Connect with us
Avatar

Published

on

Considerada uma das séries científicas mais importantes da televisão mundial, #Cosmos foi criada e lançada em 1980 pelo astrônomo e cientista Carl Sagan com o título de Cosmos: Uma Viagem Pessoal. Sucesso de público, estima-se que a série foi assistida por quase meio bilhão de pessoas ao redor do mundo desde sua criação.

Após três décadas da sua estreia, a série voltou a ser exibida em 2014 em Cosmos: Uma Odisseia no Espaço – um remake da primeira temporada, apresentado pelo Neil DeGrasse Tyson – um seguidor de Sagan. Agora, em 2020, a franquia científica ganha uma nova temporada intitulada Cosmos: Mundos Possíveis, que estreia no dia 06 de junho, às 22h30, no National Geographic, também apresentada por Tyson. 

Composto por treze episódios, Cosmos: Mundos Possíveis transportará o público através de uma jornada pela evolução da vida, o cosmos, átomos e até a análise do futuro que nos espera dentro 20 anos, sendo uma ótima fonte para quem se interessa por ciência, astronomia e o universo em geral. 

E para esquentar a estreia, confira abaixo curiosidades científicas que a série #Cosmos explicou em suas temporadas passadas.

O começo de tudo

No episódio “O Limiar da Eternidade”, de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, Sagan aborda as origens do universo explicando desde o Big Bang, até a formação de galáxia, mostrando o que as crenças populares falam sobre o tema. De forma didática, apresenta as noções básicas de física do universo, como o conceito das três dimensões – tudo o que existe tem comprimento, largura e profundidade – e a possível quarta dimensão (altura) para simbolizar a ideia de que o universo pode ter um tamanho oscilante.

A vida e morte das estrelas

No nono episódio de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, o “A vida as Estrelas”, Sagan fala a respeito da vida e morte das estrelas, descrevendo seus estágios. As estrelas nascem a partir de uma nebulosa, se transformam nas gigantes vermelhas, depois em anãs brancas quando já perdem sua luz e, por fim, se transformam em estrelas de nêutrons ou buracos negros quando já possuem grande massa.

Calendário cósmico 

Em As Origens da Vida”, episódio de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, Sagan apresenta aos espectadores o seu calendário cósmico, um método criado por ele para visualizar o tempo de vida do universo. Este calendário tem como objetivo abreviar os mais de 13 bilhões de anos de história do universo dentro do período de um ano, sendo o Big Bang no primeiro dia de janeiro, exatamente à meia-noite, e o começo da cultura moderna no dia 31 de dezembro. Entre o primeiro e o último dia do calendário, Sagan inclui outros fatos que marcaram a ciência e humanidade.

O mundo microscópico

No episódio “Aprofundando”, de Cosmos: Uma Odisseia no Espaço, Neil daGrasse Tyson apresenta o mundo além do que os humanos enxergam. A bordo da nave da imaginação, DeGrasse viaja para o interior de uma gota de orvalho, onde observa a batalha entre dois protozoários. Também acompanha animais microscópicos e analisa como tais teriam sobrevivido às cinco grandes extinções em massa do planeta Terra.  Dando continuidade, fala da importância das plantas e da clorofila, reduzindo ainda mais o tamanho da nave da imaginação para explicar o processo em termos bioquímicos. 

Cientistas esquecidos

Tanto em Cosmos: Uma viagem Pessoal, quanto em Cosmos: Uma Odisseia no Espaço, Sagan, DaGrasse e os roteiristas da série dão vida, nomes e rosto há uma dezena de cientistas que fizeram descobertas importantes para o mundo da ciência, mas que foram esquecidos e não tiveram o reconhecimento devido. Em “As Irmãs Sol”, DaGrasse apresenta Annie Jump Cannone Henrietta Swan cujos trabalhos foram fundamentais para a atual classificação estelar. Já Cecilia Payne foi desacreditada pelo próprio orientador em relação ao trabalho intitulado “Atmosferas Estelares”, atualmente considerado um dos principais estudos de astronomia no século XX.

Advertisement
Comments

séries

Tatiana Maslany será a She-Hulk na série do Disney+

Nova heroína do Marvel Studios deve chegar à plataforma em 2021.

Avatar

Published

on

Segundo o Variety, o Marvel Studios escolheu Tatiana Maslany (Orphan Black) para ser a protagonista de She-Hulk, nova série do MCU no Disney+. A publicação também confirma os rumores de que a produção abordará a origem da heroína.

Conhecida aqui no Brasil como Mulher-Hulk, a personagem foi criada por Stan Lee e pelo desenhista John Buscema em Savage She-Hulk #1 (fevereiro de 1980). Sua identidade secreta é a advogada Jennifer Walters que, após um acidente recebeu uma transfusão de sangue de seu primo Bruce Banner (o Hulk) o que a faz a partir de então uma versão mais branda do monstro: como tal, Walters torna-se uma versão grande e poderosa em tons de verde de si mesma enquanto ainda retém sua personalidade. Em particular, ela mantém sua inteligência e controle emocional, embora como o gigante esmeralda ela se torne mais forte se enfurecida. Em edições posteriores, sua transformação é permanente.

A heroína já foi um membro dos Vingadores, do Quarteto Fantástico, Heróis de Aluguel, Defensores, Força Fantástica e da S.H.I.E.L.D.. Como um advogada altamente qualificada, ela também serviu como consultora jurídica para vários super-heróis em numerosas ocasiões.

Recentemente, o estúdio contratou Kat Coiro como diretora e produtora executiva do seriado. Com um vasto currículo no meio televisivo, a cineasta comandou episódios de grandes séries como Brooklyn Nine-NineDisque Amiga Para MatarModern Family e It’s Always Sunny in Philadelphia

She-Hulk estreia em 2021 no Disney+.

Continue Reading

séries

Raised by Wolves, de Ridley Scott, terá segunda temporada

Produção mescla sci-fi e horror e está disponível no HBO Max.

Avatar

Published

on

O HBO Max irá renovar a série Raised by Wolves, produzida por Ridley Scott (Gladiador; Alien), para uma segunda temporada. A informação é do Variety.

Segundo a publicação, Sarah Aubrey – responsável pelo conteúdo original da plataforma – disse que o cineasta apresentou aos fãs de sci-fi e horror uma trama com muita originalidade, e que mal espera pra ver o segundo ano do seriado.

A trama irá mostrar dois androides encarregados de criar filhos humanos em um planeta isolado. Uma vez que a crescente colônia humana ameaça ser massacrada por diferenças religiosas, os androides aprendem que controlar as crenças dos seres humanos é uma tarefa traiçoeira e difícil.

Com dez episódios em sua primeira temporada – ainda sem previsão de lançamento no Brasil – a série conta com Amanda Collin (Guerreiro da Escuridão) e Abubakar Salim (Jamestown) no papel dos androides. Travis Fimmel (de Vikings) também estrela a produção criada por Aaron Guzikowski, mais conhecido por escrever Os Suspeitos (2013).

Além da produção executiva, Ridley irá comandar os dois primeiros capítulos da atração. Luke Scott, filho do cineasta, assina três outros. O brasileiro Alex Gabassi (The ABC Murders) também está entre os diretores responsáveis pelo seriado.

Raised by Wolves está disponível exclusivamente no HBO Max.

Continue Reading

séries

Gameboys: The Series irá ganhar episódio especial

Produtora filipina não deu maiores informações sobre o anúncio.

Avatar

Published

on

Pegando todos desprevenidos, a The IdeaFirst Company publicou em suas redes sociais que a websérie Gameboys – que encerrou sua primeira temporada no último domingo (13) – terá um episódio especial. Intitulado “Alt.Gameboys”, o capítulo é denominado pela produtora filipina como o capítulo ‘13.5’ da história, sem dar maiores detalhes sobre o assunto.

Protagonizada por Elijah Canlas e Kokoy de Santos, a história gira em torno de Cairo (Canlas), um jovem streamer que passa a maior parte deste período de quarentena transmitindo suas partidas online até o momento em que é derrotado por outro streamer, Gavreel (Santos). Ao se aproximar de seu adversário para marcar uma revanche, Cairo descobre que, na verdade, Gav tem outro objetivo em mente: conquistar seu coração.

A série, um dos inesperados sucessos do ano, foi uma das pioneiras em desenvolver as gravações remotamente, onde as interações entre direção e atores foram feitas principalmente por meio de videochamadas, dadas as limitações de produção devido aos bloqueios causados pela pandemia do coronavírus.

Um longa-metragem com os personagens da série também foi anunciado pela produtora recentemente, mas sem maiores informações. Além disso, um spin-off de Gameboys deve chegar à web nas próximas semanas: trata-se de Pearl Next Door, que irá mostrar as desventuras amorosas de Pearl (Adrianna So), a melhor amiga de Gavreel.

O Cabana do Leitor já assistiu à primeira temporada de Gameboys na íntegra e fizemos um review completo sobre a produção filipina (CLIQUE AQUI PARA LER).

Assista a série (legendada em português) no player abaixo:

Continue Reading

Parceiros Editorias