Connect with us

Livros

Resenha | Amor & Gelato de Jenna Evans Welch

LOJA DC 4

Sabe aquele livro leve que te transporta para outro lugar e você simplesmente não que sair? Prazer, lhes apresento Amor & Gelato, uma história triste e alegre ao mesmo tempo, romântica, e cheia de mistérios. Ela é de tudo um pouco.

Da autora americana Jenna Evans Welch, Amor & Gelato conta a história de Lina, uma jovem de dezesseis anos que acabou de perder a mãe e foi praticamente forçada a morar com um homem que nunca ouviu falar, mas que todos diziam que era seu pai. O problema é que ele morava do outro lado do oceano, em Florença, e como se já não bastasse largar toda a sua vida para morar com um desconhecido, esse homem mora em um cemitério memorial americano da Segunda Guerra. Ótimo, não podia piorar. Mas vamos lá… ela estava em Florença, alguma coisa boa tinha que acontecer.

“Minha mãe nos mantivera afastados por dezesseis anos. Por que estávamos juntos agora?”

O livro é uma aventura de Lina em busca de repostas para o passado da mãe a partir de um diário que a mesma deixou. Ali contém toda a sua história do tempo em que passou estudando em Florença, os lugares onde visitou, os amigos que fez e principalmente quem é o verdadeiro pai da jovem. E Lina, junto com seu novo amigo Lorenzo, se aventura pela cidade repetindo cada passo que a mãe deu pela cidade e registrou no diário.

Como a maioria dos livros mimosinhos, não podia faltar aquele romancezinho. Tá que é bem óbvio que irá acontecer algo entre os dois, mas não é o foco da história. Podemos dizer que é um livro muito mais de autoconhecimento do que um romance, pois Lina descobre não apenas quem é o pai, ela descobre quem ela realmente é, do que gosta, experimenta a vida de um novo ângulo. É nítida a diferença entre a Lina da primeira página para a Lina da última página, claro que tem horas que dá vontade de socá-la.

“Florença é o lar perfeito para se apaixonar e o pior lugar do mundo para ficar de coração partido.”

Amor & Gelato é uma viagem por Florença com direito a ida de trem até Roma. É uma leitura leve e fluída, que ajuda a entrar na história. Os personagens são carismáticos, só senti falta de um pouco mais de detalhes na hora da descrição deles. Na realidade, uns conseguiram ser muito mais caracterizados que outros, mas tudo bem. A história é narrada em terceira pessoa pelo ponto de vista da personagem principal, porém algumas vezes é intercalado com narrativas da mãe através do diário. Isso foi interessante pois deixou a história mais dinâmica.

O livro foi publicado pela editora Intrínseca aqui no Brasil e possui uma capa muito fofa que imita papel reciclável, muito legal! Claro, não poderia deixar de falar do marcador lindo em forma de sorvete que me apaixonei de primeira.

LOJA DC 4

Apaixonada por histórias de época e com o sonho de viver em cada página que lê. Uma jornalista fascinada no mundo da literatura.

Comments