. Mas tem quem goste, paciência…

          • Matheus Marraschi

            Não questão de GOSTAR (que argumento apelativo). É questão de não se incomodar, justamente por saber discenir um universo distópico do nosso contexto. Além do mais, estupro por estupro, no livro tem (e muito), inclusive nessa cena (embora não seja com a Sansa). 🙂

          • o problema é que sim cara… foi gratuito. Motivações: o Ramsay faz pq é o Ramsay… explicável a ponto de que até mesmo nos livros existe realmente de fato o tal estupor, por conta da construção do personagem Theon. Mas não com a Sansa… que estava tendo uma ascensão que a levaria a outro rumo. A desculpa é que eles “precisavam” colocar a cena (ou só queria chocar por audiência?), mas não se deram ao trabalho de colocar uma personagem dentro do contexto… a Sansa não. E não venham com a história de que vai dar força para a personagem, pq acho que estupro não fortalece ninguém. Ali eles mataram a Sansa… o máximo que pode sair de condizente dela agora, é submissão até o fim, e no máximo ela pira, cansada da humilhação, e mata o Ramsay e é só isso mesmo. Mas se o Ramsay fez o que fez, quebrou o Theon daquele jeito, imagine o que acontecerá com a Sansa, que era uma menininha frágil e mimada… só acho que acabaram todas as motivações da personagem querer fazer alguma coisa.

          • Matheus Marraschi

            Como você sabe que foi gratuito? Não houve desenvolvimento algum a partir da cena, ela tá completamente fresca. Acabou de acontecer! Impossível dizer que foi gratuita, sem ao menos esperar pra ver se haverá algumas evolução a partir dela nos personagens envolvidos. Me passa essa bola de cristal aí, man….

          • Cara, tão óbvio que até me surpreende ter que explicar…
            “Precisamos fazer a cena do estupro… mas não estamos com a personagem certa para isso… é tão importante assim a cena?! bom, de certa maneira para o desenvolvimento do Theon é. Blz, vamos fazer então. vamos pegar quem então pra fazer?! Coloca alguém desconhecido para dar esse Up ai na construção do Theon?! Ah não, vamos pegar a Sansa, e casar com o Ramsay, que não rola nos livros, mas na série tá blz.”
            Ou então vamos simplificar:
            “Vamos estuprar alguém hoje?! vamos! que tal a Sansa? ok. Casa ela ai com o Ramsay, e depois a gente ve como vai ficar.” de graça… Estupro nenhum vai fortalecer personagem.

          • to de acordo contigo.

            no meu entendimento a maioria dos que não se importam com o fato lamentável que aconteceu a sansa é formado por não leitores.

            a próxima da lista é a arya a julgar pela mente doentia dos produtores.

          • Vlw Rodrigo. Tipo, estamos aqui expondo pontos. O que mais me incomoda, é o fato de terem pessoas com indignações pertinentes, embasadas mas que estão sendo tratadas como mimimi. Acho que devemos ter no mínimo de respeito pela opinião do próximo, desde que bem argumentada claro. Um “eu axo isso, axo aquilo” sem um embasamento que tenha coerência, ai sim é pode ser considerado um mimimi. Hoje em dia, “mimimi” está sendo usado para qlq opinião controversa ao que você acredita, por falta de paciência de ver o outro lado ou mesmo falta de capacidade de entender ou gerar um contraponto coerente para se fazer uma discussão saudável.

          • perfeito.

            a meu ver o verdadeiro estupro foi feito nos leitores fãs que assistem a serie.

            realmente é cedo pra saber qual o futuro da sansa a partir do que aconteceu.

            mas é inegável que ela foi totalmente descaraterizada no episódio 06.

          • Diego

            Ninguém aqui está com “dificuldade” de entender nada. Seus pontos não são exatamente ciência avançada. É só indignação seletiva que clama “embasamento” mas não tem nenhum.

            Alterar os livros é algo que a série fez muito. Não é agora com a Sansa que o povo tem que “cansar”. Reduziram personagens femininos, masculinos e até lupinos! Cadê PETA nessas horas??

            O livro teve vários relatos de estupro. Além de todo tipo de violência física ou psicológica. A história deixa claro que vai ter violência SIM! E se reclamar vai ter mais ainda!

            Então não existe nada que desabone a cena da Sansa. Nem por ser fora de contexto (está ok, até light, para GoT) e nem por alterar os livros. Ambos os campos já foram exaustivamente explorados antes desse mimimi todo. Ah, e é mimimi sim. Nada mais complexo que isso.

          • Ok Diego, não sei de onde você tirou a sua ciência avançada mas blz, se você não entendeu ainda o meu argumento que desabona a cena da Sansa, paciência. Eu não vou me repetir e colocar mais uma vez minha opinião aqui (se quiser, procure meus comentários, senão para mim não vai fazer diferença) pois meu argumento ainda não muda e você falou falou e não disse nada coerente para defender o seu ponto. Quanto aos seus 2 comentários, isso sim, eu chamo de indignação seletiva sem embasamento. Continue com sua opinião e boa série.

          • Diego

            Cara, seu argumento é simples: a história da Sansa está fora de contexto. Como assim? Está fora do que mostram os livros? Está simplista demais e menos do que satisfatória? Se você está assistindo a mesma série que eu, viu que fizeram isso com MUITOS arcos de ASOIAF. A parte do Tyrion indo pra Mereen está horrível.

            Eu sei que isso faz parte do processo de adaptação. Mesmo assim não gostei do rumo das coisas e cansei de assistir. Se eu me indignei com um estupro? Eu me indignei muito antes, quando estavam em Fosso Cailin. Quando vi que a Sansa seria a noiva do Ramsey, disse um sonoro “pqp” junto de minha esposa.

            O que não cola é transformar isso em causa de justiça social, catando piolho na série pra encontrar machismo. Aliás, nem precisa catar piolho. Machismo tem aos montes. Assim como egoísmo, psicopatia, racismo e elitismo. Dizer que descobriu só agora é de uma ingenuidade tremenda! Ou, no caso de muitos, desonestidade.

            E pior ainda é dizer que “vai ficar só nos livros” por causa disso. Lá também tem disso. Em níveis mais detalhados e muito mais indigestos. Aliás, me parece que a série é muito mais tragável para os politicamente corretos que a obra escrita. Não sei como essa gente conseguiu acompanhar até agora, sinceramente.

          • Diego

            Cara, você não está nem aí pro “arco” da Sansa. Até porque a série já mudou arcos muito mais importantes ou impactantes. Caso não tenha reparado, os autores resolveram cagar matando o Barristan e transformando o Mormont em um homem de pedra.

            Esse “estupro” foi EXTREMAMENTE “light” comparado ao que aparece nos livros. Foi sexo nupcial forçado e estúpido, algo que estamos cansados de saber que acontece em GoT. Assim como tantas outras pequenas torturas do dia-a-dia. Além das grandes, claro. Ou esfolamento tá susse?

            Então admita: você só pulou na oportunidade de ser um cavaleiro branco de internet.

          • Bom cara, essa é sua opinião, acho que a minha eu já deixei extremamente clara, quem entendeu blz, que não entendeu, paciência. Respeito seu ponto de vista mas não concordo. Agora quanto “admita: você só pulou na oportunidade de ser um cavaleiro branco de internet.” essa é só mais uma opinião sua, sem embasamento ou argumentação que não seja única e exclusivamente para tentar me atingir pessoalmente, fora do tema de discução. Visto que vc está criando um prejulgamento por eu ter um ponto de vista controverso a respeito de algo que vc gosta. Desculpa ae se eu não concordo e compactuo com sua visão.

          • Valdelite Rodrigues

            Martin está ao lado do roteirista da série… Se ele que escreveu o livro permitiu, pelo amor… Parem de encher! Um estupro não fortalece personagem, mas as atitudes que ele toma a partir de então… Como saber?! Só parando de falar bobagem e esperar os próximos episódios… Não há protegidos na série, já ocorreu violência de todas as formas e em se tratando de game of thrones não da pra esperar jardins encantados… E essa cena pode sim ser o início do “acordar” dessa personagem que sempre foi “essa menininha frágil e mimada” como se disse. Talvez tenha sido o ponto de reviravolta que deram a esse personagem sem graça da Sansa em conjunto com o reerguer do Theon… Tchau

          • o que aconteceu com a sansa foi tb um estupro aos leitores fãs que assistem a serie.

  • blabla

    feminista é tudo troxa

  • Uma filha de Hermes ladra.

    É por isso que feministas perdem tudo de legal da vida.

  • Thatiana Oliveira

    Quem tá defendendo a série, não leu os livros.
    Acabei de ler o livro 4 e a superioridade da história do Martin sobre os roteiros da HBO é absurda. Esses caras estão abusando do direito de “readaptar” uma história.
    Simples assim, desculpa.

  • Daniel Martins

    Porra de “não gostou, não assista”. A cultura existe pra ser debatida, questionada, problematizada. Nenhuma sociedade no mundo avançou sem reflexões críticas abertas à população. Audiência passiva é sinal de atraso e espaço para dominação, vide o público das novelas e da maioria dos programas de TV brasileiros e o eleitorado médio do Brasil. Se um grupo de pessoas considera que a série está fazendo um uso apelativo do estupro, isso tem que ser colocado em discussão, ainda que isso conduza a conclusões diferentes.

    • Diego

      O problema é que esse “grupo de pessoas” está sendo muito seletivo nessa indignação toda. Explodir os olhos de um cara com as mãos? Massa! Épico!!! Capar um cara e torturá-lo psicologicamente depois? Que legal! Vai virar meme!! Ver um exército de meninos castrados e criados como mercadoria? Que poético! As mulheres do Craster sendo sistematicamente estupradas todo santo dia? Ah, eram figurantes.

      Por que essas coisas estão sendo “discutidas” agora? Me parece mimimi politicamente correto, que estava esperando um “empoderamento” da Sansa e se deparou com ela impotente diante de um cara escroto. Como aconteceu com UM MONTE de personagens antes. É muita bobeira. Não tem nada de produtivo nisso.

    • Catena Hernandez. Nada demodê.

      Não gostou? Então não assista…

  • Diego

    Sim, porque lá vocês não cerceiam ninguém, né? Só apagam comentários contrários a essa ideologia infantilóide ou bloqueiam perfis. Assim como no Facebook. Super democrático.

    Ah, claro que vocês dizem que esses comentários são todos “machistas”! É incrível como pessoas assim tenham se dado ao trabalho de ler os livros ou acompanhar a série. Meu, voltem pra Harry Potter.

  • Pingback: Produtor de Game of Thrones tenta explicar entrevista sobre estupro "Isto é Game of Thrones "()

  • Tarcisio Russi

    Esse choro todo é somente porque as mulheres que acompanham a série criaram uma expectativa na Sansa como se ela fosse a revolta feminina em pessoa, que seria a vingadora do bem, a soberana contra o mal, ou seja, tomaram na tarraqueta bem forte.

    Não existe espaço pra guerreiros da justiça social em GoT, nem pros politicamente corretos. Não é uma novela, onde o bom terá o final feliz, veja pelo Nedd, no início da série que parecia o protagonista, foi mutilado como se fosse um coadjuvante.

    Sansa fez cagada a série toda, viu a família inteira morrer sendo passiva, sem sequer demonstrar um esforço, pra mim o estupro foi é pouco. E não me venham com a tag: #nãomereçoserestuprada, pois para os que ainda não sabem (pelo menos parece ser a maioria), GoT não passa de uma obra de ficção.

  • Enquanto isso a louça cada vez mais suja.

  • Diego

    Seguinte: parem de putaria e assistam o oitavo episódio. Ali vocês verão que valeu a pena tudo que os caras economizaram até agora na temporada…

  • vertigini

    ” CDL através do nosso colunista Matheus Oliveira continuará a fornecer cobertura da série, na esperança de que as coisas poderão melhorar”
    .
    Edilson Cândido Rezende, você tem noção do que acabou de dizer? Sabe o que é ficção? Sabe o que é Nelson Rodrigues? Quer dizer, pessoas são decapitadas, queimadas, castradas e nada… agora uma cena de estupro é horrível. Todas a cenas de Game of Thrones são horríveis. Porque é uma ficção épica. Mas indignação seletiva é uma coisa interessante, mesmo. Sou escritor e peço a gente melindrosa como você que passe longe de meu trabalho. Passar bem!

    • E já teve castração!? E ninguém falou nada??? Ha, ha, ha… Beleza. Cada vez mais com nojo dessa “indignação seletiva”. Aquela velha história: a minha dor é maior que a sua.

  • Catena Hernandez. Nada demodê.

    Não gostou? Então não assista… A atitude do personagem não foi nada gratuita… Muito mimi… Geração leite com pêra foda….

  • marcos silva martini

    mas não falam nada do “freek” ser surrado, espancado, “estuprado”? ter seu penis cortado fora, ser tratado como cachorro, como capacho etc etc etc etc etc etc.

  • Robinson Briseno

    Ninguém é forçado a ver Game of Thrones. E não adianta tentar boicotar a cobertura da série pois não vai funcionar. Quem quiser assistir vai assistir e pronto. Outra coisa, a todas as pessoas que dizem coisas do tipo “Pare de assistir a série porque o estupro e a violência contra as mulheres está sendo banalizado(…)”…vocês deveriam prestar atenção a história de Game of Thrones…ela se passa em um período medieval e fictício ao mesmo tempo. Vale lembrar que a série é bastante realista ao mostrar como as mulheres muitas vezes foram tratadas ao longo da história humana…principalmente no período medieval elas não eram tratadas com muita gentileza. Ou vocês acham que os direitos das mulheres eram iguais aos dos homens antigamente(do século 20 para trás)? Eram épocas de extremo barbarismo tanto com relação ao sexo quanto com relação as guerras. Não estou dizendo que é agradável ver uma mulher grávida sendo esfaqueada na barriga(pois não é de forma alguma) mas infelizmente esse tipo de coisa pode ter acontecido em alguma época. Então, a violência existente em Game of Thrones está dentro de um contexto e assim deve ser analisada. Não é uma coisa gratuita pois tem um sentido para aparecer.

Copyright © 2018 Cabana do Leitor.