Connect with us

cinema

A incoerência nerd começa quando se odeia Jovens Titans GO!, mas se pede menos seriedade nos filmes da DC

Avatar

Published

on

Nolan mandou lembranças, até porque ele dirigiu o melhor filme baseado em quadrinhos de todos os tempos. Simplesmente O Cavaleiro das Trevas deu um novo seguimento aos filmes de super-heróis. A Warner lançou Jovens Titans GO! para fazer a alegria da criançada, porém indo na contra mão da seriedade das animações da DC e até mesmo dos filmes recém lançados, uma galera criticou bastante os traços animados (mais bem humorados) propriamente.

Todos queriam um retorno da Liga da Justiça ou Liga da Justiça Sem Limites. Porém no cinema não é bem assim, ao contrário do que muita gente quer nas animações, tem uma galera reclamando justamente da seriedade dos filmes da DC nos cinemas e alegando que isto pode ser um fator para um possível fracasso de Batman vs Superman: Origem da Justiça. Parece que não é bem por ai, simplesmente existe um nicho o público chamado “hater” no qual a DC Comics ou DC Filmes não tem obrigação de agradar.

Batman vs Superman

Batman vs Superman: Origem da Justiça parece aquele trabalho feito pelos maiores nerds da escola, mas tem uma galera que não possui capacidade ou tem preguiça de idealizar e executar a proeza que eles já estão acostumados a obter, então os outros alunos da turma fazem de tudo para aquele trabalho dar errado, mas nesta história acho difícil conseguirem. A era Nolan trouxe uma uma fórmula para a DC “realismo” coisa que os filmes da Marvel não tem objetivo de fazerem ( e nem deveriam). As chances de Batman vs Superman: Origem da Justiça dar errado são quase nulas, pois os filmes da DC possuem essa fórmula á mais de 10 anos, desde quando Nolan assumiu o leme.

Hoje o que se tem é uma incoerência, com roteiro raso e piadas o tempo todo, a série animada Jovens Titans GO!, é justamente criticada por muitos, por não ter seriedade como as séries anteriores da DC Comics, mas é justamente da seriedade que estão previamente reclamando do filme Batman vs Superman: Origem da Justiça. Afinal, o que se quer simplesmente se fazer uma análise seria sobre o filme ou simplesmente criticar por criticar aquilo que nem viram mas torcem para dar errado?

Revisado por: Bruna Vieira.

Advertisement
Comments

cinema

Documentário sobre Billie Eilish ganha data de estreia

O tão aguardado documentário sobre a cantora Billie Eilish ganha data de lançamento.

Davi Alencar

Published

on

O tão aguardado documentário sobre a cantora Billie Eilish, Billie Eilish: The World’s a Little Blurry (que em tradução livre seria algo como Billie Eilish: O Mundo é Meio Embaçado) finalmente ganhou uma data de estreia.

Com direção de R.J. Cutler e produção da Interscope Films, Darkroom, This Machine e Lighthouse Managemente & Media, o novo original apple chega nos cinemas e na plataforma de streaming em fevereiro de 2021.

Sendo anunciado pela primeira vez ainda em 2019, o filme  que vai contar um pouco da história de Eilish depois do sucesso aterrador de seu álbum When We Fall Asleep, Where Do We Go? custou a bagatela de 25 milhões de dólares para os cofres da Apple TV+.

Além de Billie, diversas outras cantoras ganharam seu documentário nos últimos anos. Lady Gaga, Beyoncé e Taylor Swift são só alguns dos nomes que evidenciam essa nova tendência.

Fora mês e ano, ainda não foi divulgada nenhuma data específica.

Continue Reading

cinema

Robert Pattinson fala de uma semelhança entre The Batman e Crepúsculo

Será que o Batman vai brilhar no escuro?

Davi Alencar

Published

on

O novo filme do morcegão, The Batman, parece estar sendo uma experiência e tanto para Robert Pattinson. Pela primeira vez no gênero de super heróis, o filme pontua a volta do ator para o cinema blockbuster.

Muito embora a maioria das coisas sejam diferentes, segundo Pattinson, existe uma certa similaridade entre o seu papel no filme de 2021 e no clássico dos anos 2000 Crepúsculo (fora a clara ligação entre morcegos e vampiros).

Os dois são obras grandes, com milhares de fãs sedentos por cada cena. Embora isso seja intimidador para diversos atores, Robert afirma que não vê nenhum problema mesmo enquanto se preparava para encarnar Bruce Wayne.

“Existe uma diferença de sentimento quando você sabe que milhares de pessoas vão assistir algo em que você trabalhou. Eu estranhamente gostei disso em Crepúsculo, toda essa ideia de que você não pode estragar tudo. Isso me deixou confiante. Eu quero estar na telona.”

O ator é um fã de longa data do Batman e afirma que grande parte disso se dá pelos grandes nomes cinematográficos que já passaram pelo herói. É bem difícil estar em um projeto que já lidou com tantos nomes grandes e importantes.

Uma vez no personagem, é bem fácil entrar na ideia de “seguir os mesmos passos”, mas até agora, Pattinson parece entregar um Bruce Wayne bem único e com bastante personalidade.

A prova final só será tirada em 1 de outubro de 2021, quando o filme chega aos cinemas.

Continue Reading

cinema

Diretor de Moonlight vai dirigir sequência do filme O Rei Leão

Barry Jenkins (diretor de Moonlight) confirmou que vai dirigir o filme Rei Leão 2 pelo Twitter

Avatar

Published

on

By

O Walt Disney Studios escolheu o vencedor do Oscar, Barry Jenkins, para dirigir a sequência do estúdio para o sucesso de bilheteria de 2019, O Rei LeãoJeff Nathanson, que fez o roteiro do primeiro filme, está de volta ao trabalho e completou um rascunho inicial do roteiro. Jenkins ganhou o Oscar por roteirizar o vencedor de Melhor Filme Moonlight e foi indicado pela adaptação de If Beale Street Could Talk (dirigiu os dois).

O filme continuará com a tecnologia foto-realista que o diretor Jon Favreau usou no filme de 2019 e no O Livro da Selva de 2016. Não há data de lançamento definida para O Rei Leão 2 ou para o início da produção, mas é compreensivelmente uma prioridade para a Disney, depois que o último filme arrecadou US $ 1,6 bilhão em todo o mundo.

Eles estão mantendo o logline em segredo, mas é sabido que a história irá explorar ainda mais a mitologia dos personagens, incluindo a história de origem de Mufasa. Ambientado na planície africana com uma continuação da tradição musical que foi uma parte fundamental do clássico animado de 1994, o filme de 2019 e a transferência de palco do blockbuster da Broadway.

A data de lançamento ainda não foi definida. Este é o segundo projeto de filme de Jenkins na Disney, já que ele também planeja dirigir um filme biográfico do famoso coreógrafo Alvin Ailey para Searchlight.

Ansiosos por O Rei Leão 2?

Continue Reading

Parceiros Editorias