tom e Jerry

Crítica | Tom & Jerry: O Filme “Perfeito para se ver com a família”

No geral, o novo filme de Tom & Jerry é muito divertido e perfeito para assistir em família.

Criados por William Hanna e Joseph Barbera em 1940 para a MGM, agora Tom & Jerry chegam de cara nova às telonas nesta nova aventura que mistura animação e live-action.

Distribuído pela Warner Bros., a nova adaptação de Tom & Jerry finalmente chega aos cinemas hoje, 11 de fevereiro, e a sensação de nostalgia é dosada na mesma medida da ansiedade sobre o que vem por aí. 

tom e jerry 1

Acompanhamos os protagonistas em Nova York, procurando, separadamente, encontrar seu lugar na cidade. Esse lugar ideal é logo descoberto por eles: um luxuoso hotel que será palco para o “casamento do século”. Paralelamente, Kayla (Chloe Grace Moretz) acaba de ser contratada para trabalhar no evento e, ao descobrir que há um rato (Jerry) no hotel, contrata Tom a fim de se aproveitar de anos de evolução predatória para se livrar do problema. 

É assim que os antigos rivais se reencontram, causando confusão por onde passam. Com o desenrolar da história, porém, algo inimaginável acontece: para atingir um objetivo em comum e ajudar sua nova amiga, Tom & Jerry precisam trabalhar juntos.

O filme possui elementos típicos de desenho animado, que foram naturalizados na trama e não causam o estranhamento que talvez possa ter sido esperado. Pelo contrário, como uma maneira de tornar a presença de Tom e Jerry no “mundo real” mais palatável ao público, todos os outros animais também são representados de forma animada.

Como o próprio diretor já havia mencionado em uma entrevista, o tom da comédia funcionou na medida certa para co-existir com a animação, e muitos se deve ao elenco, com grandes nomes como Michael Peña (A Ilha da Fantasia e Homem-Formiga), Chloë Grace-Moretz (Se Eu Ficar, Vizinhos 2), o sempre hilário e brilhante Ken Jeong (Se Beber Não Case e Community), Rob Delaney (O Escândalo), Jordan Bolger (Peaky Blinders) e Pallavi Sharda (Begum Jaan) que fazem atuações divertidas.

Além do elenco, outro ponto forte na obra, que chama a atenção e merece destaque, é a trilha sonora extremamente atual, contando com composições de Christopher Lennertz e músicas de artistas como Lizzo, Bruno Mars e Flo Rida.

Estruturalmente, o roteiro usa uma narrativa clássica, com os pontos de virada bem determinados e como esperado, girando em torno de um grande evento – o casamento entre um casal de famosos – e contando com a jornada de Kayla como pano de fundo para a confusão que a conhecida e amada perseguição entre os dois rivais/amigos vai gerar, mas sem nunca perder o foco.

tom e jerry 2

Assim, a rivalidade já conhecida e bastante cativante, além dos próprios personagens, deixa espaço para que o diretor aproveite – de forma inteligente e natural – alguns elementos, muitas vezes inesperados, que tornam a experiência ainda mais divertida. Alguns exemplos que valem a pena serem destacados é o caso das pombas que por vezes fazem a função de narradoras, a quebra da quarta parede de 1 segundo com uma singela piscadinha de Jerry para o espectador, e os elementos e diálogos típicos de uma cena de interrogação, trabalhados com ironia e comicidade na medida certa.

Além da trama de Kayla, há a relação entre o casal que vai se casar. Nesse ponto, é interessante perceber o paralelo entre a relação deles e a relação da nossa dupla, completamente opostos. Enquanto o casal faz de tudo para se agradar, os dois fazem de tudo para se irritar, mas, em ambos os casos, um não vive sem o outro. Moretz até faz uma referência engraçada aos mais de 80 anos dessa dinâmica entre a dupla, quase como uma homenagem a longevidade do trabalho de Hanna e Barbera.

Outro mérito da direção de Tim Story é que as artimanhas e a ganância de Jerry e a ingenuidade de Tom, que se deixa levar pela raiva, permanecem os mesmos. Apesar de serem justamente essas características que eles devem deixar de lado para trabalhar como equipe, a essência dos personagens e dinâmica de sua relação permanece a mesma até o final, quando a implicância mútua volta a ser rotina, como deve ser.

A adaptação é nostálgica na medida certa para não inibir uma trama de aventura atual. O público pode ainda esperar boas surpresas, especialmente no tocante à aparições especiais de alguns personagens, que alimentam ainda mais a nostalgia. No geral, o novo filme é muito divertido e perfeito para assistir em família. 

Tom & Jerry estreia hoje, dia 11 de fevereiro nos cinemas.

Total
1
Shares
Related Posts
Total
1
Share