Connect with us
Avatar

Published

on

A segunda temporada de The Umbrella Academy já está chegando e, para preparar você para o que tem pra vir, decidimos mostrar algumas das inspirações do quadrinho de mesmo nome.

My Chemical Romance

Uma das maiores inspirações do escritor Gerard Way foi a sua banda My Chemical Romance. Em entrevista com Rolling Stones, Gerard disse explicitamente que os integrantes da banda (assim como ele mesmo) inspiraram algumas das características presentes nos personagens.

“Estar em uma banda é como estar em uma família disfuncional e todas essas personalidades são realmente distintas e muito grandes, não apenas as pessoas da sua banda, mas as pessoas que você encontra na estrada ou a equipe com quem trabalha e todas essas coisas.”, disse o escritor.

O escritor não mentiu quando diz ter pedaços da sua personalidade e vivência nos quadrinhos. Um bom exemplo disso é o personagem Klaus, também conhecido como número 3. O fato de ter nas mãos escrito “Hello/Bye” remete a algo que o próprio Gerard fez durante suas performances na banda.

Outra característica parecida é o fato de Klaus fazer de tudo para “fugir” da realidade, recorrendo frequentemente ao álcool e as drogas. Isso aconteceu na vida de Gerard durante seus momentos difíceis de turnê, fazendo com que ele posteriormente notasse que precisava de ajuda.

Gerard também cita como era difícil a pressão dos holofotes da fama e que isso foi retratado também na fama que o grupo tem no quadrinho. “Uma banda é especialmente uma família disfuncional, então há alguns pedaços de mim em todos os personagens, alguns pedaços de alguns dos caras em alguns desses personagens e os diferentes papéis que tocaríamos na banda e como esses papéis mudavam às vezes. Estávamos em uma grande panela de pressão de fama e notoriedade e os personagens experimentam isso nos quadrinhos e no programa.”, concluiu Gerard.

Patrulha do Destino e X-Men

Quem veio antes? | 'Doom Patrol' vs. 'X-Men'

Gerard é fã de quadrinhos desde pequeno e sempre falou sobre o quanto era apaixonado por histórias da Marvel e DC Comics, e as HQs que mais o inspiraram das duas editoras foram: X-Men e Patrulha do destino, respectivamente.

Em entrevista com Universo HQ, Gerard fala um pouco sobre suas inspirações nos quadrinhos: “Cresci lendo a fase de Chris Claremont nos X-Men. Mas a primeira revista que ganhei da minha avó, quando eu estava no hospital, foi uma edição do Capitão América. Nada de X-Men. Só descobri os mutantes depois, nas comic shops. E ainda hoje suas aventuras me influenciam e me impulsionam a criar histórias.”

O escritor também diz que, por ser muito fã da empresa Dark Comics, sentia que suas histórias com tons mais pesados faltavam heróis e isso alavancou na sua escolha de tentar criar uma obra que tivesse o melhor dos dois mundos: “E eu senti que a editora não tinha um quadrinho sobre super-heróis, que era exatamente o que eu queria fazer. Então, literalmente, criei do nada toda essa história. Meio que senti esse vazio, como se algo estivesse fazendo falta, pois não existia uma equipe de super-heróis estranhos na época. A inspiração foi Patrulha do Destino, do Grant Morrison, mas não é como Patrulha do Destino. É muito diferente.“, finalizou Gerard.

O que você achou das inspirações? Já sabia ou nunca imaginava? Comenta com a gente e não se esqueça que a segunda temporada estreia em Setembro!

Advertisement
Comments

HQs

Prévia de Vingadores mostra equipe original de volta

Marvel Comics liberou a prévia de Avengers #35!

Avatar

Published

on

A Marvel Comics liberou uma prévia exclusiva à CBR do quadrinho Avengers (Vingadores) #35. As imagens revelam o confronto entre Khonshu e os vingadores de 1.000.000 anos atrás.

A equipe criativa conta com o roteirista Jason Aaron (Thor: God of Thunder) e o ilustrador Javier Garrón (Miles Morales). A arte da capa é do Matteo Scalera (Black Science).

Sinopse

Um poderoso Cavaleiro da Lua, semelhante a um deus, acaba de salvar o mundo da ruína de fogo. Agora, um exército de múmias e sacerdotes da lua começa a remodelar o mundo à imagem do antigo Egito. Mas onde isso deixa os Vingadores? Quebrado, preso – ou fugindo nas ruas iluminadas pela lua da Cidade de Nova Tebas.

Avengers #35 estará à venda no dia 19 de Agosto.

Continue Reading

HQs

Death Metal | Herói cai em armadilha mortal do Rei Robin

Será que o personagem conseguirá escapar das garras do jovem vilão?

Jacqueline Cristina

Published

on

O Rei Robin tem se mostrado como o único aliado do Batman que Ri, realmente intrigante, uma vez que se tornou um aliado extremamente sombrio em combate com os heróis restantes, pois em Dark Nights: Death Metal #3, ele  apenas insultou o Flash, como uma maneira perfeita para assombrar, torturar e matar Barry Allen.

A Cripta dos Heróis estava servindo como a última base de operações para os heróis remanescentes, entretanto, na nova edição publicada, o leitor presencia o Rei Robin violando o local antes do Cavaleiro Mais Sombrio, que é uma versão distorcida de Bruce Wayne, um assassino sociopata.

Em vista disso, é revelado aos heróis reunidos que em seu mundo foi criado diversas maneiras para derrotar e matar a todos em que pudessem encontrar. Enquanto Barry zomba do Robin, o jovem vilão rapidamente revela o plano para matar o personagem.

Após descobrir a identidade secreta do Flash, o Rei Robin desenterrou o corpo de Nora, sua mãe, e criou uma toxina capaz de cancelar a Força de Aceleração, na qual revestiu todo o corpo dela. Ao comprimi-la, o jovem vilão a encaixou dentro de um “Anel Flash”, que no momento de sua ativação, foi arremessada para fora com os braços abertos, sendo que Robin descreveu como se estivesse tentado abraçá-lo.

Quando “o corpo infectado” se conecta com um velocista, o soro revestido nele iria neutralizar suas habilidades, dissolvendo seus músculos e deixando a infeliz versão do herói morrer em agonia.

A partir de sua descrição, o vilão mostrou-se ansioso para tirar o objeto de seu cinto de utilidades na oportunidade certa, embora as três versões presentes do Flash decidam usar o que resta da Força de Aceleração para escapar, significando que Barry (pelo menos por enquanto) escapou do destino sombrio preparado para ele.

Ao transformar o corpo de Nora em uma arma final contra a super-velocidade, o Rei Robin maquinou para usar o desejo de Barry em se reunir com sua família como inspiração para uma ideia extremamente sombria que sugere o nível de crueldade o qual seus outros planos podem alcançar.

Dark Nights: Death Metal #3 já se encontra disponível nas lojas físicas e digitais dos EUA.

Continue Reading

HQs

Drácula de Bela Lugosi retorna em nova publicação da Legendary Comics

Uma nova adaptação para os fãs da obra do escritor Bram Stoker.

Jacqueline Cristina

Published

on

O Conde Drácula interpretado pelo ator Bela Lugosi, ficou conhecido por sua icônica interpretação no filme de 1931, o qual seu papel será reprisado em uma nova Graphic Novel da Legendary Comics.

A obra será uma adaptação do romance de terror gótico do escritor Bram Stoker, com arte de El Garing, em que seguirá o vampiro deixando a Transilvânia para viver na Inglaterra, onde ocorrerá um conflito com o professor Abraham Van Helsing após sua tentativa de espalhar sua maldição de “mortos-vivos” por todo o país.

Confira abaixo a imagem da capa divulgada, que contou com ajuda de Robert Napton e Kerry Gammill:

“Em nome da Família Lugosi, quero agradecer à Legendary Comics, especialmente Robert Napton, bem como aos artistas El Garing e Kerry Gammill, por homenagearem meu pai com uma impressionante Graphic Novel que apresenta Bela Lugosi como Drácula de Bram Stoker“, disse Bela G. Lugosi, filha do ator e membro gerente da Lugosi LLC, que está cooperando com o desenvolvimento da nova publicação.

“Houve grandes romances gráficos do Drácula, contudo unir o romance de Bram Stoker em uma adaptação fiel com a interpretação definitiva na forma do ícone Bela Lugosi é um sonho realizado. Sou grato a Lugosi Estate, ao artista El Garing e ao diretor de arte Kerry Gammill por trazerem sua paixão a este projeto”, disse Napton, vice-presidente sênior da Legendary Comics.

O longa Drácula foi lançado em 12 de fevereiro de 1931 na cidade de Nova York, em que foi estrelado por Bela Lugosi, David Manners, Helen Chandler, Dwight Frye e Edward Van Sloan, sendo a primeira adaptação cinematográfica sonora do romance de Stoker após os filmes mudos, A Morte de Drácula de 1921 e Nosferatu: Um Sinfonia de Horror de 1922.

Drácula estará à venda, a partir de 6 de outubro pela Legendary Comics.

Continue Reading

Parceiros Editorias