Connect with us

cinema

CRÍTICA – WiFi Ralph: Quebrando a Internet

Ana Beatriz Felicio

Published

on

WiFi Ralph Disney

Sequências de filmes de animação podem ser perigosas: na busca por criar novos enredos, nem sempre os roteiristas acertam a mão no momento do aprofundamento da personalidade de cada personagem. Felizmente, esse não é o caso de WiFi Ralph: Quebrando a Internet, novo filme da Disney que dá continuidade a Detona Ralph, lançado em 2012.

Para quem não lembra, no primeiro longa somos introduzidos a um mundo de personagens de jogos de fliperama que, numa pegada “Toy Story”, possuem uma rotina e personalidades paralelas quando não estão servindo de entretenimento aos humanos. Ralph (voz de Tiago Abravanel), grandalhão e forte, é o vilão de um dos games e se sente incompreendido até conhecer Vanellope (MariMoon), uma “princesa” do jogo Corrida Doce.

Neste novo filme, começamos a acompanhar como é a rotina dos amigos dentro do fliperama até a dupla cometer um acidente e precisar viajar para dentro da internet (isso mesmo, a world wide web) para tentar resolver o problema e evitar que o game de Vanellope seja desligado para sempre.

A internet é mostrada de forma bem criativa, fazendo alusão a uma grande cidade que nunca adormece, na qual os internautas navegam dentro de “carrinhos” voadores, de um site para outro. Abordando desde vídeos virais no YouTube, até coisas bizarras que se encontra da deep web, o filme traz diversas referências engraçadas e interessantes sobre o mundo infinito ao qual somos apresentados quando estamos conectados.

Entusiastas de filmes da Disney (como eu) já preparem o coração: há um momento no qual Vanellope vai parar no universo online do estúdio e são mostrados personagens queridos da galera, como C-3PO (Star Wars), Homem de Ferro (Vingadores) e até uma figura – que não vou dizer o nome – mas que fez todo mundo soltar um gritinho na sessão. Claro que é aí também que a cena do encontro com as princesas acontece, o que garante boas piadas. É aquele fan service que adoramos!

Outro ponto de atenção é o perigoso game de corrida, que além de muito bem construído, tem a personagem Shank (dublada por Gal Gadot no original) como principal destaque, uma personagem forte, inteligente e destemida. Eu saí do cinema querendo ser amiga dela!

WiFi Ralph Disney

Porém, bem mais que tudo isso, a trama foca em uma questão delicada: a insegurança e a necessidade de deixarmos quem amamos livres. Uma lição importante para crianças de uma geração cada vez mais “possessiva” (até com pessoas) e adultos que ainda não aprenderam que o amor não deve sufocar para ser maior.

WiFi: Ralph não é uma das melhores animações da Disney (e passa bem longe disso) mas, mesmo assim, cumpre o seu papel de entreter crianças e adultos, nos deixando com o coração bem mais leve na saída do cinema. Vale a pena!

WiFi Ralph: Quebrando a Internet chega aos cinemas brasileiros em 3 de janeiro de 2019.

WiFi Ralph: Quebrando a Internet 

8

Nota Geral

8.0/10

Pros

  • Tudo muito fofo

Cons

  • Tinha tudo para ser, mas não foi a melhor animação da Disney
Comments