Connect with us

cinema

Acrimônia “Retrato descritivo primoroso da psique feminina”

Renan M. Sampaio Motta

Published

on

Acrimônia aborda de forma assustadora a mente de uma mulher que, à princípio se mostra normal e vítima de uma injustiça, mas que gradativamente se revela desequilibrada em relação aos seus sentimentos amorosos. E apesar da suposição de um estado mental danificado, ainda é um retrato descritivo primoroso da psique feminina.

Mesmo que o público esteja diante de uma ficção, a obra mostra com muita realidade o funcionamento de um relacionamento e o perigo eminente do “ponto de vista”. O roteiro praticamente faz um apelo ao público para que os casais sentem no sofá e conversem sobre seus problemas para que uma situação simples não se torne uma grande tempestade. A questão que dificulta é o caso de um dos parceiros possuir algum problema psicológico. Então a ajuda profissional seria o caminho.

E todo esse questionamento sobre a relação entre pessoas é bem-vindo, porém o filme demonstra uma direção desequilibrada e um roteiro vacilante. O filme está sempre preparando o público para algo que ele não vai receber, e quando acontece, no final, a execução é aquém do esperado. O roteiro esquizofrênico não consegue se decidir que tipo de filme ele está entregando. Para esclarecer, o longa tenta se vender como uma aventura de vingança, mas na prática ele demonstra ser um drama psicológico com pitadas de terror, dependendo da forma como o público absorva as loucuras da personagem. Inclusive, Acrimônia se finaliza como um clássico filme slasher, porém mal executado e mal encaixado com o andamento do longa. Isso faz com que a produção se torne esquizofrênica, sem se firmar em um gênero que o classifique e isso pode configurar em um problema para o público em reconhecer o filme pelo qual pagou para assistir.

Outro problema com o roteiro é que nós temos acesso à história pelo relato de Melinda, que conta os fatos para a sua psicóloga. Então deveríamos receber a trama pelo ponto de vista da personagem, o que de fato acontece em boa parte do longa. Porém o espectador terá acesso a cenas que Melinda não teria o conhecimento, ou seja, não faria sentido ser assistido pelo público. É o clássico erro na condução de um filme que opta por utilizar o recurso da narração.

Como mencionado, o andamento do filme é igualmente prejudicado pela direção, que também transita entre as narrativas de drama, comédia e terror. O problema não é a alternância, mas executá-las sem que haja uma conexão firme e coerente entre os gêneros. Mas sendo honesto com o diretor, ele conseguiu extrair boas atuações entre o casal principal da trama. Vale ressaltar que o trabalho de Taraji P. Henson (Melinda) impressiona quando a câmera valoriza sua presença em cena.

Acrimônia não traz um primor técnico e não é tão bem conduzido. Direção e roteiro confusos, uma fotografia nada inspirada e uma trilha sonora genérica; mas se o público deixar o filme fluir com a sua história, poderá sair do cinema com bons questionamentos em mente sobre relacionamento entre casais.

Acrimônia estreia amanhã, dia 9 de agosto nos cinemas.

Escritor, estudante de cinema, leitor de quadrinhos e livros. Já trabalhei em desenvolvimento de jogos. Resumindo, um amante de narrativa.

Advertisement
Comments

cinema

Criadores de ‘Game of Thrones’ desenvolvem filme para a DC Comics

Baseado nos quadrinhos da Vertigo, Lovecraft narra a vida do autor HP Lovecraft.

Edi

Published

on

By

Baseado nos quadrinhos de 2004 da Vertigo da DC Comics, Lovecraft  narra a vida do autor HP Lovecraft, mais conhecido por criar a entidade cósmica de Cthulhu. 

O projeto, atualmente sem título, será produzido pelos criadores de Game of Thrones que recentemente deixaram Star Wars. De acordo com Deadline, que informou pela primeira vez sobre o projeto Lovecraft , a dupla está de olho no projeto da DC desde que começaram a trabalhar em Game of Thrones. Agora que eles têm um pouco de tempo livre, a dupla de Game of Thrones quer direcionar sua energia para isso.

A história em quadrinhos de Lovecraft , escrita por Keith Giffen, imaginava um mundo em que os monstros de HP Lovecraft eram reais e Lovecraft era quem os documentava. O filme será ambientado na década de 1920 e mostrará como Lovecraft encontra Cthulhu. Atualmente, ainda não se sabe se a dupla de Game of Thrones estará dirigindo o filme, apesar de terem encontrado escritores para dar vida aos quadrinhos da DC.

Lovecraft está programado para ser escrito por Phil Hay e Matt Manfredi, que escreveram anteriormente The InvitationO diretor, Karyn Kusama, se juntará à dupla de Game of Thrones para  produzir Lovecraft para a DC. Mais detalhes sobre Lovecraft são escassos. A dupla, que recentemente ganhou um Emmy pela oitava temporada de Game of Thrones, se estabeleceu na Netflix, então é seguro dizer que eles estarão bastante ocupados pelos próximos anos.

Não há data de lançamento ou diretor atualmente vinculado a Lovecraft, da DC.

Continue Reading

cinema

Vingadores: Ultimato é eleito o pior filme da década pela revista New York

A lista não foi resultado de nenhum consenso diz e certamente não é definitiva. Mas reflete os altos e baixos de uma década tumultuada.

Edi

Published

on

By

A revista Volture, parte de entretenimento da conceituada revista New York revelou a lista dos melhores e piores filmes da década e a lista acabou surpreendendo um pouco, ainda mais depois de serem analisados 5.279 filmes.

A lista não foi resultado de nenhum consenso diz e certamente não é definitiva. Mas reflete os altos e baixos de uma década tumultuada. 

Os últimos 10 anos foram prejudicados pelas previsões do dia do juízo final sobre o cinema, sejam os precursores Netflix ou super-heróis ou os altos preços dos cinemas. Por outro lado, a revista justamente buscou entender o movimento hoje do cinema e a conclusão pode surpreender.

Os top 5 filmes foram.

1. Melancolia
2. Mad Max: Estrada da Fúria
3. A Árvore da Vida
4. Domando o Destino
5. A Separação

Homem-Aranha: No Verso da Aranha ocupa a 9 posição, Projeto Flórida a 10 posição, o sucesso e queridinho do ano, Parasita, esta na 14 posição. Em 18 posição temos Era uma vez em Hollywood e Dunkirk a 22 posição.

Porem a revista colocou os piores filmes da década como A Mumia e Vingadores: Ultimato, sendo este eleito o pior filme dos últimos 10 anos. Sobre Ultimato a revista diz

“agora o filme com maior bilheteria de todos os tempos. Era para ser o culminar de uma franquia de filmes que definia uma década e, de muitas maneiras, o produto de entretenimento mais significativo dos últimos 10 anos, o filme tem seus méritos relativos: provavelmente tem os melhores efeitos visuais de qualquer filme da Marvel, o que não é uma conquista inconsiderável. Mas mesmo durante as partes de que gostamos (e um de nós se emocionou com a conclusão), não podíamos deixar de sentir que estávamos simplesmente agradecendo pelas poucas migalhas de filmes decentes que nossos captores da cultura corporativa estavam nos jogando. 

As participações financeiras do estúdio nunca se traduziram de maneira narrativa ou emocional em uma trama de viagem no tempo projetada para mostrar caoticamente a história da franquia… Muito disso tem a ver com a caracterização aleatória de Ultimat , mal mantida unida por várias dúzias de estrelas e seus níveis variados de carisma de ator. O ponto crucial do filme é a performance de Robert Downey Jr., que, depois de todos esses anos, acaba desmoronando nas brigas, a fim de abrir caminho para os personagens que estão se graduando nas linhas de frente da após sua morte”

Concorda com a classificação da revista? Confira a lista completa aqui.

Continue Reading

cinema

Antlers | Novo Longa de Del Toro ganha trailer final arrepiante

Longa foi baseado no no curta de terror The Quiet Boy

Daiane de Mário

Published

on

O filme de suspense Antlers, produzido por Guillermo del Toro (A Forma da Água) teve seu trailer final divulgado pela Fox Searchlight nessa terça (11), Confira:

O filme conta a história de um aluno misterioso e diferente que chega a um novo colégio e começa a causar problemas para a escola devido a seus problemas familiares. Uma das professores, interpretada por Keri Russell, começa a se interessar pelo menino.

O elenco conta com Graham Greene, Scott Haze, Rory Cochrane e Amy Madigan. Ao lado de del Toro, David S. Goyer (roteirista de “Batman vs Superman: A Origem da Justiça”) e J. Miles Dale (A Forma da Água) estão à frente da produção. O roteiro é assinado por Nick Antosca (Hannibal) e Henry Chaisson (Open 24 Hours), com direção de Scott Cooper (Hostis“.

Antlers estreia em 17 de abril de 2020 nos EUA, ainda sem data no Brasil.

Continue Reading
error: Conteúdo Protegido