Connect with us

cinema

“Antes Que Eu Vá” nos leva a refletir sobre o valor de tudo o que nos cerca

Beatriz Souza

Published

on

LOJA DC 4

E se hoje fosse o único dia do resto da sua vida?

“Antes Que Eu Vá” é uma adaptação da obra de Lauren Oliver, publicado no Brasil pela Editora Intrínseca.

“Talvez você possa se dar o luxo de esperar. Talvez para você haja um amanhã. Talvez para você haja mil amanhãs, ou três mil, ou dez. Tanto tempo que você possa se banhar nele, girar, deixar cair como moedas entre os seus dedos. Tanto tempo, que você possa desperdiça-lo.”

É com essa frase que conhecemos Sam Kingston (Zoey Deucth). Ela é popular, tem as melhores amigas do mundo e o namorado mais cobiçado da escola, mas é naquele 12 de fevereiro, seu dia preferido, que sua vida vai terminar.

Porém ela recebe uma segunda chance. Várias “segundas chances”. Ao sofrer um acidente ao voltar de uma festa, ela acorda na sua cama na manhã daquele mesmo dia, tendo a chance de desvendar o mistério por trás da sua morte e descobrir o verdadeiro valor de tudo que irá perder.

Da perspectiva de uma admiradora da obra de Lauren Oliver, “Antes Que Eu Vá” é um filme muito bem adaptado. Com poucas alterações que não atrapalham no sentido da história, o enredo se manteve fiel na caracterização dos personagens, em grande parte dos diálogos e na ambientação da história.

Para aqueles que ainda não conhecem a história, “Antes Que Eu Vá” aborda temas atuais como o bullying, mas não de uma forma maçante. Na verdade, toda essa questão é tratada como uma coisa natural no ambiente em que os personagens vivem, que nos faz não gostar da protagonista e de suas amigas Ally (Cynthy Wu), Elody (Medalion Rahimi) e Lindsay (Halston Sage), em um primeiro momento. Mas ao viver aquele dia várias vezes seguidas, percebemos o bom coração de Sam quando ela tenta consertar as coisas ao seu redor e vemos também que suas amigas não são de todo ruim.

O filme é objetivo e direto. E o que no livro por muitas vezes me deixou entediada, na adaptação isso não acontece e é ótimo. A cada acordar de um novo mesmo dia, Zoey nos entrega uma atuação impecável ao interpretar diferentes Samanthas.

Mesmo sabendo o que esperar do final, e isso não é um spoiler, durante o filme você passa a se importar tanto com quem Sam se tornou que é doloroso assistir sua última decisão e você espera que, de alguma forma, as coisas se tornem diferentes no fim.

A história toda é uma lição e eu não tenho palavras para descrever o que você irá sentir ao sair da sala do cinema. É necessário assistir (ou ler) para entender.

Ficha técnica:

Título Original: Before I Fall
Duração: 1h38
Direção: Ry Russo-Young
Estreia: 18 de Maio de 2017

LOJA DC 4
Comments