Connect with us

séries

Killing Eve | Uma série de crime totalmente girl power

LOJA DC 4

Killling Eve é a nova série de drama e crime da BBC América e conta com Sandra Oh, Jodie Comer e Fiona Shaw no elenco.

A primeira cena do episódio já nos apresenta a antagonista Villanelle, uma assassina profissional e muito inteligente. A personagem principal, Eve, nos é apresentada acordando numa manhã difícil, de ressaca. Após chegar atrasada a uma reunião, Eve se empolga com o caso que lhe é apresentado: um político russo foi assassinado e sua namorada, a única testemunha do crime, está no Reino Unido e precisa de proteção.

O único problema nesse caso é que Eve é segurança e seu papel é garantir a segurança dessa testemunha até o dia do depoimento, enquanto o seu sonho é ser espiã e estar atrás do assassino que matou o político.

O episódio inteiro é estruturado entre cenas de Eve e sua investigação paralela do crime, e Villanelle, sempre recebendo missões para matar novas pessoas. A cada crime, o roteiro consegue nos mostrar as habilidades da criminosa, sua inteligência e perspicácia, assim como sua confiança no que faz e sua vida sem lei.

Nos momentos que acompanhamos Eve, percebemos que ela também tem uma inteligência diferenciada, que não está sendo aproveitada no trabalho que exerce, percebemos sua desconexão com seu marido, apesar de gostar dele, e seu comportamento impulsivo e mimado, fazendo o que quer e acredita, não se importando com as regras.

Ao final do episódio, Eve e Vellanelle se encontram no banheiro de hospital, nenhuma das duas sabe quem é a outra. E, após Vellanelle finalizar seu trabalho, Eve é despedida. Mas Carolyn Martens, do departamento de investigação, vê potencial em Eve e o episódio termina com a promessa de que Eve fará parte do time de investigação, aproximando mais ainda as personagens em suas caçadas.

Percebi poucos erros, que me incomodaram um pouco, como a questão da Villanelle não usar luva nos momentos do crime, deixando seu DNA no local. E, mesmo assim, me pareceu que o departamento de investigações não tem sua identidade. Não sei se isso foi um erro mesmo da série ou se será melhor explorado nos episódios seguintes. Temos que continuar assistindo para saber.

Mas a série me surpreendeu. Eu esperava um episódio piloto morno, com conflitos não tão desenhados e personagens não tão definidos. Mas o que vemos é um episódio já bem estruturados e personagens instigantes, muito bem pensados e costurados. Em alguns momentos senti uma lembrança de Death Note, pelo fato de nos apresentar um assassino e um detetive brilhantes. Outra questão muito legal é que a série e completamente girl power. Tanto a protagonista quanto a antagonista são mulheres! E são mulheres fortes, inteligentes que sabem muito bem o que querem. 

O fim do episódio deixa um gosto de quero mais, para saber como essa estruturada de “gato e rato” vai se desenrolar com essas duas brilhantes personagens.

Killing Eve vai ao ar todo Domingo na BBC America.

9

Roteiro

9.0 /10

Direção

8.5 /10

Atuação

9.5 /10

Pros

  • Personagens femininas fortes

Cons

  • Mais atenção aos detalhes do crime
LOJA DC 4

Escritora (autora de dois livros: É Inverno e O Colecionador de Borboletas), estudante de cinema e musicista nas horas vagas. Viciada em livros, séries e filmes.