Connect with us

séries

Crítica | Altered Carbon – A série Cyber punk que precisávamos

Avatar

Published

on

Altered Carbon ou Carbono Alterado na tradução é a mais nova série original da Netflix baseada na obra do escritor Richard K. Morgan, que te faz mergulhar em um mundo Cyber Punk onde a imortalidade é real!

A série usa e abusa da pegada Cyber Punk, com prédios gigantes, pouca luz do sol e muito, mas muito neon mesmo. Ela te joga dentro deste mundo de uma maneira que você sinta como seria viver daquela forma, e em alguns momentos até te deixa com vontade de experimentar como seria viver em um mundo onde simplesmente te trocam de corpo caso você morra. Aos jogadores de RPG de mesa, garanto que vocês vão conseguir ver tudo o que sonham jogando. Eu, como um fã da cultura Cyber e um jogador de RPG aos finais de semana, consegui ver tudo o que jogava nas histórias e isso me deixou ainda mais animado com a série.

Quando ouvi falar sobre uma série com pegada futurística imaginei que seria uma série de Blade Runner. Apesar de não ter o nome Blade Runner, a série usa muito de Blade Runner em si. Não estamos falando da temática, mas sim de todo o visual. No próprio trailer podemos ver algumas cenas praticamente idênticas aos filmes de Blade Runner. O que dá aquela sensação de que por mais que o nome seja Altered Carbon, em alguns momentos você vai sentir que está assistindo a mais um filme de Blade Runner e que a qualquer momento o Harrison Ford pode aparecer. Isso não chegou a me incomodar, mas sim me ajudou a entrar ainda mais pegada da série e me conectar ainda mais com essa mundo que nos é apresentado.

Se você é fã de efeitos especiais, vai ficar de queixo caído! A série nos mostra que produções originais da Netflix chegaram ao nível de produções de Hollywood! É simplesmente lindo de ver tudo que a Netflix conseguiu fazer com um orçamento limitado. Todo o cuidado que tiveram até nos mínimos detalhes. A sonoplastia é de arrepiar! Todos os investimentos que a empresa fez nessa série mostra a preocupação em entregar uma série de qualidade a seus assinantes, e isso me faz amar ainda mais essa empresa.

A atuação em destaque fica para o ator Joel Kinnaman, que consegue fazer uma atuação surpreendente, bem melhor que sua atuação em Esquadrão Suicida. Como essa é uma crítica sem spoilers, o máximo que posso dizer é que a atuação nesta série é um dos destaque e um dos motivos de eu ter amado a série. Apesar de alguns momentos o resto do elenco fazer uma boa atuação, no decorrer da série podemos ver e ter a sensação de que a aquela atuação é artificial.

O roteiro muitas vezes consegue ser previsível e abusa levemente de alguns clichês que já vimos centenas de vezes, o que prejudica um pouco a conexão com a série e quebra um pouco a sensação de imersão que a série te passa. As cenas de ação são precisas, elas tem um contexto para existir, não estão ali só porque precisamos ver o protagonista lutando, e isso para mim foi um dos pontos mais fortes da série.

Apesar de alguns problemas no roteiro, a série é o mundo Cyber Punk que precisávamos há muito tempo nos imergir e sentir ainda mais a experiencia de viver neste mundo que amamos.

Altered Carbon chega a Netflix no dia 02 de Fevereiro de 2018, então já deixe anotado e se prepare para imergir em um mundo de neon!

https://www.youtube.com/watch?v=dhFM8akm9a4

8

Direção

8.0/10

Roteiro

7.0/10

Fotografia

9.0/10

Pros

  • Cenas de ação
  • Boa atuação

Cons

  • Um pouco previsível
  • Cliché
Advertisement
Comments

séries

Fox Premium estreia “Godfather Of Harlem” neste mês

Produção é estrelada por Forest Whitaker.

Avatar

Published

on

O canal Fox Premium 1 divulgou por meio de um release a estréia da série “Godfther Of Harlem” ainda neste mês de junho.

Estrelada e produzida por Forest Whitaker (O Último Rei da Escócia), que interpreta Ellsworth “Bumpy” Johnson, um dos mafiosos mais relevantes dos Estados Unidos, que, no início dos anos 60, retorna para recuperar seu bairro depois de passar uma década na prisão de Alcatraz, em São Francisco, sob uma acusação de envolvimento com drogas; é escrita por Chris Brancado e Paul Eckstein (Narcos).

De acordo com a sinopse oficial, “inspirado na incrível vida de Johnson, “Godfather of Harlem” começa em 1963, logo após ele cumprir sua sentença, quando retorna ao Harlem, em Nova York, e descobre que o bairro que ele uma vez “governou”, agora se encontra em ruínas. Com as ruas controladas pela máfia italiana, para recuperar o controle, Bumpy deve enfrentar a família genovesa liderada por Vincent “Chin” Gigante (Vincent D’onofrio, Law & Order: Criminal Intent), considerado um dos mafiosos mais infames da cidade de Nova York.”

Godfather of Harlem” mistura eventos históricos e políticos que retratam por um lado o movimento liderado por Martin Luther King na década de 1960 nos Estados Unidos pela luta dos direitos civis e, por outro, a criminalidade da época, efeito do negócio de drogas e tráfico de armas nas mãos de várias máfias perigosas.

Com 10 episódios de uma hora cada, o elenco da série conta ainda com Kelvin Harrison Jr. (Luce), Paul Sorvino (Bad Blood), Kathrine Narducci (O Irlandês), Rafi Gavron (Nasce Uma Estrela) e Lucy Fry (Vampire Academy) e chegará ao FOX Premium 1 nesta sexta-feira, 19 de junho, no Brasil e em toda a América Latina. A partir desta data todos os episódios também estarão disponíveis no App da FOX.

8

Direção

8.0/10

Roteiro

7.0/10

Fotografia

9.0/10

Pros

  • Cenas de ação
  • Boa atuação

Cons

  • Um pouco previsível
  • Cliché
Continue Reading

séries

5 curiosidades científicas sobre o universo que a série Cosmos explica

Nova temporada de Cosmos estreia dia 06 de junho, no National Geographic.

Avatar

Published

on

By

Considerada uma das séries científicas mais importantes da televisão mundial, #Cosmos foi criada e lançada em 1980 pelo astrônomo e cientista Carl Sagan com o título de Cosmos: Uma Viagem Pessoal. Sucesso de público, estima-se que a série foi assistida por quase meio bilhão de pessoas ao redor do mundo desde sua criação.

Após três décadas da sua estreia, a série voltou a ser exibida em 2014 em Cosmos: Uma Odisseia no Espaço – um remake da primeira temporada, apresentado pelo Neil DeGrasse Tyson – um seguidor de Sagan. Agora, em 2020, a franquia científica ganha uma nova temporada intitulada Cosmos: Mundos Possíveis, que estreia no dia 06 de junho, às 22h30, no National Geographic, também apresentada por Tyson. 

Composto por treze episódios, Cosmos: Mundos Possíveis transportará o público através de uma jornada pela evolução da vida, o cosmos, átomos e até a análise do futuro que nos espera dentro 20 anos, sendo uma ótima fonte para quem se interessa por ciência, astronomia e o universo em geral. 

E para esquentar a estreia, confira abaixo curiosidades científicas que a série #Cosmos explicou em suas temporadas passadas.

O começo de tudo

No episódio “O Limiar da Eternidade”, de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, Sagan aborda as origens do universo explicando desde o Big Bang, até a formação de galáxia, mostrando o que as crenças populares falam sobre o tema. De forma didática, apresenta as noções básicas de física do universo, como o conceito das três dimensões – tudo o que existe tem comprimento, largura e profundidade – e a possível quarta dimensão (altura) para simbolizar a ideia de que o universo pode ter um tamanho oscilante.

A vida e morte das estrelas

No nono episódio de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, o “A vida as Estrelas”, Sagan fala a respeito da vida e morte das estrelas, descrevendo seus estágios. As estrelas nascem a partir de uma nebulosa, se transformam nas gigantes vermelhas, depois em anãs brancas quando já perdem sua luz e, por fim, se transformam em estrelas de nêutrons ou buracos negros quando já possuem grande massa.

Calendário cósmico 

Em As Origens da Vida”, episódio de Cosmos: Uma Viagem Pessoal, Sagan apresenta aos espectadores o seu calendário cósmico, um método criado por ele para visualizar o tempo de vida do universo. Este calendário tem como objetivo abreviar os mais de 13 bilhões de anos de história do universo dentro do período de um ano, sendo o Big Bang no primeiro dia de janeiro, exatamente à meia-noite, e o começo da cultura moderna no dia 31 de dezembro. Entre o primeiro e o último dia do calendário, Sagan inclui outros fatos que marcaram a ciência e humanidade.

O mundo microscópico

No episódio “Aprofundando”, de Cosmos: Uma Odisseia no Espaço, Neil daGrasse Tyson apresenta o mundo além do que os humanos enxergam. A bordo da nave da imaginação, DeGrasse viaja para o interior de uma gota de orvalho, onde observa a batalha entre dois protozoários. Também acompanha animais microscópicos e analisa como tais teriam sobrevivido às cinco grandes extinções em massa do planeta Terra.  Dando continuidade, fala da importância das plantas e da clorofila, reduzindo ainda mais o tamanho da nave da imaginação para explicar o processo em termos bioquímicos. 

Cientistas esquecidos

Tanto em Cosmos: Uma viagem Pessoal, quanto em Cosmos: Uma Odisseia no Espaço, Sagan, DaGrasse e os roteiristas da série dão vida, nomes e rosto há uma dezena de cientistas que fizeram descobertas importantes para o mundo da ciência, mas que foram esquecidos e não tiveram o reconhecimento devido. Em “As Irmãs Sol”, DaGrasse apresenta Annie Jump Cannone Henrietta Swan cujos trabalhos foram fundamentais para a atual classificação estelar. Já Cecilia Payne foi desacreditada pelo próprio orientador em relação ao trabalho intitulado “Atmosferas Estelares”, atualmente considerado um dos principais estudos de astronomia no século XX.

8

Direção

8.0/10

Roteiro

7.0/10

Fotografia

9.0/10

Pros

  • Cenas de ação
  • Boa atuação

Cons

  • Um pouco previsível
  • Cliché
Continue Reading

séries

NOS4A2 | Segunda temporada ganha trailer cheio de tensão

Daiane de Mário

Published

on

As aventuras de Charlie Manx e Vic McQueen estão programadas para continuar em uma segunda temporada de NOS4A2 na AMC, e nessa quinta (28), foi liberado um novo trailer da próxima temporada, o que nos dá uma melhor ideia dos terrores reservados para os telespectadores.

A segunda temporada se passará 8 anos após os eventos da primeira.

“Vic McQueen continua ainda mais determinada em destruir Charlie Manx. Charlie, tendo enfrentado sua própria mortalidade, está em busca de vingança. Dessa vez, ele vai atrás da pessoa mais importante para a Vic – seu filho de oito anos, Wayne. A corrida pela alma do Wayne coloca ambos em rota de colisão, forçando-os a confrontar erros do passado para garantir o futuro da criança.”

A série também conta em seu elenco com Jahkara Smith, Olafur Darri Olafsson, Ebon Moss-Bachrach, Virginia Kull, Jonathan Langdon, Jonathan Langdon, Ashley Romans, Jason David e Mattea Conforti. Jami O’Brien mais uma vez serve como showrunner da série.

A segunda temporada de NOS4A2 estreia dia 21 de Junho.

8

Direção

8.0/10

Roteiro

7.0/10

Fotografia

9.0/10

Pros

  • Cenas de ação
  • Boa atuação

Cons

  • Um pouco previsível
  • Cliché
Continue Reading

Parceiros Editorias