Connect with us
Jacqueline Cristina

Published

on

Em um painel surpresa da DC Comics, moderado por Marke Bernardin e acompanhado por Denys Cowan, Jim Lee, Phil LaMarr e Reginald Hudlin, foi revelado o ressurgimento da Milestone Comics.

Durante a conversa, foram apresentados fatos e histórias sobre a marca, assim como o impacto e o legado do co-fundador, Dwayne McDuffie, além dos planos para criar oportunidades de destaque para os personagens, incluindo longas-metragens, filmes de animação e podcasts.

O retorno da Milestone aos quadrinhos será comandado por uma nova série de publicações digitais do Super Choque, previstas para fevereiro de 2021. Haverá também, futuramente, uma Graphic Novel do herói, escrita por Hudlin com arte de Kyle Baker, além do retorno dos heróis Ícone & Rocket, que também será escrito por Hudlin com ilustrações de Cowan.

Felizmente, os fãs não precisarão esperar até o próximo ano, pois Lee anunciou no decorrer do painel, inúmeras publicações que serão lançadas a partir do mês que vem até 2021, o qual os títulos serão anunciados em breve.  

Em DC FanDome: Explore o Multiverso na data de 12 de setembro, o público também terá a oportunidade de conhecer mais sobre os personagens e suas histórias, lembrando que o quadrinho Milestone Returns #0, escrito por Reggie Hudlin com Greg Pak, estará disponível para leitura gratuita por 24 horas. Confira abaixo as imagens divulgadas:

Gostou? Então continue acompanhando o Cabana do Leitor para mais informações deste grande evento da DC.

Advertisement
Comments

HQs

Nas Profundezas da Loucura | Graphic Novel se inspira em obras do Lovecraft

A campanha no Catarse finalizará dentro de algumas semanas.

Avatar

Published

on

Neste mês do horror, a editora Skript está com uma campanha relâmpago no Catarse da graphic novel intitulada Nas Profundezas da Loucura.

A história narra a história de Alice e seu irmão em um mundo pós apocalíptico, durante os eventos catastróficos e apocalípticos do retorno de Cthulhu de seu sono em R’Lyeh.

A obra, que se inspira nas obras do H. P. Lovecraft, é escrita por Douglas Freitas, com arte de Amaury Filho, capa de Daniel Canedo e pin-ups de diversos desenhistas convidados.

O quadrinho também faz paralelos com a Bíblia e suas profecias sobre os últimos dias: “E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta… E vi subir da Terra outra besta… Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.”, Apocalipse (Capítulo 13, versículos 1, 11 e 18).

Todos os apoiadores terão direito a remessa gratuita de um baralho exclusivo da Skript, para ser usado tanto em jogos tradicionais quanto no modo competitivo.

Confira a prévia abaixo:

Nas Profundezas da Loucura está disponível pelo Catarse até o dia 13 de novembro.

Continue Reading

HQs

DCeased | Um herói pode ter condenado o último refúgio da humanidade

Quem será aquele (a) que colocará a prova, o futuro de todos?

Jacqueline Cristina

Published

on

Os heróis restantes do Universo DC, presentes no título DCeased, tem encarado terríveis tragédias por anos, perdendo na caminhada, muitos companheiros e entes queridos para o Vírus Anti-Vida. Agora, graças a um herói e sua compaixão demasiada, tal mal pode se espalhar ainda mais pelo mundo.

Atenção: Os parágrafos a seguir contêm spoiler.

Desde o retorno a Terra, os poucos heróis sobreviventes no mundo de DCeased têm buscado encontrar uma cura para o vírus altamente contagioso. Logo, passaram a seguir e respeitar as regras e comando de Hera Venenosa, na Selva de Gotham, o qual mostrou ser, admiravelmente eficaz diante daqueles infectados pela praga.  Acima de qualquer instrução, havia apenas uma, primordial para todos, sendo a de resistir a toda e qualquer forma de ataque dos “Blighted-Ones”. Não importa se encontraram a chave para a cura do Vírus Anti-Vida, Hera se recusa a arriscar a vida de todos no refúgio de Gotham, por um único contaminado.

Vale lembrar que na primeira edição de DCeased: Dead Planet, a “nova” Liga da Justiça sofreu um ataque repentino, mas cruel da Mulher-Maravilha contaminada, o qual infelizmente passou o vírus para o Arqueiro Verde. Até o momento, a ameaça do “Arqueiro Verde-Blighted” foi suprimida por Canário Negro, com o Anel do Lanterna Verde que criou uma bolha de proteção ao redor dele. Contudo, Hera se recusa a deixar que o herói entre na Selva de Gotham, forçando assim Dinah a ficar fora da zona segura e de olho no Arqueiro.  

Apesar de a equipe precisar de sua ajuda para missões pelo cosmos, Dinah mantêm cautela quanto a deixar Oliver para trás. Todavia, eis que uma decisão gentil, mais crucial e perigosa de Mary Marvel pode mudar tudo, uma vez que ela promete transportar o Arqueiro Verde para a Torre do Destino, como forma de proteção. Entretanto, tal fato seria escondido de Hera Venenosa, para assim manter o herói a “salvo” até que a Canário Negro retorne da missão.

Como ela mesma fala o “Arqueiro Verde Blighted” consegue ouvir atenciosamente tudo, aparentemente entendendo de que ali haverá uma chance de ataque. Destaca-se que o Vírus Anti-Vida tem controlado a todos, sejam pessoas normais ou super-poderosas, para assim disseminar ao longo do globo a sua praga para os “remanescentes” escondidos em diversos locais, o qual este pode ser o caso de Oliver, que pode tirar vantagem de qualquer aberturar para atacar a todos da Selva de Gotham.  

A previsão de que o vírus se espalhe pelo refúgio protegido pela Hera Venenosa é assustadoramente grande, uma vez que se o Arqueiro infectar o Doutor Destino, não haveria poderio e/ou recursos para detê-los, sem que haja perdas.  Portanto, um simples ato de bondade pode ser a chance que os Blighted aguardavam para reivindicar o planeta, acabando com o pouco que sobra de heróis para defendê-la.

DCeased: Dead Planet #4 já está disponível nas lojas físicas e digitais dos EUA.

Continue Reading

HQs

Future State | Ocorrida uma transformação para dois personagens-chave

Revelado pela DC Comics, mais detalhes de seu novo evento nos quadrinhos para 2021.

Jacqueline Cristina

Published

on

O ano de 2021 começará com o pé direito para a DC Comics, uma vez que lançará um novo evento de dois meses, intitulado DC Future State, em que as histórias ocorrerão no futuro do Universo DC, onde personagens inéditos assumirão os mantos dos famosos super-heróis do mundo, como Batman, Superman, Aquaman e Mulher Maravilha.

Claro que os demais heróis passarão por mudanças significativas, que podem ser boas e/ou ruins, sendo este o caso da Bat Família como um todo, visto que Bruce Wayne será considerado como morto, à medida que um novo Cavaleiro das Trevas tomará seu lugar em uma Gotham City que desaprova vigilantes mascarados. Os fãs mais assíduos dos quadrinhos devem se recordar de Stephanie Brown (Spoiler), e Cassandra Cain (Orfã), que continuarão a lutar em pró da proteção de Gotham, como Batgirls. Isso mesmo! Lembrando que tal transformação já ocorreu na recente narrativa da Guerra do Coringa.

Confira abaixo a ilustração divulgada, que mostra um pouco das alterações dos trajes das heroínas para o evento que virá:

Todavia, Cassandra Cain e Stephanie Brown já tiveram suas passagens como Batgirl, o qual respectivamente, uma foi à sucessora de Barbara Gordon, enquanto a outra apenas a seguia. Infelizmente, o passado de ambas pelo manto da heroína foi apagado no relançamento dos Novos 52, uma vez que Barbara foi restabelecida como a única Batgirl, ao passo que Cassandra e Stephanie foram apresentadas como Orfã e Spoiler, respectivamente.

Desde essa época, a dupla tem trabalhado como membros da Bat Família, apesar de aparecerem apenas quando a situação exige apoio de todos os membros, como ocorreu na Guerra do Coringa, em que o Palhaço Príncipe do Crime arquitetou um ataque completo a Gotham, transformando a cidade em uma zona de guerra. Destaca-se que Batman ficou afastado do combate por um tempo, mas quando retornou, chamou reforços, sendo parte deles, Cassandra e Stephanie, que responderam ao chamado para ajuda-lo, em Batman: A Zona de Guerra do Coringa #1, os quais foram ao encalço de um novo vilão chamado Hench Master.

Quando o objetivo de encontrar um novo bat-sinal não teve sucesso, elas fizeram o inesperado, modificando seus trajes para terem o bat-símbolo em seus peitos, sem pedir autorização a ninguém, obtendo assim o resultado de retornarem como Batgirls, em tudo, menos no nome. Logo, a alguma arte conceitual de Future State, o leitor pode ver que Orfã e Spoiler continuarão a lutar como Batgirls, o qual o “apelido” será utilizado para descrever ambas as personagens, que terão trajes táticos modificados com o emblema do Morcego.

Continue ligado para saber mais novidades deste novo evento que promete grandes novidades para o Universo DC.

Continue Reading

Parceiros Editorias