Connect with us

séries

American Crime Story: Versace | Review 2×03 “A Random Killing”

Avatar

Published

on

O episódio começa com uma história, até então, completamente paralela. Em certos momentos cheguei a me perguntar se assistia à série certa. Acompanhamos, aqui, a vida de Marilyn, uma empreendedora do mundo dos cosméticos que vive viajando. Agora, de volta à sua casa, Marilyn procura por seu marido Lee que, aparentemente, desapareceu. Seguimos por bons minutos de suspense e mistério até que descobrimos que Lee está morto. E é nesse momento que vem a conexão com a história da série: Lee foi uma das cinco vítimas de Andrew Cunanan.

A história, então, volta uma semana no tempo, para nos mostrar tudo o que aconteceu até o momento do assassinato. Nos é apresentado o personagem Lee, um grande engenheiro, importantíssimo em Chicago, casado com Marilyn. Porém, Lee guarda um segredo da esposa: é homossexual. Marilyn vive viajando para divulgar sua marca de cosméticos e, naquela semana, não seria diferente. Marilyn viaja e Lee recebe uma ligação de Andrew, que já havia feito programa para Lee, avisando que estaria na cidade.

Em poucos minutos dentro da casa de Lee, já percebemos que Andrew não foi ali para fazer outro programa. Fica claro para o espectador que o assassinato estava premeditado. Num jogo de sedução, Andrew leva sua vítima para a garagem e a mata a sangue frio, deixando Lee de calcinha e com objetos e revistas pornográficas gays ao redor do corpo para expor aquilo que ele tanto tentava esconder. Depois do assassinato, Andrew rouba o carro de Lee e vai em direção a Nova York.

Acompanhamos, então, a polícia na sua busca por identificar e capturar o assassino.  O que Andrew não esperava era que o telefone que tinha no carro de Lee serviria como rastreador, por emitir sinais. Andrew, já em Nova York, vê a imagem de Versace numa revista. Podemos perceber um certo padrão nas vítimas do serial killer: sempre figuras importantes, bem-sucedidas, pessoas que ele poderia ter sido.

Já de volta à estrada, Andrew descobre, ao ouvir no rádio, que o telefone no carro serve como rastreador e trata logo de trocar de carro, fazendo mais uma vítima. Mas como diz o título do episódio, uma vítima qualquer.

O episódio termina com um depoimento de Marilyn em um dos programas de televisão que sempre participa, dizendo que a morte de Lee foi um triste ato de violência, acarretado por um assalto para roubar seu carro. Nada foi mencionado sobre sua homossexualidade.

Achei o episódio fraco. Versace, uma figura importante na trama, só aparece numa foto em uma revista que Andrew folheia. Entendo a importância de aprofundar na personalidade doentia do serial killer, mas não achei que o episódio trouxe algo de novo para o personagem. Tudo o que ele fez, já era de se esperar dado o que nos foi apresentado nos episódios anteriores. E o ponto mais crítico, pra mim, é que foi um episódio sem ápice, completamente morno. As investigações da polícia foram fracas, o fato do telefone no carro emitir sinais do paradeiro de Andrew em nada adiantou para a trama, a personagem de Marilyn pouco importa pro desenvolvimento da história e Andrew, a grande estrela do episódio, fez o que já vinha fazendo. Espero que nos próximos possamos ver um pouco mais de Versace e da obsessão de Andrew por ele.

A 2ª temporada de American Crime Story vai ao ar todas as quartas-feiras, no FX.

Resenha por: Cecília Mouta

Estudante de Jornalismo, apaixonada por escrever, maratonar séries e ouvir música. Caçadora de monstros com Sam e Dean nas horas vagas.

Advertisement
Comments

séries

Fallout ganhará série de TV na Amazon Prime

Criadores de Westworld farão a adaptação do game da Bethesda.

Avatar

Published

on

Foi revelado esta semana que Fallout, famosa franquia de RPG de ação da Bethesda Game Studios, irá ganhar uma adaptação para a TV pela Amazon Prime Video. A plataforma liberou um teaser cheio de mistérios para anunciar a novidade. Confira:

A série será produzida pela dupla Jonathan Nolan e Lisa Joy, responsáveis por Westworld. Outros detalhes da produção ainda não foram divulgados. A história que cerca os jogos ocorre nos séculos 22 e 23 e tem (muita) influência da cultura americana da década de 50, após a segunda guerra mundial, com esperança de promessas de tecnologias e medo de aniquilação nuclear.

Fallout não tem data de estreia definida.

Continue Reading

séries

“Eu Nunca” é renovada para a segunda temporada na Netflix

A primeira temporada está disponível na Netflix.

Avatar

Published

on

A Netflix renovou oficialmente a série “Eu Nunca” (Never Have I Ever) para seu segundo ano. A série fez bastante sucesso desde a sua estréia por retratar a jornada de uma adolescente indiana-americana se descobrindo no Ensino Médio.

A história gira em torno de Devi Vishwakumar (Maitreyi Ramakrishnan), uma menina de 15 anos de Sherman Oaks, Califórnia. Depois de um horrível ano de calouro, Devi quer mudar seu status social, mas amigos, família e sentimentos não facilitam as coisas para ela.

Depois que o pai de Devi, Mohan (Sendhil Ramamurthy) morre, Devi perde o uso das pernas por três meses. No ano seguinte, ela tenta lidar com sua dor, identidade indiana e vida escolar, também lutando com seu relacionamento com sua mãe, Nalini (Poorna Jagannathan), sua linda prima Kamala (Richa Moorjani), suas 2 melhores amigas, Eleanor (Ramona Young) e Fabiola (Lee Rodriguez), sua paixão pela escola, Paxton (Darren Barnet) e seu inimigo, Ben (Jaren Lewison).

A série é narrada principalmente pelo tenista profissional John McEnroe, com um dos episódios narrados por Andy Samberg.

A primeira temporada de “Eu Nunca” está disponível na Netflix.

Continue Reading

séries

Cursed, série baseada na obra de Frank Miller, ganha trailer oficial

Produção da Netflix é estrelada por Katherine Langford, de 13 Reasons Why

Avatar

Published

on

A Netflix liberou nesta semana o trailer oficial de Cursed – A Lenda do Lago, série baseada na obra criada por Frank Miller e protagonizada por Katherine Langford (13 Reasons Why). Assista:

A trama do seriado, assim como o livro original, acompanha os passos da poderosa jovem Nimue (Langford) que, no futuro, se tornará a Dama do Lago da Lenda Arturiana, responsável por entregar a espada sagrada Excalibur ao rei. Após a morte da mãe, a garota encontra um parceiro inesperado no mercenário Arthur (Devon Terrell) e sai em missão para entregar uma espada ancestral a um mago chamado Merlin (Gustaf Skarsgård). Ao longo de sua história, ela acaba se tornando um símbolo de coragem e rebelião contra os terríveis Paladinos Vermelhos e o Rei Uther (Sebastian Armesto). 

O projeto é uma adaptação do livro ilustrado para jovens-adultos de Tom Wheeler (O Gato de Botas), em que Miller cuida das ilustrações. Trata-se de uma história sobre amadurecimento, com temas conhecidos de nosso tempo: destruição da natureza, terror religioso, guerras sem sentido e a coragem de assumir a liderança quando tudo parece impossível. 

Cursed estreia em 17 de julho na Netflix.

Continue Reading

Parceiros Editorias