Connect with us

Games

Diretor de Final Fantasy XV fala sobre o papel das mulheres no jogo

Ana Carolina Von Daben

Published

on

LOJA DC 4

O diretor de jogos Hajime Tabata, responsável pelo tão esperado Final Fantasy XV, falou no final de Dezembro em entrevista ao site The Examiner sobre um assunto para o qual o público tem chamado muito a atenção: a falta total de personagens femininos jogáveis em FF XV, quebrando uma verdadeira tradição da franquia e também decepcionando muitas jogadoras e jogadores, visto a representatividade já reduzida de mulheres nos games.

Elenco principal de Final Fantasy XV, composto apenas por rapazes.

Na entrevista, Tabata afirma que haverá uma gama de personagens femininos na história, ainda que não jogáveis, e que interpretarão papéis muito mais profundos para o desenrolar da trama do que simplesmente interesses amorosos da equipe principal do jogo. “Há um bocado de personagens femininas que os rapazes encontrarão ao longo da estrada e elas realmente contribuem para o melhoramento da história, tomando vários papéis dentro dela,” Tabata diz, “não somente como interesses amorosos, mas de muitas outras formas conforme o roteiro progride.”

Apesar de não revelar muito mais acerca da participação feminina no jogo, o diretor afirma também que haverá oponentes poderosas dentre os inimigos também. Vejamos como essa ideia se desenrola. A única personagem feminina apresentada até então, Cindy, gerou bastante discussão dentre a comunidade gamer: qual a necessidade de uma mecânica ser tão erotizada, marca que infelizmente acompanha as personagens femininas nos games e nem sempre agrada ao público feminino, que parece ser deixado de lado na hora da produção dos jogos e criação das personagens em função de focar as vendas num público masculino que – atentemos às estatísticas – já não é mais único e homogêneo. Porque querendo ou não, a comunidade gamer, mesmo tendo ainda muito o que melhorar na questão da diferença de tratamento por gênero, felizmente vem adotando um pensamento mais realista e inclusivo com o tempo, e esperamos que continue neste rumo.

Cindy, a mecânica responsável por manter o carro dos rapazes na estrada, única personagem feminina para FF XV apresentada até o momento.

Sobre Cindy, Tabata diz que o conceito de vestuário da personagem acompanha a personalidade extrovertida e espontânea da moça quando fora imaginada para a história. Bom, só esperando o jogo sair para saber como ficará esta questão. Uma franquia cheia de personagens femininas fortíssimas, cada uma de sua forma, como Tifa, Aeris, Yuna, Lulu e Lightining, sofreria uma perda lamentável se não apresentasse em um de seus mais trabalhados títulos novas personagens à altura dessas grandes mulheres – tanto as do jogo, quanto as que jogam.

A mais bela retrospectiva: protagonistas femininas dos jogos de Final Fantasy.

Ana Carolina Von Daben
Se não veio ninguém do futuro te impedir de fazer algo dizendo que vai dar ruim, então por quê não fazer?
Comments