Connect with us
Avatar

Published

on

Os fãs dos quadrinhos foram brindados na última década  com a construção de um universo iluminado e bem-humorado de heróis que, de pouco a pouco (ou filme a filme), foi conquistando uma legião de fãs por meio de personagens carismáticos, aventuras (nem sempre) divertidas e uma mitologia fácil de ser assimilada. Essa é a Marvel, que até um tempo atrás estava restrita aos fãs mais fiéis dos quadrinhos, aqueles que sabiam do poder empático que as criações de Stan Lee e Jack Kirby (em sua maioria) proporcionavam.

E Vingadores: Ultimato vem para não só coroar esse “reinado” como também entregar o ápice dessa experiência nos cinemas. E para aqueles que tinham uma pontinha de dúvida: SIM, o novo longa dos Irmãos Russo não só entrega com louvor o que prometia como nos apresenta uma trama nostálgica, emocionante e épica, no sentido literal da palavra.

Subvertendo o que fizeram em Guerra Infinita, os roteiristas Stephen McFeely e Christopher Markus passam a focar nas consequências das ações vistas no longa anterior, centralizando suas forças nos personagens que deram origem à primeira formação de Vingadores.  Derrotados, a equipe junta suas últimas forças numa investida final contra Thanos (Josh Brolin, mais vilanesco que antes) mas, entretanto, um ato do vilão coloca os heróis em mais uma aura de fracasso. Eis que uma ínfima chance de restaurar a ordem no universo surge com a chegada de Scott Lang (Paul Rudd) do Reino Quântico, movimentando mais uma vez os heróis sobreviventes. Formando-se em pequenos times, eles terão a oportunidade de reverter o estrago feito pelo titã… custe o que custar.

Aqui, a direção brilha ao equilibrar de forma quase harmoniosa as ações da história, localizadas em diversos pontos já visitados em outras produções do estúdio. Não é fácil desenvolver algo coeso com inúmeros plots sendo expostos simultaneamente na trama, entretanto os Russo se mostram novamente capazes do feito,  entregando cenas enérgicas do começo ao fim.

E como toda boa homenagem pede, a chamada velha guarda ganha destaque mais que merecido no filme. Ignorado em Guerra Infinita, o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) surge aqui com mais ferocidade, mais atitude do que nas aventuras anteriores, refletindo fisicamente o sentimento daquele mundo em que vive atualmente. Viúva Negra (Scarlett Johansson) pouco tem o que fazer, mas sua trajetória se faz primordial pro sucesso dos heróis, assim como Hulk (Mark Ruffalo), que serviu muitas vezes como um ponto de fuga cômico – mas equilibrado e coeso – ao longo da jornada.

Entretanto, o grande destaque vai para a dupla Tony Stark (Robert Downey Jr) e Steve Rogers (Chris Evans). Enquanto que o primeiro enfrenta o dilema de ser ou não verdadeiramente um herói – algo que permeia o personagem desde a sua origem – o segundo enxerga na tentativa mínima de sucesso a esperança de, enfim, seguir em frente. Juntos, o Homem de Ferro e o Capitão América demonstram uma força que magnetiza o espectador toda a vez em que surgem na tela.

Outros personagens que permeiam os Vingadores originais também tem seus momentos: Nebulosa (Karen Gillan) surpreendentemente se valoriza durante sua passagem na trama, sendo fundamental em pontos-chave específicos. Já a Capitã Marvel (Brie Larson), ao contrário, pouco se faz presente, apesar de que quando chamada à batalha, a heroína mostra o porquê é uma dos seres mais poderosos deste universo.

No mais, o que temos para o nosso deleite – principalmente no terceiro ato do filme – são as cenas mais espetaculares que um filme do gênero foi capaz de apresentar até hoje. Parecia que as ilustrações de mestres como George Perez ganhavam vida, com inúmeros heróis e vilões lutando literalmente pela sobrevivência / destruição da Terra. É o sonho de todo aquele que, ao menos uma vez na vida, se sentiu imerso nas histórias grandiloquentes dos quadrinhos. É impactante, épico e que com certeza fará o público vibrar. A trilha sonora, mais uma vez conduzida com maestria pelo veterano Alan Silvestri, prossegue com o seu trabalho de a todo momento enfatizar o lado épico que a trama exige mas, ao mesmo tempo, se demonstra sensível ao externar a emoção em alguns momentos.

Caso exista um ‘porém’ em Ultimato, talvez seja no arco centralizado em Thor (Chris Hemsworth), que em alguns poucos momentos destoa do tom geral do longa, caindo um pouco no humor mais fácil. Entretanto, basta colocarem o Deus do Trovão no meio do combate para ele revelar o seu melhor lado, compensando o deslize. Alguns podem reclamar da duração do longa, mas esta se faz necessária uma vez que situações e destinos são selados na trama… e definitivamente, ao que tudo indica. A sensação é de que tudo o que foi visto nesses 11 anos se encerra aqui e que o filme prepara o espectador a isto, de maneira suave e intuitiva.

Em suma, Vingadores: Ultimato é sem dúvidas o filme mais ambicioso já visto na história da Marvel. Cada segundo na tela vale a pena ser desfrutado e com momentos em que o público será levado à catarse, sem dúvidas. Ao mesmo tempo, ele se mostra como uma passagem de tocha, o encerramento de um ciclo… Mas sem lamentos ou tristezas. Ele se provém da nostalgia e do carisma de seus personagens para entregar uma experiência única. É uma celebração de universo que, acreditem, tem muito mais a ser explorado.

Novo filme da Marvel estreia nesta quinta (25) nos cinemas.

Vingadores: Ultimato

9.8

Nota

9.8/10

Pros

  • Cenas de ação espetaculares
  • Foco nos Vingadores originais
  • Nostalgia e celebração do Universo da Marvel no cinema

Cons

  • Longa duração do filme
  • Algumas cenas desnecessárias do Thor

Publicitário, designer gráfico e nas horas vagas um entusiasta de filmes, séries, animes, tokusatsus e HQ's desde os anos 90... Sem essa de Marvete ou DCnauta: o esquema é ter histórias boas para serem contadas! #FicaDica

Advertisement
Comments

cinema

Chris Rock fala sobre a transição de comediante para ator de drama

De Todo Mundo o Chris a Fargo, a metamorfose de Chris Rock.

Davi Alencar

Published

on

Escalado para estrelar a 4ª temporada da série Fargo, Chris Rock vem tentando fazer a transição da comédia para o drama. Em uma entrevista recente para o The New York Times, o ator falou um pouco sobre sua escalação para o papel.

“Minha escalação não é tão estranha quanto parece se você realmente assiste Fargo. Keegan-Michael Key e Jordan Peele estão na primeira temporada e Brad Garret está incrível na segunda. Hey, agora é a minha vez ok?”

Como comediante, Rock acompanhou diversos amigos seus fazerem essa migração. Agora, ele parece buscar sua chance de fazer o mesmo, com papéis diferentes em produções mais dramáticas de relevância.

“Eu quero trabalhar em coisas boas. Tudo que eu fiz pode não ter sido ótimo, mas eu sempre almejei perfeição. Eu amei História de Um Casamento (Marriage Story, 2019). Eu mataria por um papel desses. [ri].”

Ele ainda aproveitou para destacar a trajetória de um de seus amigos comediantes.

“É só ver o que o [Adam] Sandler fez em Joias Brutas (Uncut Gems, 2019). Você tem que estar preparado quando a sua oportunidade aparecer.”

Em 2014, Chris escreveu, dirigiu e atuou em No Auge da Fama e afirmou que está trabalhando em projetos nos mesmos moldes.

“Esse é um caminho que gostaria de seguir. […] Eu sou um escritor, diretor e ator agora. Estou trabalhando em alguns roteiros na mesma pegada de ‘No Auge da Fama’ e eu gostaria muito de assumir o manto de diretor em algum momento do ano que vem.” 

A quarta temporada de Fargo, antologia americana de drama policial criada por Noah Hawley, estava originalmente programada para 19 de abril, mas foi adiada por conta da pandemia.

Os onze episódios da série tem estreia marcada para 27 de setembro no canal FX.

Vingadores: Ultimato

9.8

Nota

9.8/10

Pros

  • Cenas de ação espetaculares
  • Foco nos Vingadores originais
  • Nostalgia e celebração do Universo da Marvel no cinema

Cons

  • Longa duração do filme
  • Algumas cenas desnecessárias do Thor
Continue Reading

cinema

Animais Fantásticos 3 | Eddie Redmayne confirma retorno às gravações

A produção de Animais Fantásticos 3 foi pausada por conta da pandemia.

Davi Alencar

Published

on

Depois de um histórico de adiamentos, as gravações de Animais Fantásticos 3 finalmente voltaram. Em entrevista ao CinemaBlend, Eddie Redmayne afirmou que o elenco e a equipe já regressaram ao trabalho e que ainda está se acostumando à nova rotina.

“Estamos filmando a duas semanas e é um novo processo. Um novo normal. Testando frequentemente e usando máscara sempre.” Disse sem dar muitos detalhes sobre os protocolos de seguranças adotados.

Ao que tudo indica, ao menos pelos próximos meses, esse vai ser o modelo adotado por Hollywood. Manter o trabalho, testando frequentemente todos os envolvidos e voltando a paralisar as produções na descoberta de novos casos.

O ator continuou:

“Eu me perguntei se de algum jeito as máscaras afetariam a criatividade. Talvez tenha sido um pouco ignorante da minha parte, mas eu penso que nós, como seres humanos, precisamos de proximidade para impactar o próximo.”

Espera-se que as gravações não tenham mais nenhum atraso.

Mesmo sem grandes informações sobre o que podemos ver no terceiro filme da saga, como Dan Floger (Jacob) deixou escapar, grandes eventos estão por vir. Também existe um rumor sobre a introdução de outros personagens de Harry Potter na trama. De qualquer forma, não há muito mais do que isso para especular.

“É reconfortante saber que é um novo processo, mesmo assim, todo mundo está dando o seu máximo pelo filme.” Finalizou Eddie.

Animais Fantástico 3 só chega aos cinemas 12 de novembro de 2021.

Vingadores: Ultimato

9.8

Nota

9.8/10

Pros

  • Cenas de ação espetaculares
  • Foco nos Vingadores originais
  • Nostalgia e celebração do Universo da Marvel no cinema

Cons

  • Longa duração do filme
  • Algumas cenas desnecessárias do Thor
Continue Reading

cinema

TNT apresenta “Fim de Semana em Hogwarts”

TNT apresenta programação especial com a franquia de filmes Harry Potter.

Nataly Souza

Published

on

No próximo fim de semana, 26 e 27 de setembro, a TNT terá uma programação especial para os fãs de Harry Potter, com uma maratona de filmes do mundo mágico de Hogwarts, escrito por J.K. Rowling.

Os Potterheads poderão acompanhar uma sequência de cinco filmes da saga, a partir das 09h30 de sábado. Os filmes escolhidos para o Fim de Semana em Hogwarts são; Animais Fantásticos e Onde Habitam, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte I e II.

Confira  a programação completa:

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM

26/09 (Sábado) às 09h30 – 27/09 (Domingo) ao 12h00

Baseado no livro de JK Rowling, este não é um prequel nem uma sequência da série Harry Potter, mas uma extensão do mundo mágico. O vencedor do Oscar® Eddie Redmayne interpreta Newt Scamander, o magizoólogo mais destacado no mundo mágico. Em 1926, Scamander acabou de completar uma excursão global para encontrar e documentar uma variedade de criaturas mágicas. Ao chegar a Nova York para uma breve escala, eu poderia ter ido e vindo sem incidentes.

HARRY POTTER E A CÂMARA SECRETA

26/09 (Sábado) às 11h45 – 27/09 (Domingo) às 14h00

Harry Potter (Daniel Radcliffe) ignora o aviso que recebeu de Dobby, um elfo doméstico, de não voltar à Escola de Magia Hogwarts. Fatos estranhos estão acontecendo por lá. Mas, mesmo assim, o bruxo decide entrar para o 2º ano e rever seus amigos. A maior novidade é o professor Gilderoy Lockhart (Kenneth Branagh), mestre na Defesa Contra as Artes das Trevas. Entre uma aula e outra, a profecia do pequeno elfo começar a se realizar. Alunos estão sendo petrificados e Harry Potter pode ser o próximo da lista.

HARRY POTTER E A ORDEM DA FÊNIX

26/09 (Sábado) às 14H35 – 27/09 (Domingo) às 17H10

Após um verão desastroso, Harry volta para o seu quinto ano em Hogwarts, um dos mais difíceis que terá de encarar. Pouquíssimos alunos e pais acreditam nele ou em Dumbledore sobre a volta de Voldemort, e uma série interminável de artigos circula dizendo que eles estão completamente malucos. Ainda por cima, Dolores Umbridge, a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas, prova ser a pessoa mais repugnante que Harry já conheceu.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE PARTE I

26/09 (Sábado) às 17h00 – 27/09 (Domingo) às 19h30

Harry, Ron e Hermione partem numa missão perigosa para encontrar e destruir o segredo da imortalidade de Voldemort: as Horcruxes. Sozinhos, os três amigos deverão se apoiar uns nos outros mais do que nunca. Mas forças obscuras ameaçam separá-los.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE PARTE II

26/09 (Sábado) às 19h30 – 27/09 (Domingo) às 22h00

Na segunda e última parte dessa eletrizante história, Harry Potter e Lord Voldemort se enfrentam em uma batalha memorável.

O “Fim de Semana em Howgarts” está imperdível, aproveite para assistir e matar a saudade na tela da TNT.

Vingadores: Ultimato

9.8

Nota

9.8/10

Pros

  • Cenas de ação espetaculares
  • Foco nos Vingadores originais
  • Nostalgia e celebração do Universo da Marvel no cinema

Cons

  • Longa duração do filme
  • Algumas cenas desnecessárias do Thor
Continue Reading

Parceiros Editorias