Connect with us

Fandom

Review | “Shadowhunters” tem decepcionado mais que agradado?

LOJA DC 4

Em uma semana “Shadowhunters” exibe o episódio o melhor episódio que um fã poderia querer, mas na semana seguinte desfaz tudo de bom que alcançou.

Esse é um review dos últimos dos últimos dois episódios de “Shadowhunters” e também um artigo de opinião sobre o que eu venho achando dos acontecimentos até agora. Sinta-se livre para concordar ou discordar.

*Contém Spoilers do enredo original*

Já é de conhecimento geral que eu defendo a série desde seus primórdios. Apesar disso, alguns pontos vem me incomodando e eu vou destacá-los. Geralmente, eu prefiro esperar para ver onde as coisas vão dar antes de formar uma opinião sobre. Mas, ultimamente, parece que a produção está querendo testar quem é fã.

Em uma semana, “Shadowhunters” exibe o melhor episódio que um fã poderia querer, mas na semana seguinte desfaz tudo de bom que alcançou, descaracterizando um dos melhores personagens da saga.

No episódio 14 “The Fair Folk”, Alec tem grandes planos para fazer as pazes com os Downworlders, enquanto Jace e Clary são convocados pela Rainha Seelie. Além do episódio ter sido bom por si só, aconteceu aquilo que todos esperavam desde que a série é série, onde Clary finalmente beija Jace na Corte Seelie e ainda terminou com um mistério no ar: quem Sebastian estava mantendo preso?

No episódio 15 “A Problem Of Memory”, Simon procura por uma distração pela noite com alguns de seus novos amigos vampiros. A noite começa a se transformar em ainda mais obscura quando Simon acorda na manhã seguinte sem nenhuma memória do que aconteceu na noite anterior e com um corpo morto ao lado tendo agora que responder por isso. Enquanto isso, Alec ordena que Valentine seja transferido pra Idris para ajudar a reparar as relações com os Downworlders. E, também, obtivemos respostas, o verdadeiro Sebastian Verlac estava em cativeiro.

Pra mim, não foi surpresa. Era meu palpite, na verdade. O problema é que a aparência do Jonathan Morgenstern não é o lindo rosto do Will Tudor. E o que isso implica? Não tem lógica ele ter a feição parecida com a da Kat (Clary) se não é o rosto do irmão dela. Para completar, descobrimos que Valentine deixou Jonathan para ser torturado no inferno – vimos isso em uma lembrança dele – e, por isso, ele tem o corpo e rosto desfigurados.

A parte boa é que Will Tudor continuará interpretando-o, pois ele é um ator sensacional, o melhor para o papel e uma ótima adição no elenco. Porém, o que me deixa encucada é o que essa mudança no passado do personagem vai alterar na sua motivação para eventos futuros.

Essa mudança pode ter sido ocasionada por vários fatores, os quais eu não tenho como ter certeza, mas falando totalmente como fã da história do Jonathan, não me agradou. Entretando, “Shadowhunters” como uma série, e se distanciando da obra original, eu continuo achando boa e recomendando.

Apesar de tudo, eu não poderia fazer essa review e deixar de falar de Malec. Nesse episódio, Magnus se abriu com Alec – que tem passado muitas noites na casa do namorado – e contou sobre seu passado sombrio. Além de ter visto sua mãe se matar, Magnus assassinou seu padrasto quando ainda era uma criança. Uma personagem nova foi introduzida, a Aline, prima do Sebastian e mesmo aparecendo pouco, esperamos que ela volte e traga com ela mais personagens dos livros que queremos ver.

O que tem achado disso tudo? Comente comigo!

O episódio 16 estará disponível na Netflix amanhã, 18/07.

LOJA DC 4

Estudante de Jornalismo, apaixonada por escrever, maratonar séries e ouvir música. Caçadora de monstros com Sam e Dean nas horas vagas.

Comments