Connect with us

HQs

Brasileiros criam Cosmic, o Netflix de quadrinhos

Caju Sampaio

Published

on

LOJA DC 4

À partir de uma ideia de roteiro para um quadrinho que se passaria no descobrimento do Brasil, com direito à criaturas pré histórica, os amigos Ramon Cavalcante e George Pedrosa criaram o Cosmic, um serviço de streaming de quadrinhos, semelhante ao funcionamento do Netflix.

A dupla explicou como surgiu a ideia do serviço:

O mercado impresso de quadrinhos no Brasil não dá conta do volume de público, que quer consumir uma grande quantidade de obras sem pagar um valor absurdo. É uma leitura rápida, por isso é difícil cobrar caro e aí está o problema, já que os custos de publicação são altos. A distribuição pode representar 30% do valor da revista, o mesmo com postos de venda e ainda tem a impressão, que vai de 12 a 20% do preço — Ramon Cavalcante, de 30 anos, por telefone, de Fortaleza.

cosmic

Os custos do serviço, também serão semelhantes ao Netflix; por volta de R$ 15,90 por mês e estará disponível à partir de novembro. Entre os que abraçaram a ideia estão os autores Mario Cau, idealizador do quadrinho “Morphine”, Sirlanney Freire, conhecida pelo pseudônimo Magra de Ruim, além de Pablo Casado e Talles Rodrigues, criadores da HQ “Mayara e Annabelle”. Marca da Fantasia e Mino estão entre as editoras.
O aumento do acervo será feito quinzenalmente.

Você pode ficar por dentro das novidades do serviço, diretamente na página da Cosmic, AQUI.

Caju Sampaio
24 anos, fotógrafa, Grifinória, apaixonada por livros principalmente de fantasia; de Harry Potter, Alice no País das Maravilhas à Crônicas de Gelo e Fogo.
Comments