Connect with us

séries

Crítica | Altered Carbon – A série Cyber punk que precisávamos

Avatar

Published

on

Altered Carbon ou Carbono Alterado na tradução é a mais nova série original da Netflix baseada na obra do escritor Richard K. Morgan, que te faz mergulhar em um mundo Cyber Punk onde a imortalidade é real!

A série usa e abusa da pegada Cyber Punk, com prédios gigantes, pouca luz do sol e muito, mas muito neon mesmo. Ela te joga dentro deste mundo de uma maneira que você sinta como seria viver daquela forma, e em alguns momentos até te deixa com vontade de experimentar como seria viver em um mundo onde simplesmente te trocam de corpo caso você morra. Aos jogadores de RPG de mesa, garanto que vocês vão conseguir ver tudo o que sonham jogando. Eu, como um fã da cultura Cyber e um jogador de RPG aos finais de semana, consegui ver tudo o que jogava nas histórias e isso me deixou ainda mais animado com a série.

Quando ouvi falar sobre uma série com pegada futurística imaginei que seria uma série de Blade Runner. Apesar de não ter o nome Blade Runner, a série usa muito de Blade Runner em si. Não estamos falando da temática, mas sim de todo o visual. No próprio trailer podemos ver algumas cenas praticamente idênticas aos filmes de Blade Runner. O que dá aquela sensação de que por mais que o nome seja Altered Carbon, em alguns momentos você vai sentir que está assistindo a mais um filme de Blade Runner e que a qualquer momento o Harrison Ford pode aparecer. Isso não chegou a me incomodar, mas sim me ajudou a entrar ainda mais pegada da série e me conectar ainda mais com essa mundo que nos é apresentado.

Se você é fã de efeitos especiais, vai ficar de queixo caído! A série nos mostra que produções originais da Netflix chegaram ao nível de produções de Hollywood! É simplesmente lindo de ver tudo que a Netflix conseguiu fazer com um orçamento limitado. Todo o cuidado que tiveram até nos mínimos detalhes. A sonoplastia é de arrepiar! Todos os investimentos que a empresa fez nessa série mostra a preocupação em entregar uma série de qualidade a seus assinantes, e isso me faz amar ainda mais essa empresa.

A atuação em destaque fica para o ator Joel Kinnaman, que consegue fazer uma atuação surpreendente, bem melhor que sua atuação em Esquadrão Suicida. Como essa é uma crítica sem spoilers, o máximo que posso dizer é que a atuação nesta série é um dos destaque e um dos motivos de eu ter amado a série. Apesar de alguns momentos o resto do elenco fazer uma boa atuação, no decorrer da série podemos ver e ter a sensação de que a aquela atuação é artificial.

O roteiro muitas vezes consegue ser previsível e abusa levemente de alguns clichês que já vimos centenas de vezes, o que prejudica um pouco a conexão com a série e quebra um pouco a sensação de imersão que a série te passa. As cenas de ação são precisas, elas tem um contexto para existir, não estão ali só porque precisamos ver o protagonista lutando, e isso para mim foi um dos pontos mais fortes da série.

Apesar de alguns problemas no roteiro, a série é o mundo Cyber Punk que precisávamos há muito tempo nos imergir e sentir ainda mais a experiencia de viver neste mundo que amamos.

Altered Carbon chega a Netflix no dia 02 de Fevereiro de 2018, então já deixe anotado e se prepare para imergir em um mundo de neon!

8

Direção

8.0/10

Roteiro

7.0/10

Fotografia

9.0/10

Pros

  • Cenas de ação
  • Boa atuação

Cons

  • Um pouco previsível
  • Cliché
Comments

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido