Connect with us

Games

Dying Light 2 pode ter final decidido pelo jogador

A sequência de um dos maiores jogos de sobrevivência terá ações que impactam no desenrolar da historia.

Avatar

Published

on

O primeiro jogo lançado em 2015 fez um enorme sucesso e ganhou diversos fãs pelo mundo dos games com um sistema de parkour e zumbis e um ciclo de dia e noite, que deixa o jogo mais intenso e desafiador.

Segundo a desenvolvedora polonesa Techland quer levar o jogo em uma nova direção, para dar sequencia na franquia com o foco em uma narrativa mais complexa e deixar o rumo de toda a historia nas mãos do jogador.

São tantas as possibilidades que a Techland afirma que uma única travessia da campanha mostrará, no máximo, 50% de todo o conteúdo disponível no game ao jogador. Ainda sim a empresa não confirma quantos finais possíveis poderemos ver no jogo, mas ela garante que teremos ao menos 20 horas de conteúdo em uma única travessia.

Em Dying Light 2, o jogador acompanha a história de Aiden Caldwell, personagem que colabora com uma série de facções para melhorar as condições de vida dos sobreviventes da cidade do jogo. O jogo se passa 15 anos após os evento do primeiro jogo da franquia, o que significa que o vírus responsável pelo apocalipse zumbi da série já teve tempo de evoluir consideravelmente, isso significa que novos inimigos existirão no game.

Dying Light 2 ainda não tem uma data prevista para seu lançamento, mas o que sabemos é que pode chegar ainda no começo de 2020 para o PlayStation 4, Xbox One e PC.

Publicitário, nerd, apaixonado pelo mundo dos games, fascinado pelo mundo do cinema. “Ou se morre como herói, ou vive-se o bastante para se tornar o vilão.”

Advertisement
Comments

Games

BIG Digital terá conteúdo de 13 jogos brasileiros

Edição completamente digital substituirá a presencial, que foi adiada para 2021.

Avatar

Published

on

Na edição desse ano do BIG Digital (Brazil’s Independet Games Festival), será apresentado conteúdo inédito de 13 jogos brasileiros. As novidades serão apresentadas no Brazil Games Showcase, no dia 24 de Junho, á partir das 18h10. A apresentação poderá ser assistida por meio da pagina oficial do evento.

A edição contará com conteúdo completamente online, mediante a atual situação pandêmica referente ao COVID-19 no país. Serão 5 dias de duração, entre os dias 22 e 26 de Junho.

O BIG Festival presencial foi remarcado para os dias 27 á 31 de Janeiro de 2021 e contará com palestras sobre games e negócios, no Centro de Convenções Frei Caneca em São Paulo.

Continue Reading

Games

Riot Games publica nota oficial sobre protestos nos EUA

“Silêncio não é uma opção. Que as nossas vozes, coletivamente, e as nossas ações façam do progresso uma realidade […]”

Alexia Menezes

Published

on

Neste domingo (31) a produtora de League of Legends e a Riot Games se posicionaram contra o racismo e o ódio que levou a morte de George Floyd, homem negro que foi asfixiado por um policial branco em Minneapolis.

“Silêncio não é uma opção. Que as nossas vozes, coletivamente, e as nossas ações façam do progresso uma realidade. É o momento de nos unirmos através de nossas habilidades e talentos para sermos o mais impactantes possível. Nossas comunidades negras merecem mais. Vidas negras importam.” escreveu a empresa em seu twitter.

Os protestos motivados pelo assassinato de George Floyd se espalharam pelos Estados Unidos e chegaram até a Europa. O ex-policial Derek Chauvin, está preso na cadeia do condado de Ramsey, em Saint Paul, segundo a CNN.

Memoria em homenagem a George Floyd em Minneapolis. Imagem: AFP via BBC.
Continue Reading

e-Sports

Ranger recebe punição por comportamento inadequado

Jogador já havia sido punido em 2018 pelo mesmo motivo.

Alexia Menezes

Published

on

Na última quarta-feira (27) um jogador denunciou em seu twitter, o caçador do Flamengo, Filipe “Ranger” Brombilla. Em prints in game, o proplayer usa ofensas com estigmas sociais e pessoais.

O jogador publicou no mesmo dia, um pedido de desculpas onde contou sobre a discussão e disse que não deveria ter levado a esse ponto: “Tenho ciência da posição que ocupo e o peso das minhas ações, o certo era não dar palco pra maluco.” reiterou Ranger.

Mesmo com o pedido de desculpas, a Riot Games se pronunciou e informou nesta sexta-feira (29) que o jogador foi punido, devido as infrações do regulamento da temporada de 2020.

O jogador recebeu uma multa de R$ 2 mil reais aplicada ao Flamengo Esports, já que o caso era reincidente.

“10.1.2 Ofensas e Discurso de Ódio
O membro de uma equipe não pode usar linguagem obscena, chula, vulgar, insultos, ameaças, abusos, calúnia, difamação ou portar-se de qualquer maneira ofensiva ou repreensível, nem promover ou incitar ódio ou conduta discriminatória. […]”
publicou a Riot em nota, sobre regra quebrada.

Continue Reading

Parceiros Editorias