Connect with us

e-Sports

Mundial 2017| Fnatic tem dificuldade em jogo contra Young Generation

LOJA DC 4

Começou na madrugada desta segunda-feira (25), o terceiro dia da fase de entrada do mundial de League of Legends. Os confrontos a partir de agora serão entre os grupos C e D, começando a madrugada com uma partida equilibrada entre os times Kaos Latin Gamers (LAS) e Young Generation (GPL). Confira agora como foram todos os jogos:

Young Generation 0 x 1 Kaos Latin Gamers 

É a primeira vez que os times se enfrentam e o resultado era imprevisível, visto que foi a primeira vez que a Young Generation aparece em uma competição internacional. Do outro lado, a Kaos Latin Gamers que já apareceu diversas vezes na antiga competição, internacional wildcard.

Com um picks e bans estranho por parte do time vietnamita, deixando passar picks muito fortes, a Kaos Latin Gamers garantiu uma ótima dupla na rota inferior, com tristana e lulu. E foi justo nessa rota, que os chilenos da KLG conseguiram pressionar, garantindo uma boa vantagem no farm. O jogador “Fix”, chegou a garantir 30 minions à frente do seu adversário “BigKoro”.

A KLG demonstrou uma mecânica melhor do que seus adversários, mas a Young Generation não deixou barato nas rotações durante o começo do jogo, com boas descidas para ajudar sua bot lane por parte do jogador “Naul”, jogando de syndra e bons teleportes do jogador “Ren” com o seu renekton, também para ajudar a bot lane.

Mesmo assim, não foi o suficiente para diminuir a pressão na rota inferior e a KLG garantiu a primeira torre e o primeiro dragão do jogo. Depois disso, houve a inversão, e o time chinelo levou a bot lane para pressionar e garantir a torre da rota superior, junto com o arauto, utilizado para pressionar a última torre da primeira linha de frente, na rota do meio.

Apesar das boas rotações e vantagem em ouro global por parte da Young Generation, a KLG executou muito bem sua composição com boas lutas. Após garantir um pick off em cima do mid laner e do jungler inimigo, o baron foi executado por parte da KLG aos 27 minutos de game. Depois disso, foi apenas administrar o jogo, derrubando as torres e inibidores, sem resposta dos vietnamitas da Young Generation.

Rampage 0 x 1 Hong Kong Attitude

Um jogo cheio de dúvidas, mas com um histórico forte entre suas respectivas regiões. De um lado, a novata e promissora Rampage, diretamente do Japão. E do outro, uma incógnita, a Hong Kong Attitude, da LMS.

A HKA demonstrou sua força logo no começo do game, com 2 ganks seguidos por parte do caçador “Godkwai” já no level 3 no mid laner da Rampage, “Ramune”, deixando sua orianna prejudicada e atrasando muito o jogo dos japoneses.

Com uma inversão de lanes estranha por parte dos times, levando ambos atiradores e suportes para a rota superior, a situação dos japoneses apenas piorou. Com uma presença muito forte por parte do caçador “Godkwai”, a HKA dominou todo o jogo, abrindo muita vantagem cedo no jogo, chegando a 7 kills a 0 e 5 torres a 0.

O jogo terminou aos 25 minutos de jogo com a vitória do time Hong Kong Attitude, sem perder torres e com o placar de 11 à 1.

Fnatic 1 x 0 Kaos Latin Gamers

O terceiro jogo foi entre as duas forças do Grupo C, Kaos Lating Gamers e Fnatic. Ambas as equipes já são conhecidas no cenário internacional, principalmente a Fnatic, uma vez campeã mundial e participação em todos os mundiais.

O jogo começou agitado, com a caçador da KLG, “TierWolf”, tentando buscar um abate já no level 2, sem sucesso, em cima da rota inferior da Fnatic. E quem acabou saindo com um abate foi o atirador “Rekkles”, com a sua Xayah.

A KLG continuou buscando o jogo, tentando criar oportunidades entre a rota do meio e a rota inferior, começando lutas muito estranhas, aparentemente desesperadas.

Os europeus da Fnatic não encontraram nenhuma dificuldade em responder as ofensivas dos chilenos, garantindo abates e punindo o adversário com objetivos de torres e dragões. E em menos de 25 minutos de partida e confirmando o favoritismo, a Fnatic apenas administrou toda a vantagem e conquistou a vitória em sua estreia.

Hong Kong Attitude 0 x 1 Fenerbahçe

Diferentemente do primeiro jogo, a Hong Kong Attitude teve um jogo extremamente equilibrado contra os turcos da Fenerbahçe. O jogo foi a estreia dos turcos na competição e mesmo desfalcada na rota da jungle, não teve problemas para fazer uma boa partida.

O jogo começou com as duas equipes cautelosas, saindo o primeiro abate a favor da HKA em um bom gank do seu jungler “Godkwai”, apenas aos 10 minutos e logo em seguida, aos 15 minutos, a primeira torre cai também a favor da HKA.

Aos 20 minutos do jogo, as duas equipes apostaram em um base rush, ambos sacrificando 1 torre nível 2 e 1 torre do inibidor, mas foi a HKA que tirou vantagem do rush conseguindo levar o inibidor da rota superior, com uma ótima coordenação por parte do time.

Apesar da vantagem conquistada, a HKA não conseguiu executar suas lutas em equipe, com um corki apagado,além dos constantes pick offs. A Fenerbahçe por outro lado, cresceu ao longo do jogo com uma composição mais sólida para o fim de jogo, coordenando muito bem suas lutas e executando dois roubos de barons. E foi o suficiente para arrancar uma vitória em sua estreia.

Destaques: Dong-Woo “Crash” Lee pela execução do primeiro roubo ao baron e Tae Il “Frozen” Kim pela execução do segundo roubo ao baron.

Young Generation 0 x 1 Fnatic

Com 50 minutos de game, esse game foi o mais surpreendente e acirrado do dia. Contrariando todos os analistas e apostas, a Young Generation demonstrou um jogo completamente diferente e por pouco não arrancou uma vitória em cima da  favorita Fnatic.

A equipe da Young Generation deixou claro que iria dar trabalho quando o primeiro abate do jogo foi em um duelo 1 x 1 na rota do meio, com o jogador vietnamita “Naul” solando o mid laner da Fnatic, “Caps”, conhecido por “Baby Faker”.

O jogo estava empatado em torres, abates e uma leve vantagem de 3 mil no ouro para a Fnatic; quando aos 20 minutos, com um vacilo do jogador “Soaz” junto com o jungler “Broxah”, sendo pegos fora de posição, o time vietnamita consegue um abate sobre o shen de Soaz, dando o espaço necessário para a execução do baron e em seguida um inibidor.

A partir do baron, a Fnatic demonstrou calma para se defender das ofensivas da Young Generation e conseguiu executar muito bem a sua composição mesmo em um momento complicado do jogo, sem deixar que a vantagem do adversário ficasse fora de controle.

Aos 37 minutos, quem faz o segundo baron é a Fnatic, controlando muito bem a visão do mapa e o poder de cerco da sua composição. Logo em seguida, foi a vez da Fnatic, de novo, executar dessa vez o dragão ancião, dando o poder necessário para entrar na base vietnamita e conquistar torres e inibidores.

A última investida da foi aos 50 minutos, encerrando o jogo e garantindo a vitória mais complicada da Fnatic até então na competição.

Rampage 0 x 1 Fenerbahçe

A Rampage precisava da vitória para não se complicar na competição e a Fenerbahçe garantiu uma vitória complicada contra a Hong Kong Attiude, o mesmo time que passou por cima facilmente da Rampage. Ou seja, não dava pra saber como iria ser o jogo.

A Rampage começou atrás depois de um dive na rota do meio com a descida do top laner, “Thaldrin”, e seu maokai em conjunto com o jungler “Crash” e seu gragas. Logo em seguida, em uma tentativa de emboscada por parte da Rampage dentro da Jungle inimiga, o jogador “Tussle” acabou sendo levado com a ult da sua rek sai para baixo da torre, dando mais vantagem para o time da Fenerbahçe.

Os japoneses estavam errando menos comparado ao jogo anterior, mas não era o suficiente para segurar o avanço e as rotações dos turcos. Com um Kog Maw já forte, na mão do atirador, “Padden”, do time Fenerbahçe, aos 20 minutos uma tentativa de fazer o baron por parte do japoneses acabou resultando no segundo pentakill da competição a favor dos turcos. Complicando ainda mais a situação da Rampage, que já não conseguia encaixar boas lutas em equipe.

A partir do pentakill, os turcos executaram o baron e apenas administraram a vantagem que foram conquistando com o buff, levando torres e entrando na base dos japoneses, finalizando o jogo aos 26 minutos, amargando a segunda derrota da Rampage

Campeonato Mundial de League of Legends 2017

A cobertura completa você acompanha no Cabana do Leitor.

LOJA DC 4