Connect with us

e-Sports

A Game ganhou XP – Como o Omelete fez o maior evento Nerd do Rio

“Nunca na historia do Rio foi feito um evento para o público nerd como esse”

Edi

Published

on

“Nunca na historia do Rio foi feito um evento para o público nerd como esse”, essa foi a frase dita por uma das pessoas que conversou comigo na edição deste ano da Game XP.

Quem passou pelo evento pôde notar o crescimento do GamePark que ocupou uma área de 160 mil metros quadrados, 60% maior que em 2018. Nas áreas externas, os brinquedos e ativações das marcas garantiram a diversão. A primeira montanha-russa com realidade virtual da América Latina foi um dos grandes sucessos. Uma experiencia incrível mas que não gostaria de repetir, rs. Laser Tag, e o KaBum do Fortnite foram atrações igualmente maravilhosas.

As GamePlay 1 e 2 ocuparam inteiramente duas arenas do Parque Olímpico, trazendo para o visitante as principais novidades deste mercado. Já a Oi Game Arena, área concorrida do evento, recebeu um público fiel que vibrou ao assistir, na maior tela de games do mundo, campeonatos de Counter-Strike, Rainbow Six e showmatches de League of Legends em disputas que reuniram os melhores times do país.

Foto: Isa Fernandes

Outro grande destaque da área externa e uma das principais novidades desta edição foi o palco Gênesis. Todos os dias, a partir das cinco da tarde, o visitante da Game XP foi presenteado com shows de grandes atrações do cenário musical no Brasil. Pelo espaço passaram artistas como o duo Anavitória, Iza, Projota e Mano Brown.

Inclusive o show do Mano foi um espetáculo a parte, muitos diziam que ele no evento era uma coisa muito aleatória, “amadores”, mal sabem que o artista inovou ao trazer novamente o Funk e o Soul ao século 21 em seu novo álbum solo chamado Boogie Naipe, chegando a dizer “Estão acostumados a ver o Mano falando de granada e fuzil, mas aqui vou falar de amor…”. Com tanto nerd solteiro por lá, foi muito legal ele falar sobre isso mesmo.

Foto: Eduardo Feuer

Com o evento 60% maior que o ano passado, a Game XP ofereceu mais diversidades de jogos no espaço. O mais incrível foi a ideia da organização decidir manter o mesmo numero de ingressos do ano anterior, ou seja, se aumentou o espaço para unicamente dar uma experiencia melhor para o público e não lucrar encima disso.

Isso não impediu que filas se formassem, algumas eram bem grandes como a Montanha Russa, por outro lado diferente do ano passado, a diversidade de atrações espalhou mais o publico pelo parque. Pelo menos em 2 grandes brinquedos você conseguia entrar, claro, não adianta chegar as 15h e depois reclamar de filas, basta chegar cedo para curtir o evento em sua plenitude.

As filas dos brinquedos das arenas como o espaço da Ubisoft estavam bem tranquilas, enquanto Homem de Ferro VR da Sony estavam bem grandes, por outro lado para quem não gosta de filas bastava procurar outros estandes de jogos, Fortnite, Ghost Recon (lançamento da Ubisoft) e etc… eram jogos legais e que estavam com filas bem tranquilas. O Kart e Roda Gigante este ano estavam com filas incrivelmente tranquilas.

A Arena OI foi uma das coisas que mais me impressionaram, além de linda e confortável foi uma experiencia memorável ir pela primeira vez em uma partida de eSports ao vivo. A emoção de estar por la e ver os jogadores ao vivo beira a religiosidade de um estádio de futebol.

Foto: Isa Fernandes

A parte dos artistas trouxe os Irmãos Castro, assim como a ilustradora Vi Marchetti. Tudo isso trazendo os mesmos bem próximos do público.

Vale também destaque para o time de apoio a imprensa. A empresa Approach prestou um suporte completo a imprensa. O parque estava bem sinalizado, o atendimento de todo o parque foi um dos melhores em eventos que já tive o prazer de cobrir.

A Game XP foi um dos eventos de maior impacto no Rio. O evento fortaleceu a economia da cidade com a geração de 10 mil empregos. Estudo da FGV aponta impacto econômico de R$ 82,3 milhões e R$ 11,1 milhões de tributos recolhidos.

Game XP esta confirmada para passar de fase novamente em 2020, com um mapa maior.

  • Foto: Isa Fernandes.

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

  • Foto: Isa Fernandes

Edi

Produtor, escritor nas horas vagas, administrador, editor e fundador do site CDL.

Advertisement
Comments

e-Sports

ESL One 2020: Primeiro Major de CS:GO no Brasil será no Rio de Janeiro

Na tarde de hoje, a ESL confirmou o Major do Rio de Janeiro através do Twitter.

Jefferson de Oliveira Assumpção

Published

on

Major Rio

Sim meus amigos, o primeiro Major de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) do Brasil acontecerá no Rio de Janeiro em maio de 2020. Como anunciado pela ESL One, a competição será o primeiro major do ano e será realizada entre os dias 11 e 24 de maio. A Champions Stage (Fase eliminatória) será disputada na Arena da Barra, dentro do Parque Olímpico do Rio de Janeiro.

O torneio já conta com dezesseis times já classificados. Oito já estão garantidos no Legends Stage por terem ficado entre as oito melhores equipes do último Major, o StarLadder Berlin Major 2019: A atual Campeã Astralis (Dinamarca), Avangar (Cazaquistão), Renegades (Austrália), Evil Geniuses (Estados Unidos), ENCE (Finlândia), Team Vitality (França), Team Liquid (Estados Unidos) e Natus Vincere (Ucrânia). As outras oito equipes já classificadas começam na Challengers Stage: A Brasileira MIBR, G2 (França), Mousesports (Europa), CR4ZY (Europa), FaZe Clan (Europa), North (Dinamarca), Ninjas in Pyjamas (Suécia) e DreamEaters (Rússia). A competição terá como premiação total um valor de US$ 1 Milhão (R$ 4,1 Milhões).

https://twitter.com/eslbrasil/status/1204778913756590082?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1204778913756590082&ref_url=https%3A%2F%2Fgloboesporte.globo.com%2Fe-sportv%2Fcsgo%2Fnoticia%2Fesl-one-rio-2020-e-anunciada-e-sera-primeiro-major-de-csgo-no-brasil.ghtml

Ainda resta oito vagas na principal competição de CS:GO, que também entrarão na Challengers Stage (Primeira fase). As vagas vão para as duas melhores equipes de cada Miniors (Américas, Europa, Ásia e Comunidade dos Estados Independentes), as competições estão previstas para acontecer entre os dias 26 de abril e 3 de maio.

Os ingressos para a segunda fase da competição, a Champions Stage estarão à venda a partir do dia 12 de dezembro no site oficial da competição, https://www.esl-one.com/csgo/rio/pt/tickets/ . O valor mais barato do primeiro lote é de R$ 70 para um dos dois dias reservados às quartas de finais. Os ingressos para todos os quatros dias da fase eliminatória custam R$ 260 e R$ 400.

Continue Reading

e-Sports

Fortnite Exibirá Cena Exclusiva de Star Wars: A Ascensão Skywalker

O evento acontece no próximo sábado (12)

Rebeca Pinho

Published

on

A parceria Star Wars e Fortnite parece de fato estar bem solida, depois das Skins Stormtroop o game traz um conteúdo inédito de Skywalker.

Um novo vídeo do filme Star Wars: A Ascensão Skywalker será exibido em primeira mão, através do jogo da Epic Games

https://twitter.com/Brasil_Fortnite/status/1203394516478300161

O informativo postado no twitter avisa que o evento acontece no cinema de Boninas Traiçoeiras às 15h30, mas o conteúdo será exibido apenas às 16h00 (Brasilia)

Star Wars: A Ascensão Skywalker chega aos cinemas brasileiros em 19 de dezembro de 2019

Fortnite está disponível para Playstation 4, Xbox One, PC, Switch e Mobile.

Continue Reading

CCXP 2019

CCXP | Entrevistamos Leanne Loombe produtora da Riot Games

Fique por dentro de tudo que rolou no Painel da Riot e uma entrevista exclusiva com a Leanne produtora executiva da Riot

André Gimenes

Published

on

Em seu painel da Cinemark XD a Riot Games mostrou que ainda tinha coisas guardadas, mesmo após a tudo que foi mostrado na comemoração dos 10 anos da criação de League of Legends!

Começaram chamando Greg “Ghostcrawler”Street que falou um pouco mais sobre a interação com a comunidade e que adorou ver em como o LoL é adorado aqui no Brasil, ele ficou surpreso em como os Quadrinhos tem vendido bem aqui no Brasil também. Ele falou mais um pouco sobre a jornada dos 10 últimos anos e como tudo tinha começado, ele diz que League passou por 3 fases:
1º Fase: Criando o game e seus personagens mas sem muita pretenção de algo grandioso o que fez não criarem super histórias bem elaboradas
2º Fase: Depois que League fez o BOOM e estourou eles começaram a ter pedidos da comunidade por histórias elaboradas e mais personagens, eles estavam com medo disse Greg mas prometeram novas histórias e personagens
3º Fase: Seria a mais recente com criações de Histórias super elaboradas para HQs, Videos e outros materiais assim e também os novos jogos!

Ele achou sensacional o acolhimento da comunidade com as skins Músicais como Pentakill, K/DA e agora a mais recente True Damage, ele apenas falou isso mas EU especulo que isso seja engajamento para futuras skins musicais.

E então depois de tudo isso entrou a Leanne Loombe produtora Executiva da Riot e fez o grande anuncio sobre a nova subdivisão da Riot a chamada Riot Forge!

A Riot Forge vai ser focada em jogos Single Player e não competitivos, com histórias únicas que vão fazer o Público ir de Risadas até as Lagrimas. E não tem apenas 1 mas sim vários jogos sendo produzidos tanto 3d quanto 2d segundo Leanne.

Nós aqui do Cabana pudemos fazer uma entrevista com Leanne e fizemos algumas perguntas a respeito de tudo isso para tentarmos descobrir o que vem por ai!

Cabana do Leitor: “Sobre os jogos Single Player vocês vão dar prioridade para o que a comunidade quer? Seja o gênero do jogo, o campeão que será o foco da história, vocês iram escutar mais a comunidade e os seus pedidos?”

Leanne: “Acho que uma das características que está no DNA da Riot é a sua proximidade com a Comunidade e escutar tudo o que estão pedindo e que faz sentido com a produção, e será uma mistura entre o que a comunidade quer, os desenvolvedores querem e a Riot e vamos ver o que vira dessa combinação”

Cabana do Leitor: “Esses jogos iram ter conexões uns com os outros ou até mesmo com o próprio League?”

Leanne: “Queremos que seja histórias canônicas e que tenham ligação com o mundo de League mas ainda iremos ver se os jogos irão ter conexões diretas ou se vão ser menções ou algo desse tipo.”

Cabana do Leitor: “Você acha que se algum fã tiver uma história, uma ideia ou até mesmo conceitos para um desses novos jogos a Riot Forge irá escutar e apoiar?”

Leanne: “Acho que é algo legal, nos queremos que a comunidade seja próxima para darmos a eles os campeões que eles querem joga, a histórias que eles querem ouvir e assim conseguir agradar a todos.”

Cabana do Leitor: “Você mencionou que a Riot Forge tem ligações com outros estúdios e que são muitos estúdios, algum deles são conhecidos? Fizeram algum game relevante?”

Leanne: “É definitivamente uma mistura de desenvolvedores, com alguns não conhecidos e alguns que já criaram ao menos 1 jogo e tem experiencia na área mas é uma variedade realmente grande entre grandes e pequenos mas nenhum do tamanho da Riot”

O que você acha que pode vir? Eu particularmente adoraria um game focado nos Noxianos especialmente na minha Main que é a Katarina!

Continue Reading
error: Conteúdo Protegido