Connect with us

cinema

Em entrevista exclusiva ao CDL, Afonso Poyart fala sobre 2 Coelhos e como foi dirigir Antony Hopkins

Avatar

Published

on

CDL RIO. Reportagem de Natalia Lessa  com fotos de Luan Lopez.

O jovem diretor Afonso Poyart estreia no cinema hollywoodiano com o suspense sobrenatural Presságio de um crime (Solace) estrelado por Antony Hopkins e Colin Farrell. Na trama, o agente do FBI Joe Merriweather (Jeffrey Dean Morgan) precisa desvendar um assassinato em série e recorre ao médico aposentado Doutor John Clancy (Antony Hopkins) para ajudar nas investigações com suas visões premonitórias. Enigmas, quebra-cabeças, mistérios e todos os clichês do universo thriller marcam a entrada do diretor no circuito internacional.

Crítica do filme Presságios de um Crime.

Mas, antes do diretor se aventurar em terras estadunidenses, seu primeiro trabalho como cineasta, em Dois coelhos (2012), agradou o público com uma linguagem criativa utilizando a inserção de animações e efeitos visuais inovadores ao cinema brasileiro, suficiente para chamar atenção de produtores americanos e receber uma série de propostas. Publicitário por formação, começou a carreira em comerciais e videoclipes, agora pretende se envolver como roteirista nas próximas produções.

 

Em entrevista exclusiva ao CDL, ele comenta sobre o cinema hollywoodiano, a relação com Hopkins e o lançamento de uma versão americana de seu primeiro longa, Dois Coelhos.

Cabana do Leitor: Como foi dirigir um nome de peso como o Antony Hopkins?

A relação ator/diretor é uma relação de confiança que aos poucos se conquista. No começo foi difícil, houve um estranhamento do tipo: “Quem é esse jovem ‘de fora’?” Mas depois alcançamos uma relação bacana. Ele é muito paciente e generoso, está sempre preparado para as cenas.

Cabana do Leitor: Qual a diferença entre fazer cinema em Hollywood e fazer cinema no Brasil?

Fazer cinema é difícil em qualquer lugar. A diferença principal de Hollywood é o dinheiro envolvido, que também traz uma responsabilidade maior, o tamanho da produção e o alcance. Em contraponto, no Brasil, o sistema é mais empírico e intuitivo. Hollywood exige um planejamento impecável.

afonso 3

Cabana do Leitor: Qual sua expectativa para a versão americana de Dois Coelhos?

A minha expectativa é ver pronto e lançado. Eles estão na segunda fase do roteiro e eu acompanho como o produtor executivo, sem grande envolvimento, mas tenho curiosidade de ver o resultado final.

Com grandes orçamentos e maior visibilidade, as produções internacionais têm seduzido diretores brasileiros nos últimos anos. Dentre eles: José Padilha (Robocop), Fernando Meirelles( O Jardineiro Fiel) e Walter Salles (Diários de Motocicleta).

Presságios de um crime (Solace) estreia hoje no Brasil.

Advertisement
Comments

cinema

Homem-Aranha 3 | Jamie Foxx pode voltar como Electro

Ator pode reprisar o papel visto em O Espetacular Homem-Aranha 2: A Vingança de Electro.

Avatar

Published

on

Ao que tudo indica, poderemos ter fãs do aracnídeo da Marvel com a cabeça confusa nos próximos tempos: De acordo com o The Hollywood Reporter, Jamie Foxx (Projeto Power) está em negociações para retornar às telas como o vilão Electro em Homem-Aranha 3. O ator deu vida ao personagem em O Espectacular Homem-Aranha 2: A Vingança de Electro, lançado em meados de 2014.

Não há nenhuma declaração oficial a respeito do assunto até o momento, mas ter o retorno de Foxx seria surpreendente, pois mostra uma nova fusão dos filmes anteriores do herói com os atuais, conduzida pela Marvel. Vale ressaltar que isso não seria de todo uma ‘novidade’ dentro do MCU: J.K. Simmons, que interpretou J. Jonah Jameson na trilogia comandada por Sam Raimi, voltou às telas em Homem-Aranha: Longe de Casa.

O filme será mais uma vez estrelado por Tom Holland no papel do herói e co-produzido pelo Marvel Studios e Sony. Dirigido novamente por Jon Watts, Homem-Aranha 3 marca também o retorno de grande parte do elenco da franquia como Zendaya, Marisa Tomei, Jacob Batalon e Tony Revolori – com as filmagens programas para terem início ainda este ano. Kevin Feige e Amy Pascal estão produzindo.

Homem-Aranha 3 chega aos cinemas em novembro de 2021.

Continue Reading

cinema

007 – Sem Tempo para Morrer | Billie Eilish libera videoclipe da música-tema do filme

Aos 18 anos, cantora é a artista mais jovem a compor para a franquia.

Avatar

Published

on

A cantora Billie Eilish liberou nesta Quinta (01) o videoclipe da canção No Time To Die, música-tema de 007 – Sem Tempo para Morrer, último filme com Daniel Craig no papel do icônico agente britânico. Confira:

A popstar americana é a artista mais jovem a gravar um tema para a franquia. A jovem de 18 anos escreveu a música – a ser lançada pela Darkroom / Interscope Records – junto com seu irmão mais velho, Finneas.“É uma loucura participar disso, em todos os aspectos. Fazer a trilha de um filme que integra uma saga tão lendária é uma honra enorme. James Bond é a franquia mais legal a existir. Eu ainda estou em choque!”, revelou Billie. A trilha sonora original, por sua vez, será de Hans Zimmer.

O novo longa mostrará James Bond (Craig) longe do serviço ativo e desfrutando de uma vida tranquila na Jamaica. Sua paz dura pouco quando o agente da CIA Felix Leiter (Jeffrey Wright, de Westworld), aparece pedindo ajuda. A missão é resgatar um cientista raptado, mas acaba sendo muito mais traiçoeira do que o esperado, levando Bond para o rastro de um misterioso vilão – interpretado por Rami Malek (Bohemian Rhapsody) – armado com uma nova tecnologia perigosa.

Léa Seydoux (Missão Impossível: Protocolo Fantasma), Lashana Lynch (Capitã Marvel), Ben Whishaw (Perfume) e Naomie Harris (Moonlight) completam o elenco do filme, que ainda tem Christoph Waltz (Alita: Anjo de Combate) na pele do vilão Ernst Stavro Blofeld e Ralph Fiennes (Harry Potter) como “M”, chefe de Bond na MI6. O diretor Cary Joji Fukunaga (Beasts of No Nation) comanda o longa.

007 – Sem Tempo para Morrer estreia nos cinemas em 19 de novembro.

Continue Reading

cinema

A Incendiária | Zac Efron é escalado para novo remake de Stephen King

Depois do sucesso estrondoso de It: A Coisa, as adaptações de Stephen King parecem terem voltado com tudo para as telonas.

Avatar

Published

on

By

Depois do sucesso estrondoso de It: A Coisa, as adaptações de Stephen King parecem terem voltado com tudo para as telonas. O livro A Incendiária, que já está sendo pensado a algum tempo pela Blumhouse, acaba de escalar um nome de peso no elenco, nada mais, nada menos que Zac Efron.

O anúncio foi feito através de uma conferência de imprensa da Universal Pictures muito embora o seu papel específico ainda não tenha sido revelado. Especula-se que ele atuará como Andrew McGee, um jovem pai forçado a fugir com sua filha com super poderes pirotécnicos.

A história já foi para os cinemas pelas mãos de Mark L. Lester em poucos anos depois do original ter sido lançado. O filme de 84 contava com David Keith, Heather Locklear e a pequena Drew Barrymore.

Isso talvez faça a novidade soar repetitiva para alguns. Já que no começo de agosto foi anunciado que Efron está envolvido com o remake de Três Solteirões e Uma Pequena Dama. Até agora não se sabe qual projeto que está andando mais rápido.

Com o departamento de casting trabalhando a todo vapor muitas novidades podem chegar nas próximas semanas. Inclusive, as adaptações de livros de Stephen King tendem a causar uma ótima reação quando bem feitas, vide A Espera de Um Milagre, O Iluminado e Um Sonho de Liberdade. Então sempre a espaço para grandes expectativas.

Com direção de Keith Thomas e roteiro de Scott Teems, o longa ainda não tem uma data de estreia definida.

Continue Reading

Parceiros Editorias