Connect with us

CCXP 2018

CCXP 2018 – Painel “Manu Bennett: Sobre Espadas, Vilões e Ação”

Beatriz Souza

Published

on

LOJA DC 4

O ator neozelandês Manu Bennett esteve presente no primeiro dia da CCXP 2018 e além das sessões de foto e autógrafo com fãs, ele participou de um painel sobre sua carreira.

Começando pela parte mais esperada, Manu falou sobre Slade Wilson, o Exterminador, em Arrow. Para a construção do personagem, ele contou que usou as experiências traumáticas de sua juventude. O ator lembrou de quando ficou em coma aos 15 anos após sofrer um acidente de carro, que o fez perder a mãe e o irmão. Foi no quarto do hospital que ele encontrou seu pior inimigo, na época, e os dois acabaram se identificando por causa de perdas. Hoje, os dois são como carne e unha.

“O seu inimigo está a um passo de ser seu amigo.”

Manu Bennett – CCXP 2018 
Foto: Beatriz Souza

Após a exibição da inesquecível cena de Arrow no 2×20, em que Slade assassina Moira na frente de Oliver e Thea, Manu disse ter gostado do novo arco para o personagem. Que era quase como um conto Shakespeariano, onde os dois mundos, o de Slade por ter perdido a Shado e de o Oliver que perde a mãe, colidem e são virados de ponta-cabeça. E, também, para atuar essa cena, ele precisou sentir todas as emoções de quando ele perdeu sua mãe.

O ator achava que depois desse acontecimento na série, os fãs passariam a odiar Slade, porém os fãs entendiam o personagem e souberam criar um identificação com o mundo real. Tanto que permitiram ver o dito vilão trabalhando em conjunto com o mocinho em temporadas seguintes.
Ao ser perguntado sobre o final ideal para o personagem, o ator confessa ter gostado dos últimos dois episódios que participou. As vidas de ambos, Slade e Oliver, refletindo pelo falo deles terem um filho que querem proteger.

Fun fact: Para a cena de luta no episódio 5 da sexta temporada foi usado um dublê, pois ele estava ocupado nas gravações de The Shannara Chronicles, e só apareceu realmente no momento em que tira a máscara do Exterminador.

Falando de outros trabalhos, Manu contou histórias engraçadas sobre seu vilão Azog em “O Hobbit” e como se sentiu “um idiota” nas roupas de captura de movimentos do profanador, pelo fato dele ter apenas 1,85 metros.

Para contar a história da criação da cena em que Azog acaricia seu Lobo, Manu literalmente montou na caixa de som do palco e simulou as cavalgadas no animal. Depois, mostrou como quase caiu filmando a cena, resultando no estrago do palco do auditório Ultra, que logo depois ele assinou como o personagem.

Além disso, ele ressaltou a importância do contato com os fãs e ao fim do painel, Manu atendeu aos fãs com abraços e selfies.

Manu Bennett – CCXP 2018
Foto: Beatriz Souza

O ator estará presente nos próximos 3 dias de evento para sessões de foto e autógrafos com os visitantes.

Acompanhe o CDL na tag #CDLnaCCXP em todas as redes sociais. A CCXP 2018 acontece entre os dias 6 a 9 de dezembro de 2018.

Beatriz Souza
Estudante de Jornalismo, apaixonada por escrever, maratonar séries e ouvir música. Caçadora de monstros com Sam e Dean nas horas vagas.
Continue Reading
Comments