Connect with us

e-Sports

INTZ – Em entrevista exclusiva equipe alega “Não existe mais equipes ruins no CBLoL”

Ana Paula Schuch Dias

Published

on

LOJA DC 4

A INTZ eSport é um time que foi lançando em junho de 2014, e desde que surgiu mostrou-se extremamente forte e capaz de competir de igual para igual com as equipes mais antigas. Um time unido e competente com um atual line-up invejável: Yang Felipe Zhao (Top); Revolta Gabriel Henud (Jungle); Tockers Gabriel Claumann (Mid); micaO Micael Rodrigues (AD carry); Jockster Luan Cardoso (Suporte). O Coach desse timão é Alexander Haibel, mais conhecido como Abaixal pelos seus fãs. Com resultados impecáveis esse ano, a INTZ fez uma entrevista exclusiva para a CDL, contando melhor sobre suas experiências, momentos e expectativas do segundo Split do CBLOL que por sinal, já começou e apresentou resultados surpreendentes.

CDL: Vocês conseguiram muitas conquistas em muito pouco tempo este ano, primeiramente no CBLOL no primeiro split e agora na BRMA no Rio de Janeiro, com vitórias em League of Legends e Cross Fire. Qual é o segredo do excelente desempenho?

INTZ: Falando sobre o League of Legends, desde 2015, nós participamos de todas as finais e perdemos apenas no 2º split de 2015, no Allianz Parque. Pensando nas outras nove modalidades de eSports que temos equipes, estamos sempre brigando pelos títulos e conseguindo vagas internacionais. É muito gratificante para nós os frutos que estamos colhendo de um trabalho sério, planejado e feito com paixão. Nosso clube é um dos mais novos no cenário, fundado em junho de 2014, e já temos uma estante cheia de troféus. A nossa missão não é ser o maior clube brasileiro e conhecido no Brasil, mas sim o maior clube da América Latina e conhecido no mundo todo. Para que isso ocorra, investimos bastante para cada vez competirmos mais fora do país. Já o segredo vamos seguir contando apenas para os nossos atletas (risos).

CDL: O INTZ chegou no cenário brasileiro em junho de 2014 e em dezembro foi anunciado a contratação do Gabriel Henud (Revolta), vocês acham que ele foi essencial para a conquista de todos esses títulos?

INTZ: O Gabriel tem um espírito de vencedor e isso anima quem está ao seu redor. Ele realmente foi crucial para um novo “mind set”, não apenas em sua equipe, mas em todo o clube. Hoje, já podemos dizer que toda a sua equipe está na mesma página e todos têm habilidade de sobra para ganhar.

CDL: Desde a época do Acezone, vocês imaginavam chegar a ser o time top do Brasil?

INTZ: Acezone é um outro clube. Dois jogadores nossos jogaram lá quando os contratamos, se não estou enganado, mas não há uma relação mais forte que essa. Sobre imaginar que a nossa equipe de LoL seria campeã quando fundamos o nosso clube, seguramente sim, mas não em apenas seis meses de existência. O resultado e o crescimento foram muito rápidos. Fomos de uma equipe no fundo da tabela para o topo em metade de um ano.

CDL: É visível o carinho da torcida pelos jogadores, como eles lidam com isso? O INTZ estimula que eles sejam atenciosos?

INTZ: Eles adoram este contato com os intrépidos, como chamamos nossos fãs. E toda a staff do clube adora também. É algo natural para nós hoje e, quando não estamos treinando, estamos conversando com todos via streams (transmissões online) na Azubu, redes sociais, bootcamps da NVIDIA (eventos e campeonatos presenciais).

CDL: Qual é o time que vocês consideram o ”maior perigo” para as próximas competições?

INTZ: Não há mais equipes ruins no CBLoL, todos têm excelentes níveis e podem ser campeões. Cada batalha necessita de um nível altíssimo de concentração e dedicação para ganharmos a guerra. E é isso que vamos continuar focando para fazer: sermos campeões! #GoINTZ

Revisado por: Bruna Vieira.

LOJA DC 4
Comments