Connect with us

Tempo

O amor desapegado

LOJA DC 4

O amor é um sentimento que não pode ser explicado ou compreendido sem uma certa dose de confusão, até porque ele se manifesta de diferentes formas para cada pessoa. Alguns acreditam que ele é infinito, enquanto outros não acreditam nele. Alguns, assim como na música do Cazuza, acreditam que quando ele acaba, na verdade, nunca existiu. Em que você acredita?

jetsunmaA verdade é que existem várias formas de amar… Existe o amor dos pais, existe o amor fraternal, o amor por um amigo, o amor pelo próximo e existe também aquele amor que muitos buscam, mas poucos sabem reconhecer quando encontram que é um encontro de duas almas, duas pessoas que decidiram por si próprias criar um vínculo com o outro pela simples vontade de estar junto. Às vezes a gente se engana e pensa que o amor é estar junto o tempo todo, que é cercear a liberdade do outro e agindo assim só conseguimos afastar quem a gente mais deseja ter por perto.

Dizem que o desapego é o avesso do amor, dizem que é deixar a pessoa seguir seu próprio rumo na vida em um caminho completamente contrário ao seu e que quando a gente ama deixamos a pessoa livre, só que desapegar-se não é tão fácil quanto pode parecer pois nem sempre quando “desapegamos” o sentimento vai embora.   A verdade é que, muitas vezes,  podemos até deixar ela ir, mas o amor continua intacto. Talvez a gente nunca entenda a verdadeira essência do amor sem ter uma boa dose de desprendimento.

O desapego pode existir em conjunto com amor e isso acontece quando a gente aprende a deixar a pessoa livre mesmo estando do seu lado.  É continuar amando-a e desejando o bem pra ela mesmo quando ela está longe dos seus olhos, mesmo estando com outro alguém desde que ela esteja feliz e também estar feliz pelas suas conquistas. Esse vídeo do canal O lugar que circulou na internet esse ano e teve milhares de visualizações. Ele mostra as diferenças entre o amor e o apego e como, muitas vezes, o que julgamos romantismo na verdade é bem diferente do que pensamos e acho que vale a pena relembrar (para assistir habilite a opção legendas):

Quem sabe com essas explicações a gente consiga diferenciar esses dois sentimentos que complicamos tanto e tentar colocar em prática no ano de 2015 que está prestes a começar!

LOJA DC 4

Futura jornalista e escritora de gaveta que usa seus textos para fugir um pouco desse mundo louco. Música, cultura, cinema e relacionamentos. Quer saber mais? Segue no twitter @cacaurocks

Comments