Connect with us
LOJA DC 4

Após uma semana de silêncio e crescente indignação por parte da polícia americana,Quentin Tarantino tem a intenção de pedir desculpas por seus comentários ao chamar polícias de “assassinos”, relata o site TheWrap.

LOS ANGELES, CA., NOVEMBER 29, 2012--Quentin-Tarantino. wrote and directed Django Unchained, a slave revenge spaghetti western that he calls a Southern may be , the last potential Oscar film to enter the race for 2013.    (Kirk McKoy / Los Angeles Times)

LOS ANGELES, CA., NOVEMBER 29, 2012–Quentin-Tarantino. wrote and directed Django Unchained, a slave revenge spaghetti western that he calls a Southern may be , the last potential Oscar film to enter the race for 2013. (Kirk McKoy / Los Angeles Times)

O diretor de “Django Livre” está sendo pressionado pelos departamentos de polícia em todo o país depois que ele fez os comentários em um comício realizado em Manhattan contra a brutalidade da policial americana.

“Quando vejo assassinatos, eu tenho que chamar um assassinato de um crime e eu tenho que chamar quem comete estes atos de assassinos”

O sindicato da polícia americana após as declarações pediu o boicote dos  filmes de Tarantino, um grupo representando 1.000 unidades policias e associações e mais de 241 mil policiais juramentados – pediram o boicote total de seus filmes, incluindo o próximo “Os Oito Odiados

No domingo, Jamie Foxx deu seu apoio ao diretor no Hollywood Film Awards, onde ele introduziu o elenco de “Os Oito Odiados“, que será lançado em dezembro.

“Continue a dizer a verdade e não se preocupe com nenhum dos inimigos”, disse Foxx no Beverly Hilton. Tarantino não estava presente na premiação.

Edi on FacebookEdi on InstagramEdi on Twitter
Edi
Produtor, escritor nas horas vagas, administrador, editor e fundador do site CDL.
Comments