Connect with us

Críticas

Crítica – Toy Story 4 “o filme fechará um ciclo muito marcante”

Toy Story 4 é novo e nostálgico ao mesmo tempo, uma prova que nem sempre mais é um erro.

Mariana Franco

Published

on

Uma das características mais positivas que a Disney tem é a capacidade de falar com diferentes públicos, e Toy Story 4 é a prova disso, tanto quem cresceu vendo os filmes quanto quem vai ter sua primeira experiência com a franquia no cinema vai se emocionar .

A história gira em torno da criação e adaptação do novo brinquedo de Bonnie (quem assistiu os filmes anteriores se lembra dela, é a garotinha que fica com todos os brinquedos de Andy quando ele vai pra universidade), o Garfinho, no entanto o novo brinquedo da garotinha não entende por que ele está vivo e precisa ficar com Bonnie, então em meio a uma viagem de trailer ele foge, e cabe a turma que já conhecemos resgata-lo pois ele é muito importante pra Bonnie.


Apesar de dialogar com diferentes públicos e idades, Toy Story 4 ainda se trata de um filme voltado para o público infantil, então o roteiro é simples e didático mas não pense que isso faz de Toy Story 4 um filme com mais do mesmo, muito pelo contrário, os personagens são mostrados de ângulos como jamais vimos antes .

Um dos nosso protagonistas, Woody começa o filme um pouco desiludido com a nova vida com Bonnie, já que ele não é o brinquedo favorito da menina como era com Andy, e por tal motivo sente uma necessidade de ajudar a garotinha, se sentindo na obrigação de resgatar Garfinho e explicar para o novo brinquedo quão importante é ser um brinquedo de criança, algo que ele sabe e leva como lema desde que se lembra, no entanto, seu encontro com Betty (que não apareceu no filme anterior) pelo caminho o faz rever seus conceitos.

Uma das maiores dúvidas sobre o filme era como Betty foi embora, e somos esclarecidos quanto a isso além de ver uma Betty muito mais independente e forte, ela chega até dar lições de liderança e estratégia para Woody.

O novo personagem Garfinho roubou os holofotes em grande parte do filme, personagem carismático e engraçado foi o elemento que amarrou a história perfeitamente. A introdução desse novo personagem é um frescor para a franquia que não nos apresentava protagonistas diferentes desse a apresentação de Jessie e Bala no Alvo em Toy Story 2.

Toy Story 4 é novo e nostálgico ao mesmo tempo, uma prova que nem sempre mais é um erro, nesse caso, Toy Story 4 nos mostra que sim, é possível fazer 4 filmes sem perder a essência e e manter a qualidade assim como nos filmes anteriores.

Certamente a nova geração irá se encantar com o longa e aquelas pessoas que acompanham deste o primeiro filme vão se emocionar muito, já que o filme fechará um ciclo muito marcante na vida de muita gente


Toy Story 4 estreia dia 20 de junho nos cinemas

8.5

8.5/10

Pros

  • Nostalgia
  • Personagens Carismáticos

Cons

  • Roteiro pode parecer simples para alguns.
Comments

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido