Connect with us

cinema

Crítica – Doutor Sono “fã de Kubrick, esse é o seu momento”

o que aconteceu com o pequeno Dany Torrence depois dos eventos traumáticos no Hotel Overlook?

Myrian Campos

Published

on

É difícil quem não conheça o clássico do cinema O Iluminado de 1977, dirigido por Stanley Kubrick, e adaptado do livro homônimo de Stephen King. Mas o que não é tão sabido assim é que King detesta a adaptação de sua obra no cinema, e não entende como fez tanto sucesso.

O Diretor Mike Flanagan, famoso pela série de terror A maldição da Residência Hill, chega com a difícil tarefa de homenagear o clássico de Kubrick, e ao mesmo tempo adaptar a nova história de King, que conta o que aconteceu com o pequeno Dany Torrence depois dos eventos traumáticos no Hotel Overlook. Já lhes adianto que ele entrega.

Desde as primeiras cenas sentimos a intensidade de Kubrick, a primeira tomada já remete ao filme de 1977, com a câmera sobrevoando a estrada e a sonoplastia do primeiro longa. O filme se divide inicialmente em três histórias separadas.

A vida de Dany após o Overlook

Primeiro acompanhamos a vida de Dany e sua mãe logo após os eventos de O Iluminado, e descobrimos como a criança lidou com seus fantasmas. Nesse início já revemos alguns personagens icônicos do primeiro filme.

Após um salto no tempo, partimos para a vida de um Dany adulto, interpretado por Ewan Mcgregor, descobrimos que ele não lidou tão bem assim com seus demônios, e a exemplo de seu pai, Jack Torance, Dany se tornou alcoólatra e se usa do álcool para suprimir a iluminação. Com a ajuda de seu amigo imaginário Jack, Dany chega em uma pequena cidade do interior, onde consegue tratar de sua doença e começar uma nova vida onde ele ganha o apelido de Doutor Sono.

Verdadeiro Nó

Rodando pelos Estados Unidos, está o grupo do Verdadeiro Nó, comandado pela Rose, a Cartola. Aparentemente um grupo inofensivo de Hippies, o Verdadeiro Nó esconde uma finalidade sombria.

A atuação de Rebecca Ferguson é a mais fraca dos elenco de principais. Não passa um medo genuíno, por vezes cheguei até a questionar o seu papel na trama.

Abra Stone e os Poderes de Iluminada

Por fim conhecemos o terceiro, e mais interessante, elemento dessa história. A pequena Abra Stone (Kyliegh Curran), uma garotinha que desde pequena demostra grandes poderes de iluminação.

A princípio a menina usa seus poderes apenas quando está sozinha, por ter vergonha de se sentir rejeitada. Até que um dia presencia uma evento traumático protagonizado pelo Verdadeiro Nó. Aqui temos que fazer um parênteses para falar da pequena, mas arrepiante atuação de Jacob Tremblay, você não espera encontrar um ator desse calibre fazendo apenas uma ponta num filme desses, mas a escolha do ator foi fundamental para a intensidade da cena, foi uma daqueles momentos em que eu não sabia se tampava os olhos em agonia ou continuava assistindo ao brilhante desempenho do ator, confesso que tive que enxugar umas lágrimas depois.

É exatamente aqui que o filme se transforma completamente. A partir de agora é um filme de ação, com um quê de sobrenatural. Diferente de Dany, Abra lida com sua iluminação de uma maneira muito mais heroica, o que é de se esperar uma vez que Abra representa a Geração Z, muito mais engajada e ativa. Aqui devo abrir outro parênteses sobre a trama, essa cena, que em termos de roteiro é muito importante na história, teve uma escolha fotográfica e uso de CGI, totalmente fora de contexto no filme.

Homenagem ao Iluminado

Se você é fã de Kubrick, esse é o seu momento. O terceiro ato todinho é uma ode a obra do diretor.

Quanto os protagonista precisam retornar ao Hotel Overlook, mergulhamos em um mar de referências. Quadro a quadro temos aquela sensação e voltar para casa, e passeamos por todos os cômodos do Hotel, revisitamos as cenas clássica e revemos os personagens aterrorizantes do primeiro filme.

Um fã service muito bem servido para quem gostar de ver seus clássicos numa roupa nova. O filme entrega o que é prometido. Homenageando Kubrick, sem irritar King, e entregando aos fãs uma obra atual e tecnicamente muito bem feita.

Doutor Sono estreia dia 07 de Novembro nos cinemas.

8

8.0/10

Pros

  • Homenagem ao clássico de Kubrick
  • Fidelidade com o Livro
  • Atuação Ewan Mcgregor e Kyliegh Curran

Cons

  • Atuação da Rebecca Ferguson
  • Algumas cenas de computação gráficas fora de contexto

Lufana com muito orgulho. Nerd e viciada em cultura pop por questões de coração. Tenho um crush por cinema e séries e cada dia tento aprender mais um pouquinho sobre esse mundo em que tudo se torna possível e os sonhos mais loucos podem se tornar realidade.

Advertisement
Comments

cinema

Aves de Rapina | Diretora revela que Tarantino a influenciou no longa

Em entrevista, diretora do longa revelou todas suas maiores influências e o que podemos esperar de Aves de Rapina

Daiane de Mário

Published

on

Pelo que vimos até agora nos trailers e ouvimos do elenco e da equipe nos últimos meses, Aves de Rapina será bem diferentes do filmes anteriores já lançados sob o selo da DC, tentando romper ao máximo com a fama já pré-estabelecida do seu antecessor, Esquadrão Suicida.

Parte disso pode ser apenas a classificação R, mas a diretora do longa, Cathy Yan, também foi influenciada por cineastas incrivelmente únicos, como Quentin Tarantino e Stanley Kubrick.

Ouvir que um filme é influenciado por Tarantino imediatamente faz você pensar que o filme será repleto de diálogos rápidos, linguagem pesada e muita violência exagerada. Aves de rapina certamente terá todas essas coisas, mas não são as únicas marcas da inspiração de Tarantino.

Durante uma entrevista no set de filmagens de Aves de Rapina, Yan conversou com os repórteres sobre os filmes e cineastas que influenciaram sua nova aventura.

“Claro. Sim, quero dizer, há muitas influências no filme”, ​​começou Yan. “Quero dizer, do jeito que falamos, a estrutura do filme era um pouco como Pulp Fiction conhece Rashomon. Portanto, é uma estrutura não convencional. Para mim, existem muitos dos meus cineastas favoritos que têm influências sobre este filme. Então Tarantino obviamente, O Profíessional de Luc Besson, com certeza, especialmente o relacionamento entre Harley e Cas “.

“Na verdade, temos alguns, acho que diria odes para certos filmes, atentem para isso”, continuou ela. “E também uma influência visual deLaranja Mecânica. E, como o Milk Bar, o Black Mask Club tem muito disso, as figuras femininas e então meio que reinterpretando, o Era dos anos 70.

Aves de Rapina chega aos cinemas em 6 de fevereiro de 2020.

8

8.0/10

Pros

  • Homenagem ao clássico de Kubrick
  • Fidelidade com o Livro
  • Atuação Ewan Mcgregor e Kyliegh Curran

Cons

  • Atuação da Rebecca Ferguson
  • Algumas cenas de computação gráficas fora de contexto
Continue Reading

cinema

Confira todos os indicados ao Globo de Ouro de 2020.

A grande surpresa entre os indicados estão longas exclusivos da Netflix.

Ígor Howtelaire

Published

on

Nesta segunda-feira (9) foi anunciado pela Hollywood Foreign Press Association os filmes e séries indicados ao Globo de Ouro de 2020. Tendo como principal destaque a Netflix, que surpreende ao ter três longas originais do serviço de streaming concorrendo na categoria de Melhor Filme Dramático (O Irlandês, de Martin Scorsese; História de um Casamento, de Noah Baumbach; e Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles, diretor do incrível Cidade de Deus) e um na categoria de Melhor Filme de Comédia ou Musical (Meu Nome é Dolemite, de Craig Brewer).

A seguir, a lista dos indicados ao Globo de Ouro 2020:

Melhor Filme Dramático

  • O Irlandês (Netflix)
  • História de um Casamento (Netflix)
  • 1917 (Universal)
  • Coringa (Warner Bros.)
  • Dois Papas (Netflix)

Melhor Filme de Comédia ou Musical

  • Era Uma Vez Em… Hollywood (Sony)
  • Jojo Rabbit (Fox Searchlight)
  • Entre Facas e Segredos (Lionsgate)
  • Rocketman (Paramount)
  • Meu Nome é Dolemite (Netflix)

Melhor Filme Estrangeiro

  • The Farewell (China)
  • Dor e Glória (Espanha)
  • Retrato de uma Jovem em Chamas (França)
  • Parasita (Coréia do Sul)
  • Os Miseráveis (França)

Melhor Animação

  • Frozen 2
  • Como Treinar o seu Dragão 3
  • Link Perdido
  • Toy Story 4
  • O Rei Leão

Melhor Diretor

  • Bong Joon-ho – Parasita
  • Sam Mendes – 1917
  • Todd Phillips – Coringa
  • Martin Scorsese – O Irlandês
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Atriz

  • Cynthia Erivo – Harriet
  • Scarlett Johansson – História de um Casamento
  • Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres
  • Charlize Theron – O Escândalo
  • Renée Zellweger – Judy

Melhor Ator

  • Christian Bale – Ford v Ferrari
  • Antonio Banderas – Dor e Glória
  • Adam Driver – História de um Casamento
  • Joaquin Phoenix – Coringa
  • Jonathan Pryce – Dois Papas

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical

  • Awkwafina – The Farewell
  • Ana de Armas– Entre Facas e Segredos
  • Cate Blanchett – Cadê Você, Bernadette?
  • Beanie Feldstein – Fora de Série
  • Emma Thompson – Late Night

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical

  • Daniel Craig – Entre Facas e Segredos
  • Roman Griffin Davis – Jojo Rabbit
  • Leonardo DiCaprio – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Taron Egerton – Rocketman
  • Eddie Murphy – Meu Nome é Dolemite

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Kathy Bates – Richard Jewell
  • Annette Bening – O Relatório
  • Laura Dern – História de um Casamento
  • Jennifer Lopez – As Golpistas
  • Margot Robbie – O Escândalo

Melhor Ator Coadjuvante

  • Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
  • Anthony Hopkins – Dois Papas
  • Al Pacino – O Irlandês
  • Joe Pesci – O Irlandês
  • Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Roteiro

  • Noah Baumbach  – História de um Casamento
  • Bong Joon-ho e Han Jin-won – Parasita
  • Anthony McCarten – Dois Papas
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Steven Zaillian – O Irlandês

Melhor Trilha Sonora Original

  • Daniel Pemberton – Brooklyn – Sem Pai Nem Mãe
  • Alexandre Desplat – Adoráveis Mulheres
  • Hildur Guðnadóttir – Coringa
  • Thomas Newman – 1917
  • Randy Newman– História de um Casamento

Melhor Canção Original

  • “Beautiful Ghosts” – Cats
  • “(I’m Gonna) Love Me Again” – Rocketman
  • “Into the Unknown” – Frozen 2
  • “Spirit” – O Rei Leão
  • “Stand Up” – Harriet

Melhor Série Dramática

  • Big Little Lies (HBO)
  • The Crown (Netflix)
  • Killing Eve (BBC America)
  • The Morning Show (Apple TV+)
  • Succession (HBO)

Melhor Atriz de Série Dramática

  • Jennifer Aniston – The Morning Show
  • Olivia Colman  – The Crown
  • Jodie Comer – Killing Eve
  • Nicole Kidman – Big Little Lies
  • Reese Witherspoon – Big Little Lies

Melhor Ator de Série Dramática

  • Brian Cox – Succession
  • Kit Harington – Game of Thrones
  • Rami Malek – Mr. Robot
  • Tobias Menzies – The Crown
  • Billy Porter – Pose

Melhor Série de Comédia ou Musical

  • Barry (HBO)
  • Fleabag (BBC/Amazon)
  • O Método Kominsky (Netflix)
  • The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
  • The Politician (Netflix)

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical

  • Christina Applegate – Disque Amiga Para Matar
  • Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel
  • Kirsten Dunst – On Becoming a God in Central Florida
  • Natasha Lyonne – Boneca Russa
  • Phoebe Waller-Bridge – Fleabag

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical

  • Michael Douglas – O Método Kominsky
  • Bill Hader – Barry
  • Ben Platt – The Politician
  • Paul Rudd – Cara x Cara
  • Ramy Youssef – Ramy

Melhor Filme ou Minissérie para TV

  • Catch-22 (Hulu)
  • Chernobyl (HBO)
  • Fosse/Verdon (FX)
  • The Loudest Voice (Showtime)
  • Inacreditável (Netflix)

Melhor Atriz por Minissérie ou Filme para a TV

  • Kaitlyn Dever – Inacreditável
  • Joey King– The Act
  • Helen Mirren – Catherine the Great
  • Merritt Wever – Inacreditável
  • Michelle William – Fosse/Verdon

Melhor Ator por Minissérie ou Filme para a TV

  • Christopher Abbott – Catch-22
  • Sacha Baron Cohen – O Espião
  • Russell Crowe – The Loudest Voice
  • Jared Harris – Chernobyl
  • Sam Rockwell – Fosse/Verdon

Melhor Atriz Coadjuvante por Minissérie ou Filme para a TV

  • Patricia Arquette – The Act
  • Helena Bonham Carter – The Crown
  • Toni Collette – Inacreditável
  • Meryl Streep – Big Little Lies
  • Emily Watson – Chernobyl

Melhor Filme Dramático

  • O Irlandês (Netflix)
  • História de um Casamento (Netflix)
  • 1917 (Universal)
  • Coringa (Warner Bros.)
  • Dois Papas (Netflix)

Melhor Filme de Comédia ou Musical

  • Era Uma Vez Em… Hollywood (Sony)
  • Jojo Rabbit (Fox Searchlight)
  • Entre Facas e Segredos (Lionsgate)
  • Rocketman (Paramount)
  • Meu Nome é Dolemite (Netflix)

Melhor Filme Estrangeiro

  • The Farewell (China)
  • Dor e Glória (Espanha)
  • Retrato de uma Jovem em Chamas (França)
  • Parasita (Coréia do Sul)
  • Os Miseráveis (França)

Melhor Animação

  • Frozen 2
  • Como Treinar o seu Dragão 3
  • Link Perdido
  • Toy Story 4
  • O Rei Leão

Melhor Diretor

  • Bong Joon-ho – Parasita
  • Sam Mendes – 1917
  • Todd Phillips – Coringa
  • Martin Scorsese – O Irlandês
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Atriz

  • Cynthia Erivo – Harriet
  • Scarlett Johansson – História de um Casamento
  • Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres
  • Charlize Theron – O Escândalo
  • Renée Zellweger – Judy

Melhor Ator

  • Christian Bale – Ford v Ferrari
  • Antonio Banderas – Dor e Glória
  • Adam Driver – História de um Casamento
  • Joaquin Phoenix – Coringa
  • Jonathan Pryce – Dois Papas

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical

  • Awkwafina – The Farewell
  • Ana de Armas– Entre Facas e Segredos
  • Cate Blanchett – Cadê Você, Bernadette?
  • Beanie Feldstein – Fora de Série
  • Emma Thompson – Late Night

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical

  • Daniel Craig – Entre Facas e Segredos
  • Roman Griffin Davis – Jojo Rabbit
  • Leonardo DiCaprio – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Taron Egerton – Rocketman
  • Eddie Murphy – Meu Nome é Dolemite

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Kathy Bates – Richard Jewell
  • Annette Bening – O Relatório
  • Laura Dern – História de um Casamento
  • Jennifer Lopez – As Golpistas
  • Margot Robbie – O Escândalo

Melhor Ator Coadjuvante

  • Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
  • Anthony Hopkins – Dois Papas
  • Al Pacino – O Irlandês
  • Joe Pesci – O Irlandês
  • Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor Roteiro

  • Noah Baumbach  – História de um Casamento
  • Bong Joon-ho e Han Jin-won – Parasita
  • Anthony McCarten – Dois Papas
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Steven Zaillian – O Irlandês

Melhor Trilha Sonora Original

  • Daniel Pemberton – Brooklyn – Sem Pai Nem Mãe
  • Alexandre Desplat – Adoráveis Mulheres
  • Hildur Guðnadóttir – Coringa
  • Thomas Newman – 1917
  • Randy Newman– História de um Casamento

Melhor Canção Original

  • “Beautiful Ghosts” – Cats
  • “(I’m Gonna) Love Me Again” – Rocketman
  • “Into the Unknown” – Frozen 2
  • “Spirit” – O Rei Leão
  • “Stand Up” – Harriet

Melhor Série Dramática

  • Big Little Lies (HBO)
  • The Crown (Netflix)
  • Killing Eve (BBC America)
  • The Morning Show (Apple TV+)
  • Succession (HBO)

Melhor Atriz de Série Dramática

  • Jennifer Aniston – The Morning Show
  • Olivia Colman  – The Crown
  • Jodie Comer – Killing Eve
  • Nicole Kidman – Big Little Lies
  • Reese Witherspoon – Big Little Lies

Melhor Ator de Série Dramática

  • Brian Cox – Succession
  • Kit Harington – Game of Thrones
  • Rami Malek – Mr. Robot
  • Tobias Menzies – The Crown
  • Billy Porter – Pose

Melhor Série de Comédia ou Musical

  • Barry (HBO)
  • Fleabag (BBC/Amazon)
  • O Método Kominsky (Netflix)
  • The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)
  • The Politician (Netflix)

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical

  • Christina Applegate – Disque Amiga Para Matar
  • Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel
  • Kirsten Dunst – On Becoming a God in Central Florida
  • Natasha Lyonne – Boneca Russa
  • Phoebe Waller-Bridge – Fleabag

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical

  • Michael Douglas – O Método Kominsky
  • Bill Hader – Barry
  • Ben Platt – The Politician
  • Paul Rudd – Cara x Cara
  • Ramy Youssef – Ramy

Melhor Filme ou Minissérie para TV

  • Catch-22 (Hulu)
  • Chernobyl (HBO)
  • Fosse/Verdon (FX)
  • The Loudest Voice (Showtime)
  • Inacreditável (Netflix)

Melhor Atriz por Minissérie ou Filme para a TV

  • Kaitlyn Dever – Inacreditável
  • Joey King– The Act
  • Helen Mirren – Catherine the Great
  • Merritt Wever – Inacreditável
  • Michelle William – Fosse/Verdon

Melhor Ator por Minissérie ou Filme para a TV

  • Christopher Abbott – Catch-22
  • Sacha Baron Cohen – O Espião
  • Russell Crowe – The Loudest Voice
  • Jared Harris – Chernobyl
  • Sam Rockwell – Fosse/Verdon

Melhor Atriz Coadjuvante por Minissérie ou Filme para a TV

  • Patricia Arquette – The Act
  • Helena Bonham Carter – The Crown
  • Toni Collette – Inacreditável
  • Meryl Streep – Big Little Lies
  • Emily Watson – Chernobyl

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme para TV

  • Alan Arkin – O Método Kominsky
  • Kieran Culkin – Succession
  • Andrew Scott – Fleabag
  • Stellan Skarsgård – Chernobyl
  • Henry Winkler – Barry

O Globo de Ouro 2020 acontecerá dia 05 de Janeiro.

8

8.0/10

Pros

  • Homenagem ao clássico de Kubrick
  • Fidelidade com o Livro
  • Atuação Ewan Mcgregor e Kyliegh Curran

Cons

  • Atuação da Rebecca Ferguson
  • Algumas cenas de computação gráficas fora de contexto
Continue Reading

cinema

Ghostbusters: Mais Além confira o trailer de Caça-Fantasmas

Divulgado o primeiro trailer de Caça-Fantasmas

Rebeca Pinho

Published

on

Ghostbusters: Mais Além o novo filme da franquia Caça-Fantasmas ganhou seu primeiro trailer nesta segunda-feira (9)

Ghostbusters: Mais Além será uma continuação dos filmes originais da saga, diferente do título lançado em 2016. O longa conta com o retorno da atriz Sigourney Weaver no papel de Dana Barrett, além disso tem a direção de Jason Reitman.

O primeiro filme da saga Caça-Fantasmas, foi lançado em 1984 e desde de seu lançamento, a franquia foi se consolidando de fato, um dos grandes nomes da cultura pop.

Ghostbusters: Mais Além tem lançamento previsto para 10 de julho de 2020

8

8.0/10

Pros

  • Homenagem ao clássico de Kubrick
  • Fidelidade com o Livro
  • Atuação Ewan Mcgregor e Kyliegh Curran

Cons

  • Atuação da Rebecca Ferguson
  • Algumas cenas de computação gráficas fora de contexto
Continue Reading

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido