Connect with us

cinema

Denzel Washington presta homenagem a Chadwick Boseman

Denzel Washington pagou o curso de teatro de Chadwick Boseman através de uma instituição de caridade. Outros artistas também se manifestaram.

Avatar

Published

on

Um dos atores mais premiados da historia, Denzel Washington, prestou homenagem a outro grande astro do cinema, Chadwick Boseman, que ficou muito mais conhecido no filme Pantera Negra, interpretando o personagem titulo.

“Ele era uma alma gentil e um artista brilhante, que vai ficar conosco pela eternidade através de suas icônicas performances durante sua curta mas ilustre carreira. Deus abençoe Chadwick Boseman”, Disse Denzel ao The Hollywood Reporter.

O ator Chadwick Boseman falou que seus estudos de teatro foram bancados por Denzel Washington e que teve a chance de agradecer pessoalmente ao apoio financeiro prestado, quando ele compareceu ao lançamento de ‘Pantera Negra’ em Nova York. De acordo com Boseman em entrevista ao Jimmy Fallon, após agradecer ao ator, Washington brincou com ele: “Então é por isso que estou aqui, você me deve dinheiro!”.

Outras homenagens também estiveram presentes ao longo da madrugada e dia de hoje no Twitter:

“Este é um golpe esmagador”, tuitou o diretor Jordan Peele.

“A morte de Chadwick é absolutamente devastadora. Ele era nosso T’Challa, nosso Pantera Negra e nosso querido amigo”, disse o presidente da Marvel, Kevin Feige. “Cada vez que ele pisava no set, ele irradiava carisma e alegria, e cada vez que aparecia na tela, ele criava algo verdadeiramente indelével. Ele encarnou um monte de personagens incríveis em seu trabalho, e ninguém era melhor em trazer grandes homens à vida. Ele era tão inteligente, gentil e poderoso e forte como qualquer pessoa que retratava. Agora ele toma seu lugar ao lado deles como um ícone para as eras. A família Marvel Studios lamenta profundamente sua perda, e estamos de luto esta noite com sua família.”

Viola Davis, que estava prestes a estrelar com Boseman em Ma Rainey’s Black Bottom, escreveu sobre a morte chocante do ator: “Chadwick, sem palavras para expressar minha devastação de sua perda. Seu talento, seu espírito, seu coração, sua autenticidade. Foi uma honra trabalhar ao seu lado, conhecê-lo. Descanse bem príncipe. Que os voos de anjos te peguem para o seu descanso celestial. Eu te amo.”

https://twitter.com/violadavis/status/1299551549182574593?s=20

“Chadwick, você foi ainda mais um herói fora da tela”, escreveu Tom Holland no Instagram. “Um modelo não só para mim no set, mas para milhões de outros ao redor do mundo. Você trouxe alegria e felicidade para muitos e estou orgulhoso de ter sido capaz de chamá-lo de amigo. RIP Chadwick”

“Difícil ouvir sobre isso”, escreveu Dwayne Johnson no Twitter. “Descanse no amor, irmão. Obrigado por iluminar e compartilhar seu talento com o mundo. Meu amor e força para sua família.”

“Seria difícil exagerar o impacto positivo e duradouro que Chadwick Boseman teve em tantos filhos e famílias em todo o mundo. Ele inaugurou uma era fundamentalmente nova e o fez com muita classe, graça e dignidade. Um presente para todos, que se foi cedo demais” escreveu Jason Kilar, CEO da WarnerMedia.

“Um brinde a um homem incrível com um talento imensurável, que se inclinou para a vida independentemente de suas batalhas pessoais”, escreveu Halle Berry. “Você nunca sabe realmente o que as pessoas ao seu redor podem estar passando – tratá-los com bondade e estimar cada minuto que você tem juntos. RIP.”

“Esta é uma notícia tão devastadora”, escreveu Chris Pratt. “Estamos rezando por sua família. O mundo perdeu um talento imensurável e uma grande pessoa.”

O presidente da Disney, Bob Iger, disse em um comunicado: “Estamos todos de coração partido pela trágica perda de Chadwick Boseman – um talento extraordinário, e uma das almas mais gentis e doadoras que eu já conheci. Ele trouxe enorme força, dignidade e profundidade ao seu papel inovador de Pantera Negra; despedaçando mitos e estereótipos, tornando-se um herói há muito esperado para milhões de pessoas ao redor do mundo, e inspirando todos nós a sonhar maiores e exigir mais do que o status quo. Lamentamos tudo o que ele era, assim como tudo o que ele estava destinado a se tornar. Para seus amigos e milhões de fãs, sua ausência na tela só é eclipsada por sua ausência de nossas vidas. Todos nós da Disney enviamos nossas orações e condolências à sua família.”

Chadwick Boseman morreu aos 42 anos vitima de câncer de cólon.

Advertisement
Comments

cinema

Stardust, cinebiografia sobre David Bowie, tem 1º trailer revelado

Produção mostra astro nos anos 70, quando criou a persona Ziggy Stardust.

Avatar

Published

on

A IFC Films liberou nesta quarta (28) o trailer de Stardust, filme que irá mostrar como David Bowie criou a persona de Ziggy Stardust em uma viagem pelos EUA no início dos anos 70. Confira a prévia:

O longa dirigido por Gabriel Range (I Am Slave) tem Johnny Flynn (Genius) no papel do astro e ainda conta com Marc Maron (Glow) como o único executivo de gravadora que apostou no sucesso de Bowie; e Jena Malone (Jogos Vorazes), na pele de Angela Bowie, mulher do roqueiro na época.

Com algumas salas de cinemas ainda fechados por causa da pandemia, o lançamento de Stardust nos EUA será via on-demand em algumas locadoras virtuais. O longa não tem previsão de chegar ao Brasil.

Stardust será lançado nos EUA em 25 de novembro.

Continue Reading

cinema

EXCLUSIVO | Disney+ terá conteúdo da 20th Century Studios no Brasil

Confirmamos que terá sim conteúdo da Fox na Disney+ Brasil.

Avatar

Published

on

By

A Disney+, serviço de streaming que chega ao Brasil no dia 17 de novembro, tem sofrido com especulações a respeito do seu lançamento, e um deles foi a respeito se o conteúdo dos estúdios FOX, (adquirido pela Disney que o renomeou para 20th Century Studios) estariam disponíveis no Brasil.

Ao contrario do relatado anteriormente pela imprensa, o Cabana do Leitor recebeu a confirmação diretamente da Disney, que o conteúdo da 20th Century Studios vão estar disponíveis no Brasil, porém nem tudo.

Os Simpsons, como anteriormente dito, vão ter alguns episodios disponibilizados na plataforma, porém não todos, alguns filmes produzidos pela antiga Fox Filmes (20th Century Studios) vão estar também disponíveis. Nada foi dito sobre as séries da Fox, que não devem mesmo integrar a plataforma.

A Disney também divulgou que dias antes do lançamento da plataforma, os canais Fox Channel, FX, Disney Channel, Disney XD, Disney Junior e National Geographic exibirão uma seleção de episódios das séries originais do Disney+: The Mandalorian, Star Wars: A Guerra dos Clones, High School Musical: A Série: O Musical, Diário de uma Futura Presidente e A História do Imagineering; além da produção original do Disney Junior para o Disney+: Il Ristorantino de Arnoldo.

A História do Imagineering. No dia 11 de novembro, às 21h, o National Geographic exibirá o primeiro episódio da série documental que leva o espectador em uma viagem pelos bastidores do Walt Disney Imagineering, o pouco conhecido centro de design e desenvolvimento da The Walt Disney Company.

Diário de uma Futura Presidente. No dia 12 de novembro, às 21h, no Disney Channel, o público poderá assistir ao primeiro episódio da história de Elena Cañero-Reed, uma garota cubano-americana de 12 anos que, um dia, será presidente dos Estados Unidos.

Ristorantino de Arnoldo. No dia 13 de novembro, os canais Disney Junior (20h) e Disney Channel (21h), convidam a família a assistir ao primeiro episódio da produção original para o Disney+, totalmente produzida na América Latina e protagonizada por Diego Topa (Junior Express).

Star Wars: A Guerra dos Clones. No dia 14 de novembro, os canais Disney XD (21h) e FX (22h) exibirão os dois primeiros episódios da última edição dessa série de animação vencedora do Emmy que retorna para sua conclusão épica no Disney+.

High School Musical: A Série: O Musical. No dia 15 de novembro, às 21h, o Disney Channel exibirá o primeiro episódio desta inovadora série que conta a história de um grupo de alunos que espera ansiosamente pela primeira produção teatral de sua instituição.

The Mandalorian será exibida em 17 de novembro, às 22h30, no FOX Channel, apresentando à sua audiência THE MANDALORIAN e The Child, nos dois primeiros episódios da épica série live action da saga STAR WARS que venceu sete prêmios Emmy e tem Jon Favreau como showrunner e Pedro Pascal como o Mandalorian.

Também ainda não existe uma lista final de filmes da 20th Century Studios que vão estar disponíveis na plataforma.

Continue Reading

cinema

Crítica | Superman: O Homem do Amanhã

Sendo mais um acerto nas animações da DC, O Homem do Amanhã vem para mostrar que nunca é demais voltar a origem do herói.

Avatar

Published

on

Depois dos contínuos lançamentos do universo compartilhado das animações da DC, Superman: O Homem do Amanhã veio para, de certa forma, reiniciar o que estávamos habituados a ver. Aqui não terá mais a Liga da Justiça unida para lutar contra o mal, e sim teremos o Clark Kent se descobrindo como herói.

O enredo começa com pequenas cenas de um Clark criança, onde seus pais o escondiam para que ele não revelasse a ninguém sobre os seus poderes, até a atualidade onde o Clark já é um jovem adulto, que ganha a vida como um estagiário do Planeta Diário. Porém, as coisas começam a mudar quando o caçador de recompensas intergaláctico, Lobo, encontra o kryptoniano e decide levá-lo consigo, seja vivo ou morto.

Metrópoles está de cara nova. Com a repaginada no visual, que agora abraça um lado mais tecnológico, a cidade tem o semblante mais novo e futurístico. Menos a casa dos pais humanos de Clark e, claro, o Planeta Diário, que sempre será o lugar onde a impressora só funciona dando aqueles leves tapinhas. E sem isso, o famoso casal não poderia ter se conhecido de maneira melhor.

O cara do café e Lois Lane, a mulher com o furo de reportagem que prendeu o famoso Lex Luthor, estão atrás de reportagens que tenham relevância o suficiente para o jornal. Para a infelicidade de Clark, Lois está interessada em um outro alguém. No Superman, com seu traje ainda iniciante. As roupas do Homem de Aço vão desde óculos de natação e gorro preto ao famoso vermelho e azul com semblante de esperança que estamos acostumado. Porém, não se deixe enganar, o pulo entre os uniformes não foi tão rápido. Deu até para ter um salvamento da cidade com o Clark pelado.

O tema entranhado nas dúvidas internas do Clark e nas conversas com o Marciano é a xenofobia: O medo (ou receio) pelos alienígenas, no caso explicito, e pelo outro, o diferente, no implícito. A necessidade de aceitação dos humanos, já que os alienígenas, aos seus olhos, é o mal, aquele que quer trazer o terror e destruir a civilização. Crescendo com essa visão que os demais tem, Clark cresceu sendo recluso, atrapalhado e escondendo suas habilidades. Uma crítica interessante, porém, já é de praxe da DC de trazer temas mais pesados em suas animações, a fim de fazer o telespectador refletir, independente da sua idade.

A arte difere bastante da arte apresentada na última animação da DC (Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips), tendo traços mais marcados ao redor da estrutura dos personagens e traços mais finos em estruturas internas. Em conjunto, é possível notar que as sombras estão bem destacadas e o design das lutas mais fluído, pecando apenas no uso do 3D para objetos que, por vezes, não são necessários para tal, como nos carros. O recurso, usado para baratear os custos da animação, deixa leves impressões negativas neste caso.

Também é possível notar a diferença entre a dublagem original e a brasileira, já que entre personagens o contraste das vozes é discrepante. Infelizmente, na dublagem brasileira alguns personagens ganharão tons que não combinam com eles, podendo ser até incomodo ao telespectador.

Superman: O Homem do Amanhã, que conta com o roteiro de Tim Sheridan e direção de Chris Palmer, foi uma excelente ideia da DC para tirar as animações da mesmice que acabam sendo apresentadas em universos compartilhados. Sendo uma boa pedida para fãs e não conhecedores do mundo.

A animação se encontra disponível nas plataformas Looke,

Continue Reading

Parceiros Editorias