Connect with us

cinema

Fãs acusam Joss Whedon de fazer um roteiro “sexista” para o filme da Mulher-Maravilha

Avatar

Published

on

O roteiro improvisado da Wonder Woman de Joss Whedon vazou no mês passado, aparecendo em sites como Comicbook.com e Screenrant. Devido ao amor de Whedon pela Mulher-Maravilha, muitos fãs a consideraram uma atormentadora história de Hollywood “e se…”. Mas um grupo de pessoas esta agora dizendo “Ufa…”

O script ressurgiu no Twitter na noite passada, desta vez sendo fortemente criticado por fãs. É fácil ver por que. Acusado de ser um roteiro sexista, é difícil acreditar que Whedon escreveu e apresentou isso em uma base profissional. “Sexualizando constantemente e degradando seu personagem principal”.

 

A introdução de Diana é o primeiro sinal de alerta, descrevendo seu corpo “curvilíneo” em vez de seus pensamentos ou personalidade. Começa um tema contínuo de descrições lúdicas das aparências femininas. (Especialmente seus pés. Diana está descalça na cena e nós recebemos várias atualizações de pés mais tarde.), o homem gosta de uns pés.

Ao invés de se concentrar na força e compaixão de Diana, ela é retratada como uma guerreira arrogante e sem ideias, perpetuamente desrespeitada por todos os homens do filme. Uma cena ocorre em uma casa noturna onde Diana confronta o vilão Bacchus – ela faz uma dança sexy para que ele pudesse percebe-la. A coisa toda ocorre de uma perspectiva masculina, concluindo com homens que lutam por ela na pista de dança.

O roteiro exibe uma atitude tóxica para Diana, com personagens chamando ela de “cadela” ou “prostituta” e comentando das suas fantasias por ela. Em vez de ser um paraíso feminista, Themyscira está atormentada por lutas internas e falta de empatia para os estrangeiros, e Diana luta mesmo com sua própria mãe. Depois, há Steve Trevor, que ofusca o papel de Diana a partir da primeira página.

Steve Trevor gasta todo o filme elogiando Diana, argumentando e criticando sua marca de heroísmo. É um contraste surpreendente com a descrição de Allan Heinberg, Patty Jenkins, Geoff Jhons e Zack Snyder no filme real, onde Steve apoia Diana, e os dois personagens apreciam a companhia do outro.

A visão de Whedon está completamente distorcida por sua própria perspectiva: masculino, excitado e envergonhado. Os homens são universalmente representados como porcos sexistas, mas isso não é realmente benéfico para o papel de Diana como uma heróina feminista. Seu interior é quase não explorado, tornando difícil avaliar o que ela pensa ou sente em um determinado momento. Em comparação, o filme de Jenkins centra-se na viagem emocional de Diana, representando-a como uma força otimista em meio aos horrores da Primeira Guerra Mundial. Ela enfrenta algum sexismo, mas também faz amizade com homens que compartilham seus objetivos e respeitam seu poder.

No final, Steve é ​​recompensado com um beijo apaixonado, imediatamente seguido por uma piada sobre ele imaginando que ela beija as outras Amazonas. É quase como se Heinberg e Jenkins tomassem esse roteiro como um manual “do que não fazer”, e fizeram um filme com a atitude exatamente oposta à sexualidade, e focado na personalidade e heroísmo de Diana.

Mulher-Maravilha esta em exibição nos cinemas.

 

Advertisement
Comments

cinema

Your Name | Adaptação live-action encontra seu diretor

Longa irá adaptar o anime lançado em 2016 no Japão.

Avatar

Published

on

E a adaptação com atores reais de Your Name (Kimi no Na wa) enfim encontrou seu diretor: segundo o Deadline, o cineasta Lee Isaac Chung (Minari) foi o escolhido pela Paramount para escrever e dirigir o longa. Chung irá trabalhar a partir de um roteiro escrito por Eric Heisserer (A Chegada).

JJ Abrams (Star Wars) será um dos produtores – por meio da sua produtora, a Bad Robot – juntamente com Genki Kawamura, que produziu a animação original. A Toho cuidará da distribuição do filme no Japão, enquanto que a Paramount será responsável em todos os outros territórios.

Nesta versão reinventada do anime, dois adolescentes descobrem que estão trocando de corpo de maneira mágica e intermitente. Quando um desastre ameaça destruir suas vidas, eles devem viajar para encontrar e salvar seus respectivos mundos. O longa animado foi lançado originalmente em 2016 e foi um dos grandes sucessos do cinema japonês na época, arrecadando US$ 303 milhões somente em seu país de origem.

Outras informações sobre a produção, como elenco ou início de gravações, não foram divulgadas até o momento. A data de lançamento do filme também não foi revelada.

O anime de Your Name está disponível na Netflix.

Continue Reading

cinema

Mulan pode ter arrecadado US$ 260 milhões com lançamento no Disney+

Dados de analistas apontam que 29% dos assinantes da plataforma adquiriram o longa.

Avatar

Published

on

Apesar das críticas recentes, algumas informações dão conta de que o Disney+ pode ter arrecadado uma bela quantia com a ida de Mulan para a plataforma via on-demand. Analistas relataram para o Yahoo! que cerca de 29% dos assinantes – no momento, por volta de 9 milhões de lares – adquiriram o longa no valor de 30 dólares. Assim, o remake poderia ter arrecadado US$ 261 milhões somente nos EUA.

Em comparação com filmes que entraram somente no circuito de cinemas tradicionais, a estratégia parece ter sido a mais acertada para a empresa: Tenet, o novo filme de Christopher Nolan, obteve US$ 29,5 milhões no mesmo período de tempo, por exemplo. Entretanto, a nova produção da Disney está com dificuldades em arrecadar uma boa bilheteria na China – um dos principais mercados para o lançamento. Na estreia em território chinês, onde os cinemas foram reabertos, o live-action somou somente US$23,2 milhões.

Roteirizado por Rick Jaffa, Amanda Silver, Elizabeth Martin e Lauren Hynek, a produção comandado pela diretora Niki Caro (Encantadora de Baleias) tem a atriz chinesa Liu Yifei na versão em carne e osso da protagonista. Jet Li (Os Mercenários) é o Imperador da China, enquanto que Donnie Yen (Rogue One) interpreta Tung – um mentor e professor da heroína – e Gong Li (Memórias de Uma Gueixa) encarna uma nova vilã feiticeira. Utkarsh Ambudkar, de A Escolha Perfeita, e Ron Yuan (Marco Polo) também estão no elenco.

Assim como no original, o épico irá mostrar a jornada da jovem destemida que se disfarça de homem para combater (no lugar de seu pai) os guerreiros vindos da Mongólia, que invadiram o norte da China. Entretanto, esta adaptação seguirá um tom mais sóbrio e ‘realista’ do que a animação, fugindo de elementos cômicos e musicais vistos neste último, o que despertou a ira de alguns fãs do desenho.

Mulan está disponível no Disney+ via on-demand.

Continue Reading

cinema

Filmagens de Batman foram retomadas no Reino Unido

Não há notícias, no entanto, de que Robert Pattinson voltou ao set.

Avatar

Published

on

Ao que tudo indica, as gravações de Batman foram retomadas no Reino, de acordo com informações obtidas pelo Deadline. As filmagens haviam sido interrompidas há 15 dias, quando Robert Pattinson – que protagoniza o longa – foi diagnosticado com o coronavírus. Não há, até o momento, notícias de que o ator se recuperou e está de volta ao set.

O novo filme, dirigido pelo cineasta Matt Reeves (Planeta dos Macacos), mostra o mascarado em seu segundo ano como vigilante e está tentando resolver uma série de assassinatos misteriosos. O elenco de Batman terá Pattinson no papel-título, Zoë Kravitz  (Big Little Lies) como a Mulher-Gato, John Turturro (de O Grande Lebowski e Transformers) como o mafioso Carmine Falcone e Paul Dano (Sangue Negro) como o vilão Charada. Jeffrey Wright, o Bernard de Westworld, será o Comissário James Gordon, Colin Farrell (Dumbo; Animais Fantásticos) como Pinguim e Andy Serkis (Pantera Negra) viverá Alfred Pennyworth, mordomo e tutor do bilionário Bruce Wayne.

Batman chega aos cinemas em 2021.

Continue Reading

Parceiros Editorias