Connect with us
BFV BFV

Games

Battlefield V – Mapas clássicos são liberados

Jogadores iniciantes que desejam conferir o Battlefield V, incluindo o Capítulo 5: Guerra no Pacífico no Xbox One, PlayStation 4 e PC podem fazê-lo durante os testes gratuitos

Edi

Published

on

Pense de volta para onde tudo começou na franquia Battlefield, com o Battlefield 1942 e, mais recentemente, o Battlefield 1943. As batalhas icônicas por terra, ar e mar em mapas como Iwo Jima são lembranças que os jogadores só encontraram no Battlefield.

Em 31 de outubro, pela primeira vez em dez anos, a DICE está trazendo jogadores de volta para a batalha do Pacífico na Segunda Guerra Mundial com o Battlefield VCapítulo 5: Guerra no Pacífico. Nesse novo trailer divulgado os jogadores podem reviver esses momentos e ter uma ideia dos ataques de anfíbios e da guerra total que chega ao jogo.

Os dois primeiros mapas nostálgicos lançados no Capítulo 5 são Iwo Jima e Tormenta do Pacífico. Iwo Jima é um mapa altamente dinâmico que envolve as forças dos EUA e do Japão em uma invasão de desembarque na praia em um confronto de tudo ou nada entre praias negras e ambientes abertos. Fornecendo mais combate à base de água, o mapa Tormenta do Pacífico leva os jogadores à um clima traiçoeiro em um conjunto de ilhas, pois eles devem garantir pontos de controle usando barcos, tanques ou aeronaves.

Capítulo 5 de Battlefield V: Guerra no Pacífico inclui:

  • Novos mapas: Iwo Jima, Tormenta do Pacífico e, em dezembro, Wake Island.
  • Novas facções: EUA e Japão.
  • Novas armas, incluindo o M1 Garand e o M1919A6.
  • Novos veículos, incluindo o tanque M4 Sherman e o avião F4U Corsair.
  • Novas armas estacionárias.
  • Novos gadgets, como os captadores de batalha Katana e Flamethrower.
  • Novo capítulo de recompensas, incluindo armas, conjuntos de soldados, peles de armas e armas brancas.

Jogadores iniciantes que desejam conferir o Battlefield V, incluindo o Capítulo 5: Guerra no Pacífico no Xbox One, PlayStation 4 e PC podem fazê-lo durante os testes gratuitos que ocorrerão nos próximos dois finais de semana.

A experiência emblemática e multiplayer do Battlefield VGrand Operations, onde as equipes enfrentam vários mapas e modos diferentes, estará disponível para todos, de quinta-feira, 24 de outubro a segunda-feira, 28 de outubro. Depois, o novo Capítulo 5: Guerra no Pacífico ficará disponível no fim de semana de avaliação gratuita de sexta-feira, 1 de novembro a segunda-feira, 4 de novembro.

Advertisement
Comments

Games

Jogo I Am Jesus Christ permite que você realize milagres como Jesus

Edi

Published

on

By

Há um novo jogo anunciado recentemente chamado I Am Jesus Christ, um jogo que promete aos jogadores a chance de jogar como Jesus e realizar milagres para os necessitados. Os jogadores o controlarão de acordo com a descrição do jogo, e seguirão uma história inspirada nos eventos do Novo Testamento. Começa com o batismo de Jesus e vai até a ressurreição da figura religiosa.

Ele foi desenvolvido pela SimulaM, um desenvolvedor aparentemente desconhecido, considerando que este é o único jogo no Steam no momento, e é publicado pela PlayWay, que é um nome com o qual as pessoas podem estar mais familiarizadas. A PlayWay tem um grande catálogo de jogos que são publicados como Deadliest Catch: The Game, House Flipper e outras experiências de simulação.

Mas, embora a PlayWay tenha feito a simulação muitas vezes, I Am Jesus Christ parece ter chamado a atenção das pessoas on-line mais do que os outros jogos da empresa. Parte disso, sem dúvida, será por causa da indignação em dar aos jogadores a chance de jogar como o próprio Jesus, mas alguns possíveis jogadores parecem intrigados com a oportunidade de “lutar com Satanás no deserto” e realizar outros milagres, conforme o jogo promete que os jogadores irão.

“Verifique se você pode realizar todos os milagres famosos da Bíblia como Jesus Cristo”, diz a descrição do jogo. “É um jogo de simulação e você pode tentar salvar o mundo como Ele fez. Você está pronto para lutar com Satanás no deserto, exorcizando demônios e curando pessoas doentes? Ou acalmar a tempestade no mar?

I Am Jesus Christ ainda não tem uma data de lançamento, mas diz-se que em breve estará disponível no Steam.

Continue Reading

Colunistas

Mano Brown canta Free Fire e o “Playboy forgado” prova ser um “trouxa”

Edi

Published

on

By

Tive a oportunidade cobrir o evento do Campeonato Mundial de Free Fire realizado no Rio, a algumas semanas atrás. Confesso, não conhecia bem o jogo além do básico, por isso levei uma amiga formada em jornalismo, mas jogadora profissional.

Porém uma coisa que me chamou a atenção sempre neste jogo, é a capacidade de entrada na periferia. Todos os meus irmãos jogam o jogo, para quem não sabe eu moro em comunidade no Rio, moro em uma casa com um quarto para sete pessoas. Mesmo com a vida dura que levamos, meus irmãos conseguiram jogar Free Fire em celulares de entrada ou com capacidade de processamento baixa.

Para não dormir em casa (pois não tem espaço), eu tenho que ir para uma outra casa no final da mesma rua. Sempre quando passo pela rua por volta das duas ou três da manhã vejo um garoto jogando Free Fire. Não sei aonde ele mora. Mas acredito que ele fica no sereno e até mesmo em dias chuvosos parado de frente em um portão jogando o jogo porque não deve ter internet em casa, e a opção é roubar wi-fi do vizinho.

Free Fire é um jogo que abrange todas as classes sociais. Eu jogo League of Legends, mas sei que meu computador não é bom o suficiente para rodar o jogo com toda a grandeza, o que pode dificultar meu rendimento nas partidas. Um PC Gamer não custa menos que R $ 1700 reais. Um celular Samsung, intermediário custa R$ 300 reais.

A verdade é que a favela joga Free Fire, além de ser um jogo acessível, ele é grande, tem ligas organizadas a nível mundial. Quando o Corinthians foi campeão mundial, eu percebi uma coisa, os meninos eram muito humildes.

Não existia toda a polpa que muitos jogadores de LOL exibem em simples campeonatos regionais, mas eu pensei “os caras são campeões mundiais” e se comportavam como quem parecia ter ganho um jogo entre amigos.

Mesmo diante disso, pessoas foram ao Twitter criticar Mano Brown, cantando uma musica alusiva a um dos poucos objetos de lazer de quem ganha até um salário mínimo. Mas sempre terá um “Playboy forgado de brinco, um trouxa” par determinar o que as negros devem fazer.

Continue Reading

CCXP 2019

CCXP | Riot Games irá expandir e vai trazer novos games

Riot Forge será a nova iniciativa da Riot Games, para com jogos Single player.

Lucas Soares

Published

on

A Riot games não para de surpreender durante seu painel na CCXP, Riot Forge será a nova subdivisão da Riot para criar jogos Single Player.

Jogos pequenos e longe do terror que é um balanceamento competitivo, abrindo assim novas portas param quem quer entrar nesse universo.

O foco parece bem diferente do usual com League, sendo esses jogos totalmente voltados em contar histórias seja pra dar gargalhadas ou chorar.

Com outras produtoras, os jogos serão focados em Runeterra, tendo cada um, uma visão única desse universo, dando liberdade total á equipe de criação.

Todos serão diferentes entre si, mas se conectaram de alguma forma.

Riot também afirmou que auxiliarão os estúdios com a narrativa e os trejeitos de seus já tão famosos personagens.

Por fim anunciaram que trarão mais novidades, dia 12 de dezembro durante o The Game Awards

Jogos para todos e com isso, todas as plataformas.

Continue Reading

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido