Connect with us

cinema

Um Limite Entre Nós “O filme desconstrói tabus e mostra a força da mulher”

Pedro Tomaz

Published

on

LOJA DC 4
O Cabana do Leitor agradece ao núcleo negro da faculdade Facha, nesta crítica colaborou Jônatas Rocha.

Em mais um marco para o cinema, Um limite Entre Nós (ou Fence, em inglês) é uma magnífica obra emocionante e envolvente, que mostra o convívio de uma tradicional família americana negra vivida nos subúrbios de São Francisco, temática essa bastante explorada nos últimos anos por Hollywood. O filme é baseado em uma peça teatral do dramaturgo August Wilson, lançada em 1983 e ganhadora do Tony Awards em 1987, a maior premiação da categoria teatral nos Estados Unidos.

O longa mostra a trajetória de um pai paternalista, que rege as ordens na casa, seguindo os princípios da sociedade abalada após a 2ª guerra mundial. E uma perspectiva de trabalho efetiva do personagem, passando de catador de lixo a motorista do caminhão, junto à forma que a família acolheu o irmão após sofrer um trauma na região da cabeça e ser bonificada pelo governo pela sua proficiência nos serviços a pátria, e a rigorosa maneira do pai em educar seu filho para mantê-lo fora da realidade do mundo do esporte, cujo irmão não obteve sucesso no passado devido a sua cor. Além de relatar uma traição que abalou as estruturas do casamento ilusoriamente tão perfeito, o que mostra a verdadeira fase da hipocrisia vivida pelo personagem.

Os ilustres personagens Rose Maxson e Troy Maxson, interpretados por Viola Davis e Denzel Washington, mostra a realidade de um casal na década de 50. Os conflitos são vários, a começar pela imposição patriarcal da época, em que o homem era o mantenedor das despesas familiares,sendo a mulher a dona do lar, que obviamente cuida dos filhos e da casa.

“Um limite Entre Nós” tem seus momentos dramáticos, assim como não deixa de envolver muitas sátiras e piadas prontas. O ator principal faz analogia a um Jogo de Baseball, quando quer amedrontar o filho ou explicar suas necessidades como homem a sua mulher (contando sobre sua traição e sobre a filha fora do casamento). O filme passa a similaridade entre o diferente tipo de famílias americanas, em que aborda a idéias entre os caminhos certos a se trilhar e as falhas do destino, restando apenas às escolhas tomadas para decidir qual nosso posicionamento diante de uma sociedade, que oprime o que não gosta, descartam o que for diferente e bajula o que é conveniente.

Não vamos esquecer-nos da bela atuação de Viola Davis, ao exercer um ótimo trabalho, mostrando a força e superação da mulher da época. Em desempenhar um papel de mulher negra, sendo mãe, que é traída e consegue externar pra fora as necessidades que mulheres também sofrem sobre sexos e desejos. “Um limite Entre Nós” deixa uma mensagem final sobre  desconstrução de tabus, e deixa bem claro a força que as mulheres tem, quando se trata de superação.

Um Limite Entre Nós esta em exibição nos cinemas.

LOJA DC 4

Estudante de jornalismo, amante das artes que o envolvem e admirador constante dos fatos que o rodeia.

Comments