Connect with us

Games

Review OneShot- Como não se tornar parte deste jogo?

LOJA DC 4

Despertando num mundo sombrio, nosso protagonista, Niko, encontra um universo que pra ele é totalmente confuso e um tanto assustador. Através de pistas, aos poucos ele chega a lugares e NPC’s que o orienta a descobrir mais dessa história, e entender a sua função e o porquê de ter adentrado naquele mundo. Este lugar deixou de ser o mesmo, após sua energia finita ter chegado ao fim. Niko descobre então que é portador da luz, da Profecia e ao descobrir que Niko é o Messias, ele assume além da responsabilidade de voltar pra casa, a também de salvar este mundo das sombras, dando-o luz novamente. Você se torna o Deus do mundo onde Niko passa a habitar, e você será seu guia para o alcance do objetivo principal de Niko: encontrar a Torre e reacender o Sol.

Imagem relacionada

Os Personagens

Neste mundo, a grande maioria dos personagens são movidos pela energia. Niko encontra diversos restos de robôs e, grande parte destes, não são sucatas, mas robôs que só não funcionam por não haver mais energia no mundo. Os NPC’s que você encontra com Niko em toda sua jornada, possuem energia mas não o suficiente para evoluir, e alguns necessitam até mesmo de conserto e você pode fornecê-lo através de ferramentas encontradas no jogo.

Imagem relacionada

Sua relação com Niko

Chega um determinado momento que Niko questiona se está sozinho, e ele toma conhecimento de que há um Deus naquele mundo e de que ele pode interagir com este, ter uma relação ao longo do jogo com ele. E essa relação não se limita a situações decisivas, mas em até mesmo momentos que você põe Niko em perigo, ele o alerta do que ele está sentindo para que você o tire daquilo! E você se sente culpado por ter ferido uma criatura tão fofinha! Além disso, vocês trabalham em conjunto para descobrir como chegar até a torre com diálogos e dicas para conquistar ferramentas, modos de combinações etc. A vida de Niko é muito mais importante que você pensa no jogo, então dedique-se em mantê-lo bem.

O gráfico do jogo

A iluminação faz jus à temática do game, algo bem sombrio. O gráfico é algo bem simplificado. Remete aos jogos antigos, com detalhamento de jogos atuais. Funciona bem com um 2D limpo, que dá nostalgia e faz pregar o jogador ao desenvolver da trama e da jogabilidade

Resultado de imagem para ONESHOT

 

O jogo

Ele te envolve na medida que você explora o mapa, conhece os npc’s e desenvolve o diálogo com Niko. A trama percorre em torno de quanto você descobre do mundo de Niko e ele do seu, afinal vocês interagem a cada descoberta. Não tem como não se envolver com o game e se sentir parte dele, o jogo é emocionante e explora muito de seu raciocínio lógico através das pistas dadas ao longo do jogo. As decisões e estratégias do jogo, te levam ao destino final do game, as escolhas dependem apenas de você, até porque, Niko está sendo guiado o tempo todo por você. Todos os demais NPC’s identificam Niko como o salvador, grande parte dos dialógos irão girar em torno disso.

O save do game é feito em modo de descanso: você põe Niko para dormir em camas encontradas no jogo, ele automaticamente fecha ao colocar Niko na cama. E ao retornar ao jogo, você é recebido por diversos sonhos de Niko com referências de seu mundo original.

Resultado de imagem para ONESHOT

 

Origem do jogo

O jogo foi feito em 2014 em um mês para o Concurso Jogo Indie de 2014 e foi removido e estendido pela equipe original com adição de GIRAKCHEEZER em 2016 no RPG Maker XP, essa disponível na Steam. Os recursos adicionados incluem a capacidade de salvar o jogo – quando a anterior chamada  RPG Tsukuru 2003 fechava-se o jogo e ao retornar, você recebia a mensagem que matou Niko e todos os seres daquele mundo -,  jogadas adicionais e consequências ainda mais permanentes.

 

NOTAS GERAIS:

Arte/ Gráficos: 8,7

Som: 9,5

Desenvolvimento: 9

Jogabilidade: 7

História/ Enredo: 9

Conclusão: 9

LOJA DC 4
Comments