hoje eu quero voltar sozinho

5 Filmes nacionais para celebrar a diversidade

Confira a lista com 5 filmes nacionais para celebrar a diversidade.

Dia 14 de maio de 2013 a comunidade LGBTQIA+ conquistou um direito muito importante que veio através de muita luta: conseguiu que o casamentos homoafetivos fossem aceitos aqui no país. O amor venceu e continua vencendo, embora o país ainda seja extremamente homofóbico, a luta não termina. 

Para comemorar os 8 anos dessa conquista, confira a lista de filmes LGBT nacionais para você assistir com o seu amor e celebrar a diversidade.

  • Hoje Quero Voltar Sozinho

O longa dirigido por Daniel Ribeiro, conta a história de Leonardo, um adolescente que é deficiente visual que vive com sua mãe coruja, porém o jovem está sempre em busca de sua independência, e quando um novo garoto chega na cidade, Leonardo começa a perceber coisas novas, descobrir mais sobre si mesmo e sobre sua sexualidade.

Um filme é um clichê daqueles muito bonitinhos, que te faz sentir naquele romance adolescente que é adorável, mas vale muito a pena, pois além de falar sobre questões sobre sexualidade também dá mais visibilidade ao deficiente visual. Um filme muito fofo que você encontra na Netflix.

  • Paraíso Perdido

José é gerente de um clube noturno que conta com apresentações de seus herdeiros. Um policial começa a se aproximar da família para tomar conta da segurança de Ímã, neto de seu José, e muitas vezes alvo de ataques homofóbicos.

O filme vai nos surpreender como o policial vai se relacionar com os artistas. Uma produção excelente que vai te fazer querer rever o filme, a história é envolvente e vai te prender de diferentes modos. O longa está disponível na Netflix.

  • Antes o Tempo Não Acabava

Um jovem indígena se muda para a cidade grande. Ao deixar sua terra, ele encontra diversas mudanças e embates culturais do que aprendeu em comparação aos costumes urbanos, além de a vida barulhenta e conturbada da cidade chega até o assustar.

O filme chama atenção pela forma que aborda questões de gênero da população indígena. Um longa que se encontra no Amazon Prime Video e vai te surpreender.

  • Flores Raras

Elizabeth uma mulher tímida e insegura que apenas lê seus textos para seu amigo Robert. Em busca de algo que a motive, ela resolve se mudar para a cidade maravilhosa e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary, que já vive com a arquiteta Lota. De começo Elizabeth e Lota não se dão bem, mas ao decorrer do filme elas se apaixonam uma pela outra. 

Filme baseado em uma história real, vou te confessar que não é uma das histórias mais apaixonantes por ser apresentado de forma morna, porém vale pelo registro das grandes personagens. O longa está disponível na Globoplay.

  • Bacurau

Os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, descobrem que a comunidade não consta mais em nenhum mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região e que estão sendo observados, e os habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. O filme pode ser considerado como um bom e velho filme de faroeste com toques latinos.

Filme que chamou muita atenção lá fora e sendo um estouro de bilheteria, além de demonstrar o cenário brasileiro, dá visibilidade a comunidade LGBT por possuir um herói no sertão, um cangaceiro gay. Não é uma produção romântica, mas vale muito a pena, pois quebra um estereótipo de uma figura brasileira, o longa pode ser encontrado no Telecine ou Google Play.

Total
1
Shares
Related Posts
Total
1
Share