duna 2020 denis villeneuve frank herbet warner CDL 1920x1080 02

Duna | Trailer inédito mostra novas cenas do épico de Denis Villeneuve

Longa chega aos cinemas brasileiros no final de outubro.

Foi liberado esta semana um trailer inédito – voltado para o mercado chinês – de Duna, superprodução da Warner e com direção de Denis Villeneuve (A Chegada). Veja a prévia logo abaixo.

A adaptação do clássico da literatura de ficção-científica escrita por Frank Herbert conta com Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome) no papel do protagonista Paul Atreides e nomes como Rebecca Ferguson (Missão: Impossível – Efeito Fallout), Dave Bautista (Guardiões da Galáxia) e Zendaya (Homem-Aranha: Longe de Casa). Stellan Skarsgård (Mamma Mia; Thor) será o vilão Barão Harkonnen, pertencente a uma família de longa rivalidade com a família Atreides. Oscar Isaac (Star Wars: A Ascensão Skywalker) e Jason Momoa (Aquaman) darão vida, respectivamente, a Duke Leto Atreides e Duncan Iadho. Já Josh Brolin (Vingadores: Ultimato) viverá o guerreiro Gurney Halleck.

LOJA DC 4

A produção tem Greig Fraser (de Rogue One) como diretor de fotografia, enquanto que Jacqueline West (O Regresso) e Bob Morgan são os figurinistas e Patrice Vermette (Sicario: Terra de Ninguém) está a cargo do design de produção. Joe Walker, que trabalhou com Villeneuve em A Chegada, será o editor do filme. Hans Zimmer, que trabalhou com o cineasta em Blade Runner 2049, é o compositor da trilha sonora do longa, que já tem uma sequência encomendada pelo estúdio.

O romance, originalmente publicado na década de 1960, abordou temas políticos, religiosos e ambientais por meio de uma lente de ficção científica. Sua trama se passa em um futuro distante no meio de um império intergaláctico feudal em expansão, onde feudos planetários são controlados por Casas nobres que devem aliança à casta imperial da Casa Corrino. O livro conta a história do jovem Paul Atreides, herdeiro do Duque Leto Atreides e da respectiva Casa Atreides, na ocasião da transferência de sua família para o planeta Arrakis, a única fonte no universo da especiaria melange.

Em uma história que explora as complexas interações entre política, religião, ecologia, tecnologia e escolhas e consequências em alicerce às emoções humanas, o destino de Paul, sua família, seu novo planeta e seus habitantes nativos, os subestimados Fremen, assim como o destino do Imperador Padishah, da poderosa Corporação Espacial à seu serviço e da misteriosa ordem feminina das Bene Gesserit, acabam todos interligados em um confronto que mudará o curso da humanidade.

A trama já foi adaptada para os cinemas em 1984, com Kyle MacLachlan (Twin Peaks) no papel principal e David Lynch (Cidade dos Sonhos) na direção, além de ter sido transformado em uma minissérie pelo canal americano Syfy em 2000.

A nova produção, assim como todos os filmes da Warner no ano de 2021, terá lançamento simultâneo em território americano nos cinemas e na plataforma HBO Max.

Duna estreia em 22 de outubro nos cinemas brasileiros.

Total
1
Shares
Related Posts
critica liga da justica sombria guerra de apokolips cabana do leitor
Leia

Crítica | Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips

Com referências a flashpoint e dores da cabeça da Ravena, duas situações que serão importantes para o desenrolar da história e seu desfecho, mas são tão escancaradas que acaba sendo fácil deduzir, talvez deixando o final muito óbvio.
Total
1
Share