Connect with us

Games

Call of Duty WWII: Será possível jogar com mulheres negras nazistas

Edi

Published

on

LOJA DC 4

Ao definir o próximo Call of Duty WWII, a Activision cobrou dos desenvolvedores da Sledgehammer Games a possibilidade de mulheres nazistas como soldados não-alemães.

A abordagem da Sledgehammer era tratar a campanha muito diferente de qualquer multiplayer já visto no jogo.

Em entrevista na E3 com a Eurogamer, o co-fundador da Sledgehammer Games Michael Condrey disse que suásticas vão aparecer em Call of Duty: WWII, mas não vai estar presente no multiplayer.

E, acrescentou, soldados negros serão jogáveis do lado do Eixo – apesar de isso não ser autêntico na historia.

Explicando a decisão, Condrey disse que Call of Duty: WWII terá uma historia autentica, enquanto que o multiplayer é sobre a colocação de avatar, seja ele qual for, inclusive mulheres negras do lado nazista.

“A campanha neste jogo é sobre encontrar essa linha de entretenimento de qualidade com respeito ao maior conflito do mundo e as pessoas que se sacrificaram e morreram”, disse Condrey.

Mas eles entenderam por bem remover a suástica:

“Nós não sentimos que era apropriado deixar a suástica”, disse Michael Condrey, de Sledgehammer Games, em uma entrevista. “É um símbolo sombrio e temos de ser muito respeitosos e atentos aos costumes e regulamentos de diferentes territórios e queríamos que toda a comunidade jogasse juntos. Você verá isso na campanha de forma histórica e precisa, mas não em multijogador e zumbis “.

Call of Duty: WWII estreia em 3 de novembro de 2017.

Comments