Connect with us

cinema

CEO da Warner pode ser demitido por conduta inapropriada

Essa comunicação e os encontros subsequentes entre Kirk e Tsujihara atraíram o poderoso chefe de estúdio para o que Kirk repetidamente chamou de relacionamento sexual.

Avatar

Published

on

Às 12h10 de 27 de setembro de 2013, o bilionário australiano James Packer mandou uma mensagem para uma atriz britânica de 21 anos chamada Charlotte Kirk.

Kirk vinha trabalhando para se estabelecer em Hollywood com sucesso, mas agora Packer, que era sócio do diretor Brett Ratner na empresa de produção / financiamento de filmes RatPac Entertainment, dizia que estava prestes a ter uma grande chance.

“Eu tenho a oportunidade de uma vida inteira para você”, escreveu Packer em uma mensagem de texto revisada pelo The Hollywood Reporter . “Venha para [o Hotel] Bel Air agora. Você nunca poderá me pagar.” Ele prometeu uma introdução ao “homem mais importante que você pode conhecer”. Kirk concordou rapidamente com o encontro.

Packer não identificou o homem pelo nome, mas com base em centenas de textos, e-mails e um projeto de acordo obtido e revisado pela THR , a apresentação tarde da noite foi para o presidente e CEO da Warner Bros., Kevin Tsujihara. Essa comunicação e os encontros subsequentes entre Kirk e Tsujihara atraíram o poderoso chefe de estúdio para o que Kirk repetidamente chamou de relacionamento sexual. E a partir daí o relacionamento se transformou em uma luta prolongada e cada vez mais desesperada entre Tsujihara, Ratner e Packer para administrar as demandas urgentes de Kirk de ser escalada para filmes e séries de TV.

Em 3 de março de 2015, a atriz Kirk mandou uma mensagem para ele dizendo: “Você está muito ocupado, eu sei, mas quando estávamos naquele motel fazendo sexo você disse que iria me ajudar e quando você simplesmente me ignora como você está fazendo agora, me faz se sentir usada. Você vai me ajudar como você disse que faria?” Tsujihara respondeu: “Desculpe por se sentir assim. Richard entrará em contato com você hoje à noite.” Outros textos deixam claro que a referência era a Richard Brener, então presidente de produção do selo New Line da Warner. Brener, através de um representante da WarnerMedia, se recusou a comentar.

Kirk foi escalado em pequenos papéis em dois filmes da Warner: 2016’s How to Be Single e o 8’s Ocean ‘s de 2018 , e de acordo com documentos revisados ​​pela THR além de relatos de fontes, ela fez audições para vários outros projetos na Warners e na Millennium Films, da Avi Lerner.

“Através de seu porta-voz, a atriz negou publicamente qualquer impropriedade em seu casting, e nossa investigação anterior não encontrou outra coisa”, disse um representante da WarnerMedia em um comunicado. “Sempre que recebemos novas alegações, é nossa prática padrão conduzir uma investigação apropriada. E é isso que faremos aqui.” O advogado pessoal da Warner Bros. declarou: “O Sr. Tsujihara não teve nenhum papel direto na contratação desta atriz”.

De acordo com as trocas de texto, Kirk conheceu Packer através de Ratner em novembro de 2012, quando ela tinha 20 anos e Packer tinha 45 anos, e os dois embarcaram em um relacionamento. Depois que Kirk foi apresentado a Tsujihara, no entanto, seu foco pareceu mudar para o chefe da Warner.

Kevin Tsujihara foi figura certeira no Universo Cinematográfico da DC Comics, sendo o responsável por exemplo, delimitar o tempo do filme da Liga da Justiça em 2 horas, o que gerou a ira dos fãs. Liga da Justiç foi um dos maiores fracassos da historia do cinema de quadrinhos.

Advertisement
Comments

cinema

Warner, Marvel, Globo e outras empresas se posicionam contra o racismo

Gigantes do entretenimento deixaram suas mensagens de apoio ao movimento #VidasNegrasImportam

Avatar

Published

on

By

Os Estados Unidos (e algumas partes do mundo) estão enfrentando a maior crise da sua história, tudo porque de uma vez a economia, a saúde e a parte social estão literalmente entrando em colapso.

A parte econômica e de saúde se deve por conta da pandemia instaurada pelo coronavirus e seus efeitos nestes dois setores, somando-se à parte social que já andava fragilizada, agora ganha contornos raciais após a divulgação de um vídeo na última segunda-feira (25) que mostra um homem negro, o  ex-segurança George Floyd, sendo imobilizado por um policial branco com os joelhos em seu pescoço.

Tendo em vista este cenário, varias empresas e instituições estão se posicionando contra o racismo, entre elas gigantes do entretenimento como a Netflix, Marvel, Amazon Prime, Warner, Globoplay e outras. Confira: 

“Nós nos posicionamos contra o racismo. Nós nos posicionamos à favor da inclusão. Nós nos posicionamos ao lado de nossos funcionários, contadores de histórias, criadores negros e à comunidade negra como um todo. Nós precisamos nos unir e nos pronunciar”

https://www.instagram.com/p/CA3iFJMDBxX/?igshid=15zq3x6byw6nm https://twitter.com/globoplay/status/1267200741430738950?s=21 https://www.instagram.com/p/CA3cdpBgCoi/?igshid=1nuiufv671b1w

“‘Alguém tem que se levantar quando os outros estão sentados. Alguém tem que falar quando os outros estão quietos.’ – Bryan Stevenson.
Estamos ao lado dos nossos colegas, talentos, contadores de histórias e fãs negros – todos afetados pela violência sem sentido. A voz de vocês  importa, a sua mensagem importa. Vidas negras importam.”

View this post on Instagram

#BlackLivesMatter

A post shared by HBO (@hbo) on

“‘Nem o amor, nem o terror cegam: a indiferença é o que cega.’ – James Baldwin.
Nós estamos com os nossos colegas, funcionários, fãs, atores e contadores de histórias negros – e todos afetados por essa violência sem sentido. Vidas negras importam.”

“Estamos com nossos funcionários, colegas, parceiros e criadores negros, indignados com os atos de racismo. Vidas negras importam.”

“Vidas negras importam. Cultura negra importa. Comunidades negras importam. Nós nos posicionamos em solidariedade a nossos colegas, criadores, parceiros e públicos negros e condenamos atos de racismo, discriminação e atos de violência sem sentido”

Os protestos contra o racismo nos Estados Unidos continuaram com manifestantes no último domingo (31) tentando invadir a Casa Branca, sede do governo americano. 

Continue Reading

cinema

Retorno de Henry Cavill como Superman é somente rumor

Apesar do interesse do estúdio no ator, não há negociações no momento.

Avatar

Published

on

A notícia que estava sendo celebrado pelos fãs durante a semana pode ter sido um mero “rumor”: de acordo com informações apuradas pelo The Hollywood Reporter, não há no momento nenhuma negociação entre Warner e Henry Cavill para que o ator reprise o papel de Superman nos cinemas.

Entretanto, o site informa de que os executivos do estúdios tem sim um interesse pelo retorno de Cavill, apesar de sua situação ser, nas palavras da publicação, “complicada”. Independentemente de que o rumor apontava que o novo acordo poderia fazer com que o personagem aparecesse em algum outro filme – como nas sequências de Shazam!, Aquaman ou Esquadrão Suicida, por exemplo – nenhum destes roteiros conta com o kryptoniano atualmente.

A situação é similar ao que ocorreu no ano passado, quando Cavill estava concretamente em negociações para fazer uma participação especial em Shazam!, o que acabou não ocorrendo graças à complicações nos ajustes do acordo. Assim, a cena em questão foi filmada apenas com o torso do Homem de Aço.

De qualquer maneira, vale ressaltar que o ator revelou o desejo de encerrar a trilogia iniciada com Batman vs Superman, inclusive expressando isso durante a live em que Zack Snyder anunciou seu corte de Liga da Justiça. Então aguardemos novas informações sobre o assunto em breve.

Liga da Justiça: Snyder Cut estreia em 2021 na HBO Max.

Continue Reading

cinema

Live-action de Borderlands terá Cate Blanchett como Lilith

Atriz de Thor Ragnarok se une com diretor de O Mistério do Relógio na Parede.

Avatar

Published

on

Agora é oficial: Cate Blanchett, de Thor Ragnarok, foi confirmada como a siren Lilith na adaptação cinematográfica do game Borderlands. A produção irá reunir mais uma a atriz com o diretor Eli Roth, que trabalharam juntos em O Mistério do Relógio na Parede.

Empolgado, Roth falou com o site Variety sobre a adição de Blanchett à produção:

“Acredito que não há nada que ela não possa fazer: do drama à comédia e agora ação, Cate faz cada cena cantar. Trabalhar com ela é um sonho de diretor virando realidade. Sei que, juntos, vamos criar outra personagem icônica para a carreira bem-sucedida dela.”

Na história, a personagem Lilith é uma das poucas mulheres da galáxia pertencentes a uma classe de “sereias” com poderes especiais, como a manipulação do tempo-espaço. No primeiro jogo, lançado em 2009, ela era uma das quatro personagens jogáveis. Entretanto, nos outros títulos da saga, a personagem voltou a aparecer, mas como não-jogável.

Com direção de Roth, a adaptação contará com roteiro de Craig Mazin, criador da minissérie Chernobyl e com produção de Avi Arad, responsável pelos primeiros filmes do Homem-Aranha.

Borderlands não tem data de lançamento previsto.

Continue Reading

Parceiros Editorias